Sense8 – 2×07 – Meu coração não tem espaço para o ódio

Imagem: Netflix/Divulgação

Sense8 segue com uma estrutura bacana, algo difícil até então. Antes, principalmente na primeira temporada, a série sofria para dividir-se entre seus oito protagonistas. Agora, mais segura de si, parece ter achado o caminho certo e o equilíbrio ideal para contar sua história. Esse nivelamento, e a vontade de não perder tempo, pode ser explicado pela notícia divulgada nesta semana: Sense8 pode acabar em uma eventual terceira temporada. O que isso quer dizer? Tendo o final à vista, Lana Wachoswki e sua turma perceberam que não há tempo a perder.

No primeiro ano, sem saber quanto tempo ainda teriam, os roteiristas faziam tudo com calma, desenvolvendo tramas em ritmo lento. Percebendo que poucas horas ainda restam, o time resolveu ir direto ao ponto, tocando nos assuntos que sempre quiseram. É triste que a série dure pouco? É. Mas também é muito bom ver o texto desenrolar livremente. Tempo indeterminado resulta em certa preguiça nos autores, então é bom que eles tenham resolvido abrir o coração para nos contar tudo.

Continua após a publicidade

O sétimo capítulo não avança tanto a trama como um todo, em termos de mitologia, mas desenvolve alguns dos sensates, como Sun, que finalmente começa a ganhar o devido espaço na temporada. A trama envolvendo o policial que quer ajudá-la é interessante, e promete trabalhar bem o problema envolvendo o irmão da personagem. Kala também parece achar seu rumo, e a descoberta envolvendo os remédios pode melhorar não só o seu núcleo, como conectá-la a Capheus.

Este, aliás, caminha pela política. E ao descobrir que os remédios adulterados também vão ao seu país, percebemos o quão importante deve ser para um político ser um Homo sensorium. Ao conectar-se a outros, o sujeito pode descobrir informações que o ajudem na carreira política. E é realmente bom ver que estes personagens estão ganhando tanta dimensão quanto Nomi ou Lito, que crescem e se destacam desde o primeiro ano.

Tags Sense8
Matheus Pereira

Matheus Pereira

Gaúcho, estudante de jornalismo e viciado em séries. Tem séries pra assistir de mais e tempo de menos. Séries favoritas? Six Feet Under e Breaking Bad.

No comments

Add yours