Riverdale: Cole Sprouse é preso em manifestação antirracista nos EUA

Riverdale Cole Sprouse preso

Cole Sprouse foi preso em manifestação

Estrela de Riverdale, o ator Cole Sprouse foi preso nos Estados Unidos, ao participar de um protesto antirracista. A notícia foi confirmada pelo próprio Sprouse, em um post realizado em seu perfil oficial do Instagram.

Continua após publicidade

De acordo com seu relato, ele estava participando de protesto pacífico – até a chegada da polícia. As autoridades, então, ordenaram que os presentes se retirassem, sob ameaça de prisão. Todavia, houve tumulto no local.

Continua após a publicidade

Além disso, Cole Sprouse destacou que os que acataram o pedido acabaram se deparando com outro grupo de policiais que os prenderam, inclusiva os algemando.

Continua após publicidade

Leia o relato da estrela de Riverdale completo abaixo.

Um grupo de manifestantes pacíficos, eu incluso, foi preso ontem [31 de maio] em Santa Mônica [Califórnia]. Então, antes que a horda faminta da mídia sensacionalista decida transformar isso em uma manchete sobre mim, vamos deixar as circunstâncias claras: Vidas Negras Importam. Paz, tumultos e saques são formas absolutamente legitimas de protesto. A mídia, naturalmente, só mostrará a parte mais impressionante, comprovando a agenda racista. Eu fui preso ao me juntar por solidariedade, assim como muitos membros da vanguarda de Santa Mônica. Nos deram a opção de partir e deixaram claro que, se não recuássemos, seríamos detidos”, disse ele.

“Então, quando muitos se viraram para sair, encontramos outra linha de policiais bloqueando o caminho e então, começaram a nos algemar com lacres. Precisa ser dito que, como um heterossexual branco e figura pública, as consequências do meu encarceramento não são nada comparadas às de outros membros deste movimento. Essa narrativa DEFINITIVAMENTE NÃO É sobre mim e eu espero que a mídia não a represente deste jeito. Este é, e sempre será, o momento de ficar perto dos outros enquanto a situação piora para mostrar apoio e fazer a coisa certa. Esse é o momento de contemplar o significado de ser um aliado. Espero que outros na minha posição façam o mesmo. Percebi que câmeras filmavam durante a operação que nos prendeu. Espero que elas ajudem [os outros]. Não falarei mais nada sobre isso porque (1) não sei o bastante no assunto para fazê-lo, (2) não sou o sujeito do movimento, (3) não tenho interesse em afastar os holofotes dos líderes do Black Lives Matter. Postarei novamente um link nos meus stories com um documento compreensível para doações e auxílio”.

Continua após publicidade

#BlackLivesMatter

O movimento antirracista, #BlackLivesMatter começou nos Estados Unidos e se espalhou pelo mundo após um ex-segurança negro, George Flyod, morrer asfixiado após ter o pescoço prensado pelo joelho de um policial branco. Na ocasião, ocorrida em Minneapolis, um funcionário de uma mercearia chamou a polícia após acusar Flyod de pagar as compras com uma nota falsificada de 20 dólares. 

Igualmente, em vídeos, que viralizaram nas redes sociais, Flyod é visto pedindo para ser solto, e alegando que não podia respirar. O policial, no entanto, manteve seu joelho por mais de oito minutos. A frase “Eu não consigo respirar” tornou-se símbolo da resistência rapidamente.



Aproveite e continue acompanhando todas as novidades do mundo das séries aqui no Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (Instagram, Twitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.

 

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.