The Vampire Diaries – 8×03 – You Decided That I Was Worth Saving

Imagem: Banco de Séries

Imagem: Banco de Séries

Começo essa review, dizendo apenas uma coisa: QUE EPISÓDIO, MEUS AMIGOS! Depois de uma premiere que me deixou bem decepcionado, mas seguido de um episódio que me agradou um pouco mais, agora posso dizer que essa temporada final será tiro, porrada e bomba! Pensei que o mesmo já começaria com o “pós” do pedido de casamento entre Stefan e Caroline, mas me enganei bonito. O acontecimento em si acabou ficando pra escanteio, por enquanto, e não vou negar, achei bom.

Mais uma vez Elena acabou aparecendo, porém através de outra perspectiva. Fomos levados novamente à noite em que ela e seus pais sofreram o acidente de carro que mudou pra sempre a vida da jovem, mas algo estava diferente ali. Foi aí que vimos que na verdade o que se passava era uma lembrança na mente de Damon, depois que Sybil deletou a personagem da vida do vampiro. Confesso que foi muito estranho ter mudado a história na cabeça dele, com Elena morrendo naquela noite. Mas no meio disso tudo, apesar da revolta, fiquei feliz que Xerife Forbes fez uma rápida aparição, que saudades!

Sybil está se mostrando uma vilã e tanto, algo que a série precisa para o seu desfecho, e o que ela fez dessa vez conseguiu simplesmente se superar. Pensei que, após ter descoberto sobre Bonnie na mente de Enzo, que ela a apagaria da mente do vampiro também, mas ainda bem que isso não aconteceu. Porém, algo pior do que isso aconteceu; ela, mais uma vez entrou na mente de Damon, e descobriu a complexa história da dupla, e o quanto a personagem é muito importante ainda na vida dele. Resumindo, ferrou tudo!

Continua após a publicidade

Imagem: Banco de Séries

Imagem: Banco de Séries

Não demorou muito para a megera tirar sua nova rival do caminho, e como Damon se tornou sua marionete, nada mais justo que colocá-lo para executar o seu trabalho sujo. O que ela não esperava é que nossa boca torta indefesa estivesse com Caroline, o que fez o plano dela falhar no primeiro instante. Sybil finalmente conheceu as garotas, e isso francamente foi dentro das minhas expectativas. Estava com saudades desses momentos de companheirismo entre Bonnie e Caroline, algo que elas não tinham desde que Elena adormeceu em seu sono profundo. Isso foi a prova clara que a amizade não mudou, apesar dos últimos acontecimentos, e foi bom vê-las juntas em ação novamente, apenas elas.

Alaric, em contrapartida, teve um papel fundamental nesse episódio com seus estudos. Através de um descuido de Georgie, que deixou o misterioso artefato encontrado por eles nas mãos das gêmeas, o personagem meio que acabou descobrindo uma forma  de deter, pelo menos provisoriamente, Sybil. As descobertas feitas nesse plot em específico só concretizam a minha teoria da review passada, que a vilã está sendo apenas a porta de entrada para a verdadeira ameaça dessa reta final da série. Com as teorias abordadas, acho difícil o último vilão ser tipo Lucifer, por exemplo, pois o personagem está sendo trabalhado já de duas formas diferentes na TV americana, uma delas inclusive na série co-irmã, Supernatural. Portanto, aposto alto minhas fichas que há grandes chances dos demônios kitsunes, abordados nos livros da franquia The Vampire Diaries enfim serem retratados em cena.

O jogo sem fim de Sybil chegou ao ápice quando ela hipnotizou Damon e Enzo para que se gladiassem entre eles, como nos tempos da Roma Antiga, e onde apenas um acabaria sobrevivendo. Chegamos então ao ápice do episódio, com um momento tenso e eletrizante. Afinal de contas, Bonnie era a única que podia deter a situação. Como os poderes dela fazem falta nessas horas, não é mesmo? Se ela ainda os tivesse, acho que muita coisa ali não teria acontecido, e Bon Bon acharia alguma forma de tentar dar uma brecada na sereia indomável.

A luta entre os vampiros foi de perder as estruturas, e não tinha como não ficar aflito vendo aquilo. Damon estava próximo de matar Enzo e, para a minha surpresa, a escolha de Bonnie acabou sendo por seu amado. Apesar de amá-lo, jurava que ela escolheria o seu melhor amigo, e a coitada é tão guerreira, que mesmo estando na mira de ser morta justamente pelo mesmo, não desiste jamais dele. Isso sim é amizade verdadeira, aprendam. Mas como tudo estaria muito fácil, e é nítido que Sybil está obcecada por Damon, é claro que ela teria sua carta na manga. Para proteger Bonnie, Enzo cedeu as vontades da vilã e acabou desligando sua humanidade. Por um momento achei que ele estivesse fingindo, mas realmente o fez, e isso foi de partir o coração, por conta de Bon Bon, é claro. Gente, é sério, o que mais falta para acontecer na vida dessa criatura?

Alaric conseguiu deter Sybil, mas mesmo tendo sido presa, ela ainda continua tendo controle sob Damon. O vampiro definitivamente entrou em um caminho sem volta, e acho que vai demorar e muito para que Stefan, Caroline, Bonnie, Alaric e Enzo o traga de novo aos trilhos. No final, Tyler acabou voltando e, por mais que ele já tivesse mais relevância na história, a cena dele com o vampiro foi tensa, e não acreditei que no final das contas o retorno do personagem foi apenas pra morrer. Francamente, ele não merecia isso, apesar de tudo. Mas será que essa foi a última vez que vimos mesmo Tyler Lockwood? Estamos falando de The Vampire Diaries, onde tudo pode acontecer.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=avn9Psd5bIw[/youtube]

Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira

Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!

5 comments

Add yours
  1. Melina L. Galante
    Melina L. Galante 7 novembro, 2016 at 21:18 Responder

    Duh, curti mais sua review do que o episódio. Pra mim ele foi um bocado estranho, esquisito, apesar de tenso. Valeu pela Xerife Forbes <3 e por Caroline enfiado aquela ripa em Damon.
    Com certeza Bonnie tá lista das maiores sofredoras das séries.

    • Eduardo Nogueira
      Eduardo Nogueira 8 novembro, 2016 at 12:12 Responder

      Realmente Mel esse episódio foi muito tenso, a luta deles pra sobreviver foi agoniante. Sybil é muito FDP, mas amo odiá-la, desde o saudoso Kai que não tínhamos um vilão fodástico a tal nível. Bonnie é nossa Maria do Bairro, como sofre… E a cena do Enzo desligando a humanidade pra poder salvar a vida dela? Aquilo foi de partir o coração!

Post a new comment