Supermax – 1×04 – Episódio 4

Imagem: BS

Imagem: Banco de Séries

Continua após as recomendações

 

Depois de um hiato de uma semana em função do jogo do Brasil que ninguém se importa, voltamos com mais bom episódio de Supermax.

Continua após a publicidade

A qualidade da série vem aumentando gradativamente e eu, que tinha um pé atrás gigantesco em relação à história, já estou começando a ceder. Os personagens já estão com uma química bem mais gostosa de acompanhar, o roteiro – apesar de um pouco lento – está começando a tomar forma e tudo está mais chamativo.

Um ponto que ficou muito claro neste episódio é que, depois de um pouco de timidez, a parte sobrenatural da série será introduzida cada vez mais. Eu confesso que desconheço um pouco o meu sentimento em relação à isso, não sei se era totalmente necessário ir por esse caminho, mas entendo que é um grande elemento da história e do reality da série e é o que vai trazer mais emoção. Minha única ressalva é que, talvez, seria bem mais interessante acompanharmos de uma forma mais realística o dia dia dos competidores, sem o adendo do medo, dos sustos e do terror.

Era bem claro que eles explorariam o cliffhanger deixado no último episódio, em relação ao reparecimento de Dante e esta foi a trama central deste episódio. Eu tenho a impressão de que existe muito mais por trás de todo esse elemento sobrenatural dentro do reality e que as coisas acontecem premeditadas pela produção. Pode ser que seja uma coisa meio óbvia, mas acredito que nem todo mundo ali dentro está desavisado.

Achei bem interessante esse retorno de Dante, principalmente pela história. Além dos cortes, uma tatuagem em Hebraico que significava “Caim”. Para quem não conhece a história, Caim e Abel eram filhos de Adão e Eva, e Caim, movido por ciúmes, matou Abel. Este foi o primeiro homicídio registrado na história da humanidade. E poderia ser algo simples, se Dante não tivesse matado o seu irmão. Confesso que fiquei arrepiada quando descobrimos isso, mas me levou a um questionamento: isso foi, de fato, um evento sobrenatural ou Dante não é um participante qualquer dentro do programa?

Esse retorno dele me deixou com a pulga atrás da orelha. Dante desaparece e volta com essa história de que saiu da cela após o toque de recolher, ouviu vozes, sentiu presença e transou com um índia que ele nem se lembra. É claro que tudo isso pode ter acontecido, mas tudo ainda é tão vago e sem respostas que a gente só consegue ficar imaginando motivos. Eu não acho que as coisas acontecem do além em Supermax, acho que tudo tem um porque e alguém por trás. Escreverem Caim no corpo de Dante foi muito específico e, provavelmente, a intenção era causar um desconforto perante os outros competidores.

Sérgio é um dos personagens mais centrados na minha opinião. Ele consegue ler o jogo, ele tem umas ideias mais firmes e não se deixa levar muito pela emoção e isso é muito importante para sobreviver dentro da prisão. Ele é o tipo de cara que vai fundo nas pesquisas e busca sempre saber a verdade dos fatos, mas nem ele vai conseguir desvendar os mistérios de Supermax assim tão fácil. Mas eu concordo com ele, aquilo não é só um reality, deve ir muito além disso. Encaro como uma forma de punição, talvez, por tudo o que fizeram. Porque é fato, santo ali, não temos nenhum.

Sabrina é outra personagem que continua me deixando muito com o pé atrás. E aqui pudemos observar um detalhe importante: como ela sabia o crime que Timóteo tinha cometido? Não é muito estranho que uma simples participante tenha tantas informações assim? Pra mim, Sabrina faz parte do jogo, mas não entre os participantes, como parte da produção. Acho que tem informações privilegiadas e tem conhecimento do que está se passando lá dentro. Pode ser só coisa da minha cabeça, então vamos aguardar.

Para finalizar, se lembram que comentei nas reviews anteriores sobre a introdução da religião dentro do elemento sobrenatural da série? Pois é, eu gosto quando os roteiristas são corajosos e parece que serão. O fato de termos um padre entre os participantes já deixa a coisa mais emocionante, porque, teoricamente, ele é um fator muito importante deste plot. As visões que ele tem, o medo que ele passa, as energias negativas que rondam o padre bonitão diariamente, tudo isso contribui para que ele seja um personagem chave nas soluções dessas questões. Como eu disse, o desenvolvimento ainda está lento e nós temos pouquíssimas informações. Nos resta continuar assistindo e esperar o que vem por aí!

Pessoal, por hoje ficamos por aqui. Nos vemos na semana que vem. Beijos e até lá!

Tags Supermax
Avatar

1 comment

Add yours
  1. Avatar
    Bruno 26 outubro, 2016 at 13:17 Responder

    As atuações me incomodam DEMAIS! Fora isso, gostei bastante da Janete e do Luisão comendo trancados. Eu faria o mesmo. Quero mortes! Quero terror! Já foi um terço dos episódios e não morreu ninguém. Me falaram que morreria um por episódio, mas nada.

Post a new comment