Queen of the South – 1×03 – Estrategia de Entrada

Estrategia de Entrada Queen of the South MAIOR

Imagem: USA Network

Estaria Queen of the South testando sua protagonista ou aproveitando para fazer o mesmo com seu telespectador? Indago, porque após um episódio piloto forte em todos os sentidos que esse adjetivo tenha, uma sequência sólida, temos aqui Estrategia de Entrada” que continua investindo muito nos atrativos técnicos, isto é, sequências de ação impressionantes, cortes de câmera bem feitos e uma fotografia que favorece a paisagem úmida e opaca do Texas.

Estrategia de Entrada Queen of the South MENOR

Imagem: Hits Shows To Watch

Continua após a publicidade

Apesar de ficar muito feliz que a USA Network esteja numa posição favorável de engordar o orçamento de uma produção para que ela capriche visualmente, fico um pouco preocupado com o ritmo e os rumos que essa história está tendo. É verdade que a novela latina que serviu como uma das bases para essa série cometeu o mesmo pecado, mas lá o gênero da telenovela permite que uma barriga seja criada de vez em quando para testar a preferência do telespectador, aqui temos apenas treze episódios.

Quem ajuda o drama a se “encontrar” é o seu elenco, em razão do excelente trabalho de escalação que foi feito aqui, mas não me refiro exclusivamente ao fato de termos uma brasileira a frente dessa empreitada, pois Justina Machado, que até hoje participou de comédias enfadonhas, tenta conseguir seu espaço mesmo com a personagem bastante tímida. Veronica Falcón traz um ar elegante e ao mesmo tempo perigoso para todas as cenas na qual participa, o que acaba deixando as coisas mais divertidas. 

A direção é, mais uma vez, um dos laços mais fortes em um episódio de Queen of the SouthScott Peters sabe exatamente o que precisa acontecer para que determinada cena seja memorável, ou até mesmo empolgante ao ponto de esquecermos que o roteiro falhou ali e que determinada sequência não fez muito sentido. Não é a toa que ele tornou o final de The 4400 menos… sofrível. 

Em suma, gosto bastante da visão que essa série tem para o futuro, mas o presente me preocupa pela falta de ritmo. Pode ser impaciência da minha parte, porque House of Cards me mimou bastante no passado, com tudo aquilo acontecendo ao mesmo tempo, mas sou um espectador otimista.

[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=2R2ItfUCrL4 [/youtube]

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours