Supernatural – 11×20/21 – Don’t Call Me Shurley / All In The Family

sn 11x20 1
Imagem: Arquivo pessoal

 

Continua após publicidade

Que bela sequência de episódios, meus amiguinhos. O que vou falar com vocês aqui é corrido, pois os episódios 20 e 21 são bem ligados, então… sigam-me os bons!

Continua após a publicidade

Logo no início do episódio 20, ver o quão baixo Metatron chegou foi bem triste, mas deu para perceber que algo dentro dele mudou. Talvez seja por isso que Deus o tenha acolhido novamente. A cara dele quando descobre que Deus estava escondido bem debaixo do nariz dele é impagável. E, ah, fiquem atentos à caneca em cima da mesa, “World’s greatest Dad”. Sim, queridos Hunters, Deus está de volta, e como já imaginávamos, Chuck é Deus.

Continua após publicidade

O episódio 20 serviu basicamente para isso, mostrar que Metatron havia mudado e que Deus está de volta. Um episódio em si sem muitas reviravoltas. Don’t Call Me Shurley construiu o necessário, humanizou Deus. Fala sério! Ele tem um blog com fotos de gatinhos e um Snapchat? Isso foi hilário! O episódio serviu para fazer com que simpatizássemos com o personagem e explicar por que Deus estava “fora”. Don’t Call Me Shurley também mostrou um Metatron bem diferente, empático defendendo a humanidade e seus irmãos anjos. Seu discurso para convencer Deus a não desistir da criação foi emocionante.  Em resumo, foi um grande preparativo para o que vem em All in the Family.

O episódio 21 foi muito bom, mas como eu disse no início do texto, os dois atingiram um nível que há muito tempo eu não via em Supernatural.

Continua após publicidade

All in the Family começa exatamente no ponto que o anterior parou. Literalmente no mesmo ponto. E por isso decidi fazer este texto único.

sn 11x21 1Muita coisa legal aconteceu neste episódio. Foi lindo ver Kevin de volta, resgatado por Deus, retirado do purgatório e levado para o seu lugar de direito, o Paraíso. Se bem que eu acho que Chuck/Deus trouxe ele de volta só para ficar mais fácil convencer os Winchesters que ele era realmente Deus. Quando Sam percebe que está na frente Dele, deu uma de fanboy. O momento foi realmente muito engraçado e só foi cortado pela seriedade de Dean.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Enquanto Dean pesquisa e procura por Amara, temos um momento em que ela aparece  falando por pensamentos com ele, mostrando uma projeção astral dela e de Castiel/Lúcifer. Se ela podia fazer isso, por que não fez antes? Achei meio falho.

Neste episódio conhecemos Donatello, o novo profeta de Deus. Figura, ri bastante com o personagem. Mas fica a dúvida, foi Deus ou Amara que o fez profeta?

Vimos que as emoções de Deus são bem extremas, uma hora está feliz, no outro segundo, quando falam algo que ele não concorda, a raiva domina. Neste momento, todos ficam com medo, afinal, ele é Deus e a ira divina é bem amedrontadora.

Em All in the Family, descobrimos os verdadeiros planos de Deus, se entregar para Amara e ser aprisionado com a condição de deixar que a criação Dele continue existindo.

O plano de Deus, será que vai funcionar? Será que vai ser necessário um “selo” como foi o Selo de Caim para a Amara? E quem vai portar este selo? Seria Dean? Visto que ele tem uma certa ligação com ela, acho que seria bem provável. Mas e aí o que aconteceria com Sam? Gostei da redenção de Metatron, se sacrificando para dar um tempo para que Sam, Donatello e Lúcifer pudessem escapar.

Reencontro de Lúcifer com Deus foi marcante. A postura dele como um filho olhando um pai que não via a muito tempo, meio que uma criança com cara de arrependida, porém sem querer dar o braço a torcer.

As peças estão no tabuleiro, de quem vai ser a última jogada?