Teen Wolf – 5×11 – The Last Chimera

Imagem: Arquivo pessoal

Imagem: Arquivo pessoal

O que falar dessa volta de temporada de Teen Wolf? Sinceramente, não faço a menor ideia.

Vamos começar com uma rápida revisão dos episódios passados. Desde o começo da quinta temporada, Scott e seus amigos vêm tentado impedir os Dread Doctors de criar Quimeras – sem sucesso. Vimos Theo sutilmente desfragmentar o bando ao criar desconfiança e introduzir mentiras. Por último, o décimo episódio concluiu a primeira parte da temporada deixando todos abalados e muitas perguntas sem resposta.

Agora, com altas expectativas, finalmente podemos ver Teen Wolf retornar com um episódio de esclarecimentos, mini flashbacks e alguns momentos de tensão.

Continua após a publicidade

Na primeira cena, vemos Lydia na Eichen House tentando descobrir o motivo de Theo para matar a irmã. É um pouco confuso, e surgem dúvidas: por que ela está ali e como foi parar ali. Ainda bem que depois de alguns minutos a história se desenrola e podemos compreender várias coisas. Esse jeito de introduzir o episódio é bom, pois desperta a curiosidade e nos faz formular teorias antes mesmo de assistir a tudo.

Logo em seguida, vemos a péssima situação em que se encontra o Xerife Stilinski. Vou fazer uma confissão pessoal: enquanto a cena passava, eu gritava por dentro torcendo por ele – jamais aceitaria a sua morte!

Então, a perspectiva muda, e lá está Scott, ainda se recuperando da recente luta contra Liam (ainda não o perdoei por quase matar o protagonista). Não sei o que pensar do Scott ultimamente. Em outras temporadas, ele estava sempre no comando e liderando tudo, agora parece estar perdendo a confiança em si mesmo, enfraquecendo. Por sorte, as coisas começam a “melhorar” quando uma situação de vida ou morte é introduzida para deixar as coisas emocionantes.

O pai de Stiles está morrendo – devido a uma causa desconhecida pelos médicos (culpa do Theo é claro, e ainda esgano ele pessoalmente) – e Stiles precisa correr contra o tempo para salvá-lo. A melhor cena acontece aí. “Tudo o que importa agora é o seu pai” foram as palavras de Scott para Stiles. É nesse instante que você começa a acreditar que tudo vai melhorar e, no final tudo vai dar certo. O primeiro passo para Stiles e Scott se reaproximarem foi dado, me deixando extremamente feliz.

Depois disso, Scott e Stiles trabalham juntos para salvar Stilinski. O mais legal é ver o progresso no alfa. Parece que ele está começando a entender que precisa tomar atitudes para salvar seu bando – ele precisa reuni-los e confiar nos amigos. Estou orgulhosa de ver Scott se reerguendo.

Pausa para o momento de nostalgia. Chris Argent apareceu! Ok, vamos combinar que não foi a cena de ação mais emocionante, mas mesmo assim, já estava com saudade dele. Está vendo, Scott? É assim que tem de ser. Você chama seus amigos para te ajudar e tudo acaba bem. Parabéns, você aprendeu a lição – espero que continue assim.

Após a nostalgia, acompanhamos o outro lado. Liam e Mason. O que falar desses dois? Eles lembram muito Scott e Stiles na primeira temporada – inseparáveis. A química dos dois funciona muito bem. Mason é o mais ajuizado, ainda bem, pois ele impede Liam de fazer algumas burrices. Já Liam – ainda estou revoltada com o que você fez no último episódio a Scott (imperdoável) – procura o Nemeton no intuito de encontrar Hayden. Agora me diz, por quê? Qual a necessidade de encontrar o corpo dela? Sério, você poderia se concentrar em algo mais útil como, por exemplo, tentar impedir que outros jovens morram do mesmo jeito que ela, ou melhor ainda, pedir desculpas ao Scott e ajudá-lo. Mas não, Liam insiste em achar Hayden. Mal sabe ele que sua namorada agora está do lado de Theo.

Entramos num ponto crucial nesse momento. Scott e Stiles com a ajuda de Malia e Chris conseguem salvar o Xerife – um grito de viva interno por isso – e vemos Lydia ser levada à Eichen House. Parrish tentou impedir sua mãe de mandá-la para lá mas não conseguiu. Theo e Hayden trabalham juntos para achar uma Quimera. E, na última cena, vemos Theo e seu “bando” adentrando a Eichen House para buscar Lydia e Parrish. Theo, eu juro que você ainda vai apanhar de mim! Não me lembro de odiar mais um personagem do que Theo nessa série.

Tudo acaba por aí. Mas não é isso que torna crucial o momento, e sim as perguntas que ficam para o próximo episódio.

Algumas coisas foram bem explicadas sem deixar as cenas chatas. O gostinho de Teen Wolf foi na medida certa – nem muitas explicações, nem poucas cenas de ação e, principalmente, um ótimo desenvolvimento dos personagens individualmente.

Algumas coisas que não poderiam deixar de serem comentadas:

– Os flashbacks que Stiles teve durante as cenas: foram lembranças dele sobre seu pai. Me emocionei com aquilo. Ver o pai dele dizendo para ele se levantar foi lindo demais. “Você ainda me tem” disse o Xerife Stilinski, no sentido de ele ainda estar ali para cuidar do Stiles. Gente, essa ganha o prêmio de flashback mais emocionante da série.

Imagem: Arquivo pessoal

– Lydia e Parrish: que cena foi aquela?! Tudo bem que Parrish estava apenas tendo um “sonho”, mas, olha, isso abalou minhas estruturas. É oficial gente, eu SHIPPO demais os dois. Eles são perfeitos. A cena no chuveiro só confirmou isso.

– Scott sangrando: onde é que está a sua super regeneração de lobisomem? Onde? Scott, desconfio que você ainda vai precisar de mais alguns empurrõezinhos para melhorar querido. Você é o alfa. Alfa! Tem que se recuperar rápido!

– Liam e Mason: como assim o Liam não ouviu a polícia chegando? Filho, você tem super audição. Não acredito que você não escutou algum barulho de carro. Agora quero só ver o que vai acontecer com esses dois.

– Hayden: a cena em que ela aparece indicando o local do Nemeton para a polícia foi …!! Sério, estou ansiosa para ver o que vai acontecer com ela.

– Theo na Eichen House: essa cena me deu uma boa noção de como Theo é organizado em seus planos. Ele já tem um bando – que o obedece sem hesitar – e sabe de tudo. Estou ansiosa para ver o que ele pretende fazer com o Parrish.

Em resumo, esse foi um bom episódio – para a série que acaba de voltar, Teen Wolf começou bem. Uma coisa da qual senti falta foi o suspense. Eu pensei que teria um super suspense, que levaria susto com alguma cena, mas não. Nadinha de suspense. Quem sabe nos próximos teremos algo de paralisar o coração?

Tags Teen Wolf
Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

1 comment

Add yours

Post a new comment