Ringue Mix: Ternos da boa esposa

O Ringue Mix desta semana é cheio de malícia e elegância. Vamos tratar hoje de dois dramas legais que dominam a área jurídica das séries de TV: Suits e The Good Wife. Séries destes níveis, maduras, experientes, com fandom fiel, exigem bons argumentos, neste ringue, pois no tribunal, seus personagens já provaram que arrasam.

Continua após as recomendações

Esta batalha promete, pois bons advogados não faltam nestas séries. É briga de cachorro grande! E o Mix de Séries é o magistrado desta grande disputa!

 

Continua após a publicidade

MIX-RINGE-Suits-TGW

Imagem: Mix de Séries

 

De um lado do ringue:

Suits

4 temporadas (2011 – atualmente)
54 episódios
Criada por Aaron Korsh

suits

Imagem: CBS/Divulgação

Suits roda em torno de casos jurídicos resolvidos pelo grande escritório de advocacia de Jessica Pearson em Nova Iorque, Pearson/Hardman, onde Harvey Specter (interpretado por Gabriel Macht) é sócio senior e necessita recrutar um advogado qualificado para trabalhar com ele. Durante uma transação de drogas que deu errado, Mike Ross (interpretado por Patrick J. Adams) é escolhido na entrevista de Harvey, apesar dele não ser um advogado. É que Harvey ficou impressionado o quanto Mike é parecido com ele, extremamente inteligente e sagaz (e convencido). Mike, na verdade, é um universitário, que foi expulso da faculdade, por ter sido pego vendendo prova de matemática para a filha do reitor. Mike Ross possui uma memória fotográfica brilhante e por isso vendia provas de admissões na Ordem dos Advogados, para ganhar dinheiro e cuidar de sua avó, mesmo nunca tendo cursado Direito, seu grande sonho. Harvey contrata Mike, mentindo sua condição e alegando que Mike é graduado pela Harvard, uma exigência do escritório. Sua sorte muda e os dois, brilhantemente, resolvem vários casos jurídicos juntos, em parceria (ou em disputa) com Louis Litt, outro grande advogado da firma. Mike acaba virando o pupilo de Harvey, mostrando ao amigo como ser menos frio e como vincula, sentimentalmente, aos clientes, ao mesmo tempo que tentam manter o grande segredo de Mike.

 

Do outro lado do ringue:

The Good Wife

6 temporadas (2009 – atualmente)
134 episódios
Criada por Robert King e Michelle King

thegoodwife

Imagem: CBS/Divulgação

The Good Wife conta a história de Alicia Florrick (interpretada por Julianna Margulies – vencedora do Emmy Awards), uma esposa e mãe de dois filhos, que volta ao mercado de trabalho, depois de 13 anos, como advogada, após um escândalo de sexo e corrupção política que seu marido, Peter Florrick (interpretado por Chris Noth, o Mr. Big de Sex and The City), se envolveu e foi preso. Alicia entra como associada em um escritório de prestígio em Chicago, Lockhart/Gardner, tendo como sócio majoritário Will Gardner, seu amigo de longa data, desde a faculdade, o qual revive uma antiga paixão. Como mentora, Diane Lockhart orienta Alicia, mas ela percebe que terá que agir por contra própria e, seu maior adversário é Cary Agos, um jovem recém-formado competitivo, que disputa uma boa vaga na firma. Ela ainda conta, como aliada, Kalinda, uma investigadora durona e enigmática do escritório, mas que futuramente descobre ter um passado com seu marido. Alicia, então, tem um grande desafio: rejeitar sua antiga identidade de “boa esposa” e tomar conta de seu próprio destino, reencontrando a mulher que deseja ser.

 

fight

Imagem: Mix de Séries

 

Duas séries de drama legal super inteligentes no ringue. As duas com os melhores advogados, melhores soluções de casos, melhores discussões jurídicas e argumentações elaboradíssimas. Tem vezes que fica até difícil de acompanhar o raciocínio dos nossos queridos personagens. Ternos e A Boa Esposa. Quanto charme e elegância em uma só batalha!

No escritório de Suits, Pearson/Hardman, vê-se claramente, advogados brilhantes e que nunca perdem, como Harvey, Louis e Jessica, esta última chefe dos primeiros. Em todos os diálogos se nota a hierarquia e subordinação de cada um, mas ao mesmo tempo mantém-se o respeito profissional. Suits é destacada por ter como advogado Mike Ross, que na verdade não é um advogado. Extremamente inteligente, decora leis facilmente e sabe convencer as pessoas. No entanto, ao mesmo tempo que isso é sensacional, é um pouco forçado, beirando ao 007 às vezes, o invencível impossível. Mas o fato de terem que guardar o secreto de Mike por muitos episódios faz com que o telespectador se prenda à série, dando aquela emoção e mistério, ao pensar que alguém vai descobrir o grande segredo. Entre outras histórias pendentes, como o amigo complicado Travis e sua ex-namorada, que acabou namorando Mike também, ou até mesmo a relação instável de Mike e Rachel.

The Good Wife trata de um drama mais pesado, envolvendo inicialmente apenas o escritório Lockhart/Gardner, mas, posteriormente, aborda outro escritório, Florrick/Agos. Além disso, a série aborda assuntos domésticos de Alicia, a campanha política de Peter, assim como a corrupção no meio político e jurídico. Muita emoção faz prender o telespectador em vários episódios. Porém, algumas vezes, nota-se que a série enrola um pouco em seus dramas, pecando por alongar demais soluções de alguns casos ou relações mal resolvidas. Mas, com algumas reviravoltas interessantes, a série se ergue, após estes altos e baixos.

