Young Sheldon e as maiores referências a The Big Bang Theory

As conexões de The Big Bang Theory e Young Sheldon.

Young Sheldon
Continua após publicidade

Young Sheldon já tem vários episódios lançados e, com isso, conseguimos traçar vários paralelos entre ela e The Big Bang Theory, sua série de origem. Assim, são vários easter eggs, referências escancaradas e links interessantes entre os dois sucessos da comédia. 

Continua após publicidade

Lançado pela primeira vez em setembro de 2017, Young Sheldon fornece os detalhes da criação do Dr. Cooper no Leste do Texas. A história, portanto, começa em 1989 e é contada do ponto de vista de um Sheldon mais maduro, “que está mais velho agora [e] vendo seus pais sob uma luz diferente pela primeira vez.“. Essa perspectiva alterada, logo, permitiu ao spin-off traçar seu próprio caminho e, ocasionalmente, divergir do cânone de TBBT, sem nunca desrespeitar o que a precedeu.

Quer você esteja familiarizado com a prequel ou simplesmente curioso, o guia a seguir fornece as melhores ligações entre Young Sheldon e The Big Bang Theory. Então veja se você já tinha notado todas elas.

Continua após publicidade
Continua após publicidade

Stephen Hawking

Anos antes de o Dr. Cooper fazer amizade com o renomado físico teórico, ele marcaria uma viagem com todas as despesas pagas para Pasadena, Califórnia, onde ele e o pai assistiram a uma palestra do herói científico do prodígio.

Caltech

A 3ª temporada encontrou Sheldon e seu pai na futura universidade de Sheldon, a California Institute of Technology. Na cena, dessa forma, pai e filho pararam na porta da cafeteria Caltech, onde Sheldon um dia se reuniria com seus bons amigos Leonard Hofstadter, Howard Wolowitz, bem como Rajesh Koothrappali.

Continua após publicidade

O início de Bazinga

Se é engraçado, é um Bazinga!” Esse foi o slogan para uma empresa inovadora introduzida na 2ª temporada de Young Sheldon, episódio 10, que finalmente revelou como Sheldon criou sua frase de efeito exclusiva.

Continua após publicidade

Soft Kitty

Muito antes de Penny relutantemente cantar a canção de ninar favorita de Sheldon, Mary cantou aquela música relaxante para seu filho germofóbico na 1ª temporada, episódio 13.

Continua após publicidade

Horário de banheiro do Sheldon

Leonard não é o único que teve que aturar o cronograma de Sheldon para idas ao banheiro. Sua programação anômala é referenciada por Mary no oitavo episódio do prequel e foi citada novamente na 3ª temporada.

Continua após publicidade

Grande revelação sobre o futuro de Sheldon

Sheldon sempre fez contratos para seus familiares e amigos, documentos que especificavam uma série de regras. “Eu continuaria a fazer esses contratos ao longo da minha vida, com colegas de quarto, com minha esposa… até mesmo com meus próprios filhos”, disse ele, confirmando que ele e Amy teriam filhos após os eventos de The Big Bang Theory.

Continua após publicidade

Leia também: Young Sheldon acaba de deixar trama mais trágica

A bebida do conforto – e outra revelação do futuro

Na 3ª temporada, a “bebida quente de conforto” se tornou o “método de Sheldon para lidar com alguém em angústia emocional“, revelou nosso narrador. “E sempre funcionou… Exceto quando minha esposa estava em trabalho de parto, onde foi sugerido que eu jogasse a bebida na minha própria cara.

Quando Sr. George topou com Sheldon fazendo chá para Paige, ele disse ao filho que estava orgulhoso dele. Essa era a razão pela qual Sheldon precisava continuar com esse método nos anos que viriam.

O hábito de Mary

Na estréia da segunda temporada de The Big Bang Theory, um Sheldon chapado revelou a Leonard que Mary costumava fumar no carro da família. Seu hábito desagradável foi transportado para o prequel, quando a mãe de Sheldon foi pega fumando, enquanto se estressava com a educação do menino gênio.

O amor de Sheldon por HQs

Tam é o único responsável por inspirar o eventual guarda-roupa do Dr. Cooper, bem como por suas visitas semanais à loja de quadrinhos de Stuart. O amigo de infância de Sheldon o apresentou aos quadrinhos na primeira temporada.

Young Leonard

O asmático Leonard foi visto em sua túnica vermelha característica com um inalador em sua mesa.

Young Penny

A jovem tinha uma bola de beisebol e um taco perto de sua cama. Em sua parede havia um chapéu de cowboy para representar Nebraska, bem como um pôster de Los Angeles, sugerindo que ela já sonhava em se tornar atriz.

Leia também: Escândalo de The Big Bang Theory prejudica Young Sheldon

Young Howard

Howard estava em seu quarto, vestindo seu costumeiro pijama de seda. À sua direita estava uma mesa de truques de mágica e adereços. Ademais, a Sra. Wolowitz também fez uma participação especial apenas de voz, dizendo ao filho para “largar o jogo” e dormir.

Young Bernadette

A futura esposa de Howard tinha um microscópio em sua mesa de cabeceira para representar seu interesse em microbiologia, bem como um troféu e uma faixa para representar seus dias como uma criança competidora de concurso de beleza.

Young Raj

Raj ainda estava na Índia. Um tigre empalhado em sua cama representava os Tigres Reais de Bengala, enquanto o telescópio à direita de sua mesa prenunciava sua futura carreira como astrofísico.

Young Amy

Por último, mas não menos importante, estava a futura esposa de Sheldon, que estava usando uma de suas camisolas antiquadas e lendo até tarde.

Leonard Cooper

Na estreia da 4ª temporada, Jim Parsons se reuniu com Mayim Bialik, que reprisou seu papel como a esposa de Sheldon, Dra. Amy Farrah Fowler, em uma narração. Portanto, enquanto a família Cooper se reunia no quintal para comemorar a formatura de Sheldon no colégio, bem como a formatura da irmã gêmea Missy na sexta série, Sheldon, o Narrador (dublado por Parsons) disse que “foi a melhor festa de formatura que eu já estive… até termos um para meu filho, Leonard Cooper”.

Eu queria que o nome dele fosse Leonard Nimoy Cooper, mas Amy não me deixou”, ele revelou. Foi, dessa forma, quando Bialik se intrometeu como a melhor metade de Sheldon e disse: “Sorte que eu deixei você chamá-lo de Leonard.“.