Outcast – 2×06 – Fireflies

Imagem: Youtube/Reprodução

Continua após as recomendações

Em uma premissa tentadora, Outcast vem confirmando sua qualidade a cada semana. Os episódios maçantes e totalmente desnecessários parecem ter ficado para trás. Agora temos episódios que realmente envolvem o telespectador que está ávido por respostas. Depois das incríveis cenas da semana passada, “Fireflies” já chega causando alvoroço e trazendo informações certamente confusas para alguns e que são desenroladas durantes os quarenta e poucos minutos em cena.

Continua após a publicidade

A luta entre o chefe Giles e Kyle no último episódio foi, sem sombra de dúvidas, uma das cenas mais bem produzidas da série. Tivemos um dinamismo sensacional e o plot estava muito bem encaixado na cena. Hoje, temos as conclusões daquele final inesperado. Óbvio que nenhum de nós comprou a história de que Kyle havia morrido. Talvez acreditasse na morte, mas sabia que uma ressurreição seria implantada de alguma forma para trazer o rapaz de volta. O interessante foi ver como Sidney está expandindo cada vez mais sua horda de seguidores pela cidade. Desse jeito, a “Fusão” está cada vez mais próxima e Kyle mais distante de seu objetivo final, mas sabemos que isso não ocorrerá pois o protagonista pode sofrer o mundo, mas sempre vence no fim.

Parece que a aceitação da possessão não é algo tão simples. Neste episódios, vimos uma discussão interessante entre Alisson e Megan sobre o quadro passado de ambas. Ainda não foi muito bem elucidado se, para elas, tudo não passou de um transe ou uma doença psicológica. O fato é que, agora, Megan acredita no irmão e está tentando abrir os olhos da cunhada para realidade. Outro que ficou meio desconcertado depois do exorcismo foi Giles. O rapaz ainda não cometeu loucuras pós atentado, mas deve ficar um pouco mais tranquilo ao saber que Kyle não morreu e estava nas mãos de Sidney. Pode ser que isso seja até mesmo um incentivo para continuar na luta contra o demônio-chefe.

E foi justamente na angústia sem fim, que vimos Kyle sobreviver as loucuras de Sidney após a cidade entrar em um alvoroço pela sua morte. Isso afetou várias instâncias que merecem menções aqui. Primeiro, devemos analisar um pouco sobre a nova ordem da cidade. “O Farol” ainda é um mistério? Sim. Mas agora sabemos que eles tem ligação direta com o trabalho de Outcast e que nosso novo salvador é um dos cabeças de lá. Quero ver como abordaram essa atuação dupla de Outcast na série, mas prevejo certa troca de farpas entre ele e Kyle no começo. Depois tudo se dinamiza e ficamos com um trabalho gigantesco para derrotar Sidney ao final das contas.

Imagem: Youtube/Reprodução

Falando no vilão, esse também está caminhando a árduos passos de conseguir seu objetivo final. Uma das maiores surpresas, que ainda acho difícil de acreditar, é que ele tenha matado Aaron. O garoto já fez muita merda na vida para morrer em uma simples almofada. As cenas enganam bastante e tudo pode ter sido mais um jogo dos produtores. Nos resta aguardar para ver. Fiquei triste por não terem abordado aquele outro garoto do manicômio da forma que esperava. Não destrincharam bem sua importância, deixando uma informação vaga sobre o processo de possessão de Aaron. Esperava um pouco mais…

Enquanto os Fireflies vão se encontrando por aí, o plano de emersão e fusão está se completando. Ainda temos alguns episódios para a final da temporada e não podemos ainda concretizar um sucesso perpétuo. Espero que o trabalho mantenha o nível daqui pra frente, com esse dinamismo misterioso que tanto nos agrada. Outcast está com um plot bem apresentado e que necessita de pequenos ajustes para permanecer perfeito. Introduziram novas instancias e radicalismos necessários – como a morte de Patrícia e do prefeito – para que as coisas pudessem fluir de maneira mais chocante. Acredito no potencial e espero que saibam fechar bem a temporada.

E você? O que achou do episódio? Continue acompanhando as notícias e reviews aqui no Mix e semana que vem estamos de volta. Até lá! 😀

1 comentário

Adicione o seu
  1. Avatar
    Bruno D Rangel 17 maio, 2017 at 09:09 Responder

    Aquele início, com a mãe de Kyle tirando algo dourado de dentro dele me deixou com uma questão na cabeça: será que pode haver uma espécie de “exorcismo reverso”? Alguma criatura seria capaz de tirar a habilidade de outcast de alguém?

    Rose matando aquela mulher foi muito bom. Com o marido daquele jeito, ela colocou a mão na massa. Agora tem-se um grupo bom para combater o mal, além do outro Outcast e seus seguidores.

    Será que só a Amber ou todos os outcasts podem sentir quando outro está perto? Ela sentiu Kyle no hospital e sabia que ele estava vivo.

Post a new comment

Tags Outcast