No desenrolar das duas tramas, outras pessoas se adentram a série, tornando as histórias mais versáteis e menos massivas. Muitos adentram ao elenco fixo, mas existem também aqueles personagens que aparecem durante alguns episódios nos casos jurídicos, cativando o telespectador, possibilitando uma nova aparição posterior. Em Suits, novidades são marcadas pela presença de Daniel Hardman, sócio majoritário no escritório, que retorna à firma após ficar afastado por um tempo; entre outros, como a querida avó de Mike; seu amigo encrencado Travis; a secretária prestativa de Harvey, Donna; e a assistente sexy Rachel. Em The Good Wife, aparecem uma versatilidade maior de personagens mais fixos, como Louis Canning, um advogado que sempre aparecia esporadicamente, mas depois se tornou recorrente na série; Eli Gold, administrando a campanha de Peter; Finn Polmar, como promotor e ‘ship eterno’ de Alicia; Elsbeth Tascioni, como a advogada doidinha; os filhos, Grace e Zach; e os parentes de Alicia; entre outros.

Suits caiu um pouco na terceira temporada, acredito que por falta de inovações na história, mas parece que a última temporada reergue novamente a brilhante série. Só de ter a série na Netflix, Suits já está em vantagem. Por outro Lado, The Good Wife já faz sucesso desde 2009 e seu fandom é bastante fiel. Mesmo quando tudo parecia perdido, no meio da quinta temporada, por motivos de não-preciso mencionar/não-quero-falar-sobre-isso, a série conseguiu inovar, ficando ainda melhor na temporada atual. TGW é tão interessante, que muitos seriadores, que não são da área jurídica, assistem e ficam fascinados com a série.

Tanto a CBS quanto a USA Networks conseguiram fazer excelentes dramas legais, envolvendo o telespectador por várias temporadas, mesmo que por vezes ele não entenda muito da área jurídica. Isso é sensacional! Ambas as séries conseguiram se renovar até a quinta temporada. Suits vai exibi-la apenas em 2015 e, The Good Wife já está na sexta temporada este ano, com grandes chances de renovação.

 

E o vencedor é:

Muitos podem não concordar, já outros acharão óbvio demais. Suits é uma série cativante que você começa a assistir sem parar, um episódio em seguida do outro. O tom de humor sarcástico que a série possui é sensacional. Todos querem ser Mike Ross e Harvey Specter, eles são brilhantes. Mesmo quem não é da área fica com vontade de advogar com estes dois caras. No entanto, por este mesmo motivo, deles serem tão geniais, eles perdem hoje no Ringue Mix. Por vezes, a série dá entender que eles são invencíveis, forçando um pouco a barra em certas situações. E por envolver mais apenas os dois advogados, a história fica um pouco maçante por volta da terceira temporada. Até seus produtores perceberam isso, inovando a série dali em diante. E com méritos, tanto é que Suits conseguiu sua renovação este ano para a quinta temporada.

The good Wife merece vencer, pela versatilidade da história, por ter vários núcleos de personagens, seus plots envolvem mais o telespectador, por aproximar bastante da realidade. Tanto é verdade este realismo da série, que ela foi baseada em histórias reais, como o escândalo de prostituição, envolvendo o ex-governador de Nova Iorque, Eliot Spitzer, bem como outros escândalos sexuais políticos norte-americanos, como o de Bill Clinton. Apesar de muitas vezes a série enrolar e ter alguns deslizes e imprevistos (como a saída de personagens importantes), The Good Wife conseguiu manter um ritmo agitado e acelerado até o momento. A história da Boa Esposa cativa, pois envolve muitos sentimentos e relações que, por vezes, não dá para se definir ou separar. Acredito que todo o fandom da série se sente um pouco Alicia, durante toda a série, participando de todos os desafios e superações de sua vida e acompanhando sua evolução ao longo das temporadas. A Boa Esposa de terno vence por nocaute!

 

ko-goodwife

Imagem: Mix de Séries

 

E para você, quem vence esta batalha e por que?

*Texto originalmente publicado no dia 18/11/2014.

11 comments

Add yours
  1. Avatar
    Paula Reis 18 novembro, 2014 at 01:49 Responder

    Não questionei os protagonistas pois eles são inquestionáveis, são sensacionais! Mike é Alicia de saia e Alicia é Mike de terno!

      • Avatar
        Paula Reis 20 novembro, 2014 at 09:45 Responder

        Hahaha o Harvey é bom mesmo, mas o Mike é top tbm! Ele tem um feeling muito bom… e olha que nem advogado de verdade hehehehe…daí faz ele mais fodão ainda hehehe

  2. Anderson Narciso
    Anderson Narciso 18 novembro, 2014 at 09:50 Responder

    Muito bom. Eu não assisti suits. Mas pra mim, ALicinha bate qualquer coisa. The Good Wife pra mim é um dos dramas mais inteligentes da atualidade 😛

  3. Avatar
    Janyne Bib's 18 novembro, 2014 at 22:38 Responder

    Sim, sim!
    Suits é legal, mas não é THE GOOD WIFE!

    e eu que pensei q a série iria morrer depois do coisa da 5 temporada. quem disse?
    eu fico depressiva com tanta articulação bem feita <3

Post a new comment