Atriz de The Handmaid’s Tale esteve no Brasil para divulgar a série, confira

Imagem: Paramount
Imagem: Paramount/Vueoficial/Vue Fotografia

Madaline Brewer, de The Handmaid’s Tale, veio ao Brasil para divulgar a série

Aconteceu hoje (30), no Hotel Emiliano em São Paulo, a entrevista coletiva com a atriz Madaline Brewer, a Janine/Ofwarren (mais tarde Ofdaniel) da aclamada série Handmaid’s Tale – O Conto da Aia. Madaline veio ao Brasil para a divulgação da segunda temporada da série, que estreia dia 2 de setembro, às 21 horas, no Paramount Channel. Nós estivemos lá e vamos contar tudo para você.

Continua após publicidade
Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Para quem ainda não conhece a história, Handmaid’s Tale se passa no lugar fictício chamado Gilead, uma sociedade totalitária governada por um regime fundamentalista, que antes fora os Estados Unidos. Devido aos altos níveis de poluição e às doenças sexualmente transmissíveis, a taxa de natalidade começa a despencar e Offred (Elizabeth Moss) é uma das poucas mulheres férteis remanescentes. Neste contexto, ela é forçada a servir como aia ao regime, que vê nesta condição a última tentativa de repovoar o mundo. Offred é obrigada a conviver com o Comandante Fred Waterford (Joseph Fiennes) e sua cruel esposa, Serena Joy Waterford (Yvonne Strahovski) e tem um único objetivo: sobreviver e encontrar a filha que lhe foi tirada pelo regime.

Continua após publicidade

Baseada no best seller homônimo de Margaret Atwood, a série já premiada no ano passado teve 20 indicações no Emmy 2018, incluindo “Melhor Série Dramática”, “Melhor Atriz de Série Dramática (Elizabeth Moss), “Melhor Roteiro em Série Dramática” e “Melhor Direção em Série Dramática”, entre outros.

Madaline Brewer nasceu na Filadélfia e foi criada em New Jersey. Graduada pela “American Musical and Dramatic Academy” (AMDA), ela estudou teatro musical e é cantora de formação clássica. Em The Handmaid’s Tale, a atriz faz o papel de Janine, uma aia com uma psique frágil que teve o olho direito removido como punição por mau comportamento no regime. Na primeira temporada, ela está convencida que seu Comandante a ama e quer fugir com ela e começar uma família.

Continua após publicidade
Imagem: Hudson Taylor/Release via Paramount Channel

[spacer height=”10px”]

Durante a entrevista, Madaline nos contou mais detalhes sobre a produção, o dia a dia nos bastidores e deu sua opinião sobre os temas fortes e super polêmicos da série. A seguir, confira os principais trechos.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Cena favorita

A atriz contou que sua cena favorita durante as duas temporadas da série foi o nascimento de sua filha, Charlotte. Ela disse que apesar de ter sido uma cena super cansativa a intensa, foi feita com muito amor por ela por entender o significado do momento para a sua personagem.

Expectativa para o Emmy 2018

Madaline conta que está ansiosa pelo resultado, que sabe da pressão que a série sofre por ter vencido no ano passado, mas confessa que existem concorrentes bem fortes e acredita que a televisão está vivendo um ótimo momento. Se não vencerem, ela diz que ela e toda a equipe da série continuarão trabalhando fazendo sempre o seu melhor para os fãs da série.

A maquiagem de Janine

Questionada sobre como era atuar com a maquiagem de sua personagem, que não tem o olho direito, ela contou que a maquiagem demora 45 minutos para ser feita e confessa que atuar com ela é um desafio “chato e irritante”, que por vezes se sente desorientada por enxergar apenas com um olho. Por outro lado, quando ela veste o famoso figurino vermelho de aia, é o momento que ela se sente mais próxima à personagem, como se a roupa fosse uma “segunda pele” para ela.

Imagem: Paramount/Vueoficial/Vue Fotografia

[spacer height=”10px”]

Mocinhas e vilões

Quando perguntada sobre quem eram as mocinhas e quem seriam os vilões da série, Madaline disse acreditar que as aias são boas, as vítimas da história, porém ela disse também que nem todas as personagens conseguem ser boas durante o tempo todo em Gilead. Ela ainda citou o caso da personagem Serena, esposa do Comandante Waterford e uma das fundadoras do regime, que em diversos momentos acaba também se tornando vítima daquilo que ajudou criar.

A personalidade de Janine

Madaline vê sua personagem de forma diferente nas duas temporadas da série. Na primeira, Janine era uma aia iludida, já na segunda ela diz que a aia está agradecida por estar viva e usa a esperança como forma de sobreviver e não deixar o Gilead vencer.

Relação de Handmaid’s Tale e os dias atuais

A atriz acredita que, infelizmente, a política dos dias atuais, principalmente nos Estados Unidos, é um prelúdio do que acontece na série. Ela diz que movimentos ativistas como o #MeToo a encorajam para atuar com ainda mais confiança e honra.

Imagem: Mix de Séries

[spacer height=”10px”]

Como ela seria em Gilead

Questionada de como ela agiria caso fosse parar em Gilead, disse que tentaria ser uma mulher firme e forte, mas sabe que fatos como o que aconteceu com Janine, como perder um olho, poderiam fazer ela desmoronar. De fora, ela diz