Outer Banks, final da 2ª temporada explicado: o que acontece?

Explicamos o final da segunda temporada de Outer Banks

Outer Banks 2 temporada final

Os Pogues vão até uma ilha à parte no final da segunda temporada de Outer Banks. E caso você ache que a caça ao tesouro acabou, a gangue tropeça em outro mistério, enquanto trabalha para provar a inocência de John B no assassinato da xerife Peterkin.

Continua após publicidade

A segunda temporada de Outer Banks segue John B e Sarah, que depois de escapar do OBX em uma tempestade, após a acusação de que John B matou um policial, acabam sendo procurados em Nassau. O capitão da tripulação local que os salvou do mar, Cpt. Terrance, descobre que há uma recompensa de US$50.000,00 por John. Então, este e Sarah precisam se esquivar de seus aspirantes a caçadores de recompensas e da lei local, enquanto decidem seus próximos movimentos.

Continua após a publicidade

De volta para casa, o resto da cidade acredita que eles estão mortos. Dessa forma, os Pogues fazem tudo que podem para limpar o nome de John B e fazer Ward pagar. John B quer roubar seu ouro de Ward, e seus amigos tropeçam em uma nova caça ao tesouro, enquanto tentam obter evidências para exonerá-lo.

Continua após publicidade

Vamos analisar os pontos mais delicados do final da segunda temporada de Outer Banks.

O pai de John B está vivo!

Carla Limbrey é uma herdeira cuja busca por uma cruz de ouro ornamentada e o manto sagrado que ela abriga a coloca no caminho dos Pogues. Em troca de evidências materiais que poderiam provar a inocência de John B no assassinato de Peterkin, Carla pede a Pope uma chave pertencente a sua família. Então, ela revela assim sua conexão com Denmark Tanney. Ou seja, o Freedman que usou sua riqueza acumulada para libertar outras pessoas escravizadas e quem escondeu o ouro em primeiro lugar.

Continua após publicidade

Pope encontra a chave, mas a entrega sob ameaça de morte. Ele eventualmente encontra a cruz de ouro também. Mas a perde para Limbrey e Rafe, quando ele entra em choque anafilático, após ser picado por vespas. Rafe termina com a cruz e Carla acaba com nada… Exceto que ela é convocada para o Caribe, onde ela se encontra com ninguém menos que John B. Sênior. Vivo! E oferecendo-se para ajudá-la a conseguir o que deseja, se ela ajudar o filho dele.

Outer Banks final
Imagem: Divulgação.

John B e todos em Outer Banks acreditam que seu pai está morto. E isso tem sido seu maior motivador em sua luta contra Ward Cameron. Ao contrário de Ward ressuscitando dos presumíveis mortos, a revelação de Big John é na verdade uma reviravolta. E, além disso, pode mudar o jogo na terceira temporada.

O barco

Depois de descobrir o legado de sua família e sua conexão com o ouro, Pope tem uma participação pessoal no tesouro. Ele quer ir atrás de Rafe para recuperar a cruz e o segue até um navio de carga. Quando a madrasta de Sarah se drogou e a sequestrou, John B e o resto dos Pogues entraram sorrateiramente no navio atrás deles, para resgatar Sarah e roubar de volta a cruz.

Sarah acorda no navio e descobre que seu pai – que ela pensava estar morto – ainda está vivo. Depois que Rafe foi finalmente preso por matar a xerife Peterkin, Ward filmou uma confissão de seus crimes e dos crimes de Rafe. Em seguida, fingiu sua morte explodindo seu barco. Então, ele secretamente providenciou para que toda a família se mudasse para uma ilha particular com o ouro obtido de forma ilícita em uma viagem clandestina. Tudo isso, claro, para escapar de seus problemas financeiros e jurídicos.

John B, Pope, Kiara e J.J. se esconderam em um contêiner no navio, até que encontrem uma maneira de sair. Eles coincidentemente se unem a Cleo – que os ajudou a escapar de Nassau – e tentam um golpe. Eles conseguem dominar a maior parte da tripulação por um tempo e quase tirar a cruz do barco. Mas a tripulação fica livre e eles estão em desvantagem numérica de 3 para 1 e desarmados, então são forçados a abandonar. Pope prefere que ninguém fique com a cruz do que os Camerons, e ele usa o guindaste para jogá-la ao mar. Mas Rafe consegue pegar a corda que está presa e salvá-la.

Leia também: Atriz de Outer Banks que morreu é homenageada na 2ª temporada

Quando Sarah tenta escapar no barco salva-vidas, Ward percebe que ela não está do lado dele e ele a sufoca, quase a matando. John B o impede, eles lutam, e Ward cai para trás e bate com a cabeça. Da mesma forma que Big John fez quando Ward o “matou”. John B não joga Ward ao mar, ele e Sarah apenas pulam para o bote salva-vidas para se encontrar com o resto dos Pogues e fugir do navio.

Imagem: Divulgação.

Tudo o que o Ward faz é vencer

Outer Banks não parece interessada na realização de desejos ou em qualquer forma de final feliz – pelo menos não enquanto ainda houver alguma história para contar. Os vilões desta história continuam vencendo.

Os Pogues encontraram o tesouro na primeira temporada e ele foi roubado por Ward, que não apenas escapou com o roubo, mas incriminou John B pelo assassinato do Xerife Peterkin. John B e Sarah quase conseguiram roubar o ouro em Nassau, com a ajuda do Capitão Terrance e sua tripulação, mas Sarah foi baleada por Rafe “acidentalmente” e o ouro foi apreendido de volta, enquanto Sarah estava sendo tratada.

Leia também: Tudo sobre a 3ª temporada de Outer Banks

Quando John B e Sarah voltam para OBX, John é preso pelo assassinato e Ward tenta matá-lo sob custódia. O xerife interino Shoupe age de acordo com as informações dos Pogues, liberando John B e prendendo Rafe, mas a “última confissão” de Ward é o suficiente para eles liberarem Rafe. Os Pogues ajudam o Papa a encontrar a cruz, que Limbrey e Rafe roubam debaixo deles, e Rafe acaba pegando.

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.