Station 19, spin-off de Grey’s Anatomy: Vale a pena assistir?

Station 19 série vale a pena?

Com tantas séries de bombeiros no ar, “Station” vale a pena?

Station 19 é um grande sucesso, principalmente por fazer parte do universo de Grey’s Anatomy. Mas afinal, vale a pena acompanhar a atração?

Lançada em março de 2018, Station 19 começa mostrando a nova vida de Ben Warren (Jason George), que após algumas temporadas como cirurgião no Grey Sloan, decide tornar-se bombeiro, no quartel 19. Lá, Warren depara-se com uma realidade completamente diferente: após resgatarem as vítimas e os levarem até o hospital, a parte dos bombeiros acaba ali. Não há um acompanhamento e nem relação com essas pessoas, como em Grey Sloan. Aliás, o drama no quartel é mais pessoal e profissional, já que o fio condutor da primeira temporada é quem será o novo capitão.

A série é muito além de Grey’s Anatomy, e o núcleo principal é muito bom. Como um bom seriado do universo Shondaland, temos uma mulher como principal, Andy Herrera (Jaine Lee Ortiz). Andy é a típica protagonista: por muitas vezes ela não agrada o público, já que carrega consigo o dilema de estar sempre certa. Contudo, o restante do elenco reproduzem tão bem seus papéis que a principal acaba até mesmo ficando em segundo plano.

Maya Bishop (Danielle Savre) é uma ex-atleta olímpica – e melhor amiga de Andy -, pé no chão e direta com seus pensamentos e vontades. Logo após, temos Jack Gibson (Grey Damon), apaixonada por Andy, que foge completamente do papel de mocinho galã da série. O personagem é focado, leal e um profissional incrível. Travis Montgomerry (Jay Hayden) e Vic Hughes (Barret Doss) são a dupla de amigos inseparáveis que as séries costumam montar. Além disso, temos também Dean Miller (Okieriete Onaodowan) e Ryan Tanner (Alberto frezza) que completam o elenco principal.

Continua após a publicidade

O spin-off é diferente, mas o drama é ainda maior!

A série é muito leal ao dia a dia dos bombeiros, mostrando que a vida na profissão não é fácil, não existe escapadas duvidosas e os personagens sofrem sim! As constantes chamadas para ocorrências pela cidade são mostradas de forma bem clara e interessante. Fica evidente, já no começo, a importância de cada personagem para a evolução da trama. Há uma hierarquia extremamente respeitada, os bombeiros não passam por cima dos chefes, apenas por acharem que estão fazendo o certo.

A showrunner e criadora Stacy McKee teve uma difícil missão ao tentar criar um corpo de bombeiros que pudesse habitar o mesmo universo de Grey’s Anatomy sem replicar abertamente o bem sucedido Chicago Fire. Entretanto, criar um universo onde os personagens estão tão sujeitos a ferimentos foi um tanto inteligente, já que a aliança com a série mãe ficaria ainda mais fácil. Por diversos momentos vemos Bailey, De Luca e Maggie no quartel, ajudando de alguma forma ou apenas interagindo com os personagens.

Se acaso você ache que ainda não foi suficiente, aqui vai mais um: Station 19 foge do convencional. Os personagens se dão mal em diversos momentos, passam por enrascadas e morrem. Nada é previsível, o frio na barriga é a dupla de quem assiste a série. Se bem que, torcer pelos casais nessa série também não é um bom negócio.

Quando volta a próxima temporada?

Assim como em Grey’s Anatomy, a série está em hiato e só retorna no dia 23 de janeiro, em um grande crossover. Os atores agora já foram apresentados, então a trama irá aprofundar e trabalhar ainda mais cada personagem. Claro que podemos esperar por grandes perdas, já que tudo é provável e possível…

Agora que você já sabe, você pode conferir as duas temporadas na Netflix e aguardar pela próxima!abc 

Tags Station 19
Avatar

Letícia Garcia

Paulista, jornalista e apaixonada por séries e futebol. Grey's Anatomy é a série da vida, mas também é fã de Spartacus, Supernatural, Vikings, Sons of Anarchy e Friends

1 comment

Add yours

Post a new comment