Revenge – 4×17 – Loss

revenge-4x17

Imagem: YouTube

Continua após as recomendações

Episódio bom é aquele que, assim que termina, te faz correr para fazer a review, e foi isso que senti com Loss.

Revenge é uma série peculiar. Quando pensamos que ela está incrível, cheia de plots interessantes, ela vai lá e mata um vilão em potencial, e transforma uma ex-mocinha na grande malvada da série. Aí quando ela está definitivamente sem rumo, com conflitos que duram somente um episódio, e com aquela tal ex-mocinha mais canastrona que nunca, a série vai lá e samba na nossa cara, definitivamente.

Continua após a publicidade

Margaux nunca convenceu muito com o seu desejo de limpar o nome de Daniel, foi difícil engolir essa história. Suas armações eram sim ótimas, mas como bem se sabe, Emily está sempre um passo em frente, e isso sempre neutralizou suas ações. No fim do último episódio, vimos Margaux jogar pesado com Jack, e incriminá-lo por algo que não fez, seria a vingança perfeita, caso Emily e sua turma não fosse tão geniais.

Mas mais cruel do que qualquer vingança é a vida, que nos julga sem pedir licença. Ao tentar assinar um contrato definitivo de paz, Emily se encontrou em uma furada que muitos outros personagens que tentaram fazer isso na série também entraram (tipo Daniel e sua epifania final), e mesmo sem querer, está envolvida no atropelamento da francesa. Sim, nós vimos que ela não empurrou Margaux, e vimos que a francesa que pediu ao ficar no meio da rua espraguejando, mas Victória não viu isso, só ouviu a declaração cheia de erros de Margaux, e o duelo mais clássico dos Hamptons terá seu segundo round.

Falando em Vic, já vimos, desde o último episódio, que ela voltou a se reerguer. Agora com sua prometida herança, ela não precisa mais ficar pedindo favores, afinal, uma rainha nunca perde sua coroa. Mas ela voltou ao seu reinado diferente. Dessa vez ela vem sofrida, ainda machucada e cada vez mais sozinha. Só se apoiava no filho que Margaux esperava, no seu amor por Daniel interrompido pela tragédia. E ficou claro que a dúvida se instaurou na mente dela, afinal, sua relação com Emily já não era tão ruim, mas Margaux tratou de reativar o botãozinho do ódio da nossa rainha, e jogo de damas reiniciou.

Como só as mulheres mandam nos Hamptons, vimos Louise reinar absoluta também. Ótima atriz, soube enganar Ben direitinho, e certeza que essa história já foi arquivada. Ela contou a verdade para Nolan e reafirmou seu pacto com ele, por isso estou achando que ela não aceitará muito bem a nova relação do marido com o tal do assistente social sexy. Já consigo imaginar Louise mais louca e assassina do que nunca. #ansiosa

Os personagens masculinos não foram lá essas coisas, Jack conseguiu se salvar, Nolan foi geniozinho só uma vez, e David foi só a voz da razão de Emily, mas isso ele é faz tempo. Jurei que rolaria um affair entre ele a mãe de Jack, quem sabe, ? Veremos.

Só sei que esse episódio foi incrível, e me reanimou para a série.

Com vocês, a promo do próximo episódio, que promete ser tiro, porrada e bomba.

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=JLQVxULKu_w[/youtube]

Tags Revenge
Letícia Bastos

Letícia Bastos

Publicitária, social media, mangaká e dançarina em protestos. Também sou apaixonada por séries e admito que novelas são meu Guilty Pleasure. Apaixonada por comédias cult/pop/nerd, ainda pretendo fundar uma seita para os Adoradores de Arrested Development. Aqui no Mix sou editora de Realitys Show e escrevo as reviews de todos os realitys do mundo, como Masterchef BR, The X Factor UK e BR, The Voice US, AUS e BR, BBB e RuPauls Drag Race.

3 comments

Add yours
  1. Eduardo Nogueira
    Eduardo Nogueira 25 março, 2015 at 19:21 Responder

    Esse episódio foi espetacular, de tirar o fôlego do começo ao fim. Agora Queen Vic virá virada no saci pra cima de Ems, que ódio deu de Margaux. Tudo foi muito bem construído, amei do começo ao fim. E a primeira Mrs. Grayson está de volta, já shippando ela com David, podia rolar algo entre eles.

Post a new comment