A jogada genial que Breaking Bad fez com Walter White

Breaking Bad é lembrada por muitos pontos, mas talvez o maior deles foi a jogada genial que a série teve com Walter White.

Walter White Breaking Bad
Imagem: Divulgação.

Em “Breaking Bad”, a aclamada série que Vince Gilligan criou, testemunhamos a chocante transformação de Walter White (interpretado por Bryan Cranston). Ele vai, em cinco temporadas, de um pacato professor de química para o impiedoso senhor das drogas, Heisenberg. Essa metamorfose, claro, cativa os espectadores com sua intensidade. Mas também provoca reflexões sobre a maneira única com que a série explora a deterioração de seu protagonista, desafiando a expectativa comum de que personagens se desenvolvam positivamente ao longo de uma trama.

A jornada de Walter White se desenrola através de decisões questionáveis que ele inicialmente justifica pela necessidade de garantir o futuro financeiro de sua família após receber um diagnóstico terminal. No entanto, à medida que a história se desenrola, torna-se claro que a ascensão de Walter no mundo do crime ultrapassa suas motivações iniciais. Revelando uma ânsia por poder e reconhecimento que sempre esteve presente em seu caráter.

Saiba mais sobre Breaking Bad:

Walter White Breaking Bad
Imagem: Divulgação.

O que torna “Breaking Bad” fascinante é a capacidade da série de manter o público engajado na história de um personagem que se afunda em comportamentos cada vez mais reprováveis a cada episódio. Walter White desenvolve a capacidade de enfrentar aqueles que o prejudicaram no passado. Mas ao mesmo tempo, ele se transforma em um traficante de drogas. Cometendo atos de violência e negligenciando sua família, o que nos faz questionar os limites morais e éticos de suas ações.

“Breaking Bad” se destaca não só pela sua narrativa envolvente e coerente, mas também por desafiar a percepção do espectador sobre redenção e corrupção de caráter. A transformação de Walter White serve como um lembrete sombrio de que, sob circunstâncias extremas, os aspectos mais obscuros da natureza humana podem surgir. O que pode levar a uma ruína irreversível.

No final, “Breaking Bad” redefine as expectativas do público sobre o desenvolvimento de personagens em séries de televisão. Dessa forma, mostrando que uma jornada negativa, quando bem construída e justificada dentro do contexto narrativo, pode ser tão cativante quanto histórias de superação e crescimento.

Sobre o autor
Avatar

Matheus Pereira

Redação

Jornalista, curioso e viciado em cultura. Escreve há quase 10 anos no Mix e Six Feet Under é sua série favorita.

Baixe nosso App Oficial

Logo Mix de Séries

Aproveite todo conteúdo do Mix diretamente celular. Baixe já, é de graça!