7×10 de Chicago Med colocou hospital sob a mira do FBI

Novo episódio de Chicago Med deu sequência com investigação no hospital.

Chicago Med 7x10
Continua após publicidade

As coisas andam agitadas dentro do hospital de Chicago Med. Após Sharon acionar o FBI para entregar o esquema de corrupção que estava acontecendo com o Dr. Cooper e o pessoal da VasCOM, os corredores do lugar se tornou um local de investigação. Então, no lugar de apenas médicos, agora também vemos investigadores.

Continua após publicidade

Mas essa investigação está acontecendo com alguns conflitos internos, e essa trama ainda promete fortes emoções.

Chicago Med sob a mira do FBI

Talvez o grande conflito com essa história seja o futuro de Sharon dentro do lugar. Embora ela tenha feito o certo, isso acabou incomodando os chefões do lugar, uma vez que eles terão que arcar com custos de advogados, fora a imagem do lugar.

Continua após publicidade
Continua após publicidade

Acredito que Sharon não ficará em um bom lugar quando tudo isso acabar, e temo até que ela seja rebaixada ou excluída dali. Mas ela é uma das almas da série, assim como Voight está para Chicago PD e Boden para Chicago Fire. Então seria horrível vê-la fora do Chicago Med.

Leia também: Por que o Crockett de Chicago Med parece tão familiar?

Ao mesmo tempo, alguém que ficou extremamente irritado com tudo isso foi o próprio Dr. Cooper. O médico pagou fiança e conseguiu sair da cadeia, claro. Em qualquer lugar, quem tem dinheiro sempre se dá bem. Mas ao rever Sharon, ele deixou claro que a situação não ficará daquele jeito. Que ele “sempre vence” e que ela vai perder. Logo, acredito que ele possa até comprar juízes, a ponto de inocentá-lo de toda a situação com a VasCOM. Lamentável!

Continua após publicidade
Chicago Med 7x10
Imagem: Divulgação.

Exposição de Vanessa tem um custo

O fato de Vanessa ter exposto o seu parentesco com Maggie em Chicago Med colocou o seu futuro dentro do hospital em dúvida. Porque de forma clara, muitos estão questionando se ela teve algum favoritismo, e até mesmo o FBI começou a questiona-la sobre isso. O que isso tem ligação com o caso da VasCOM, eu não sei.

Continua após publicidade

Leia também: 7×09 de Chicago Med teve prisão de médico com reviravoltas

Mas Vanessa deixou claro para Maggie que não se arrependeu de ter aberto sua relação assim para o público. Ela foi para ali buscando um emprego, mas foi graças a Maggie que ela foi adquirindo confiança em si mesmo então, por um lado, conhecer sua mãe biológica acabou sendo seu grande presente.

Continua após publicidade

Acho que Vanessa está melhorando como personagem, mas ela ainda não me desce muito. Se ela tiver oportunidade de ficar na série, gostarei de ver seu desenvolvimento dentro da trama.

Continua após publicidade
Chicago Med 7x10
Imagem: Divulgação.

Pacientes trazem histórias interessantes

Este episódio fez o que Chicago Med há muito tempo não fazia: despertou o melhor dos médicos. Por vezes, nós os vemos infligindo regras, ou solucionando a situação de uma forma que não era para ser feito. No entanto, eles são humanos e cometem deslizes.

Continua após publicidade

Mas esse lado humano deles também pode ser visto de outro ângulo. Neste episódio, por exemplo, tivemos o melhor de muito deles. Mesmo naqueles que insistem em fazer coisas duvidosas sempre.

Crockett e Pamella cuidam de um caso delicado de transplante

Eu estou adorando a dinâmica de Crockett e Pamella em Chicago Med, com os casos de transplantes. Acho que além das situações de emergências, esses casos clínicos específicos contribuem muito para a série, e fazem os médicos se aprofundarem ainda mais dentro da história.

Crockett por exemplo está mostrando um lado ainda mais humano do que ele já aparentava. Neste caso, ele tentou ajudar o paciente que precisava de um rim, e sua única chance era um filho que tinha problemas mentais. No entanto, Crockett tentou a todo custo a poupar o filho, enquanto Pamella já queria uma abordagem mais agressiva. Só que o dia acabou sendo salvo por ninguém menos do que Dean, que basicamente empurrou os órgãos de um paciente que se sentia culpado pela morte de um outro homem. Tudo isso, a partir da fala do mesmo, que enfatizou que ele estava dando a vida dele pela a vida do outro que ele tirou.

Como Dean entendeu que ele precisava fazer sentido para a morte do cara, nada mais justo do que conduzir os seus órgãos para quem precisa, com o aval da família. Achei bem legal a história, e mostrou um outro lado de Dean que gostei.

Já sobre Pamella e Crockett, eles estão mantendo o lado profissional em alta. Mas eu duvido muito que isso vá ficar desse jeito, principalmente com a filha de Pamella rodeando Crockett sempre. Acho que o médico vai se encontrar numa sinuca de bico, que o colocará mal com as duas.

Chicago Med não está o suprassumo da franquia Chicago, mas já esteve bem pior. Acredito que essa temporada está dando uma estabilizada nas tramas, então está até legal de acompanhar. Vamos ver como que essa história do FBI continuará dentro da série e o que ele vai causar.

Nota: 4/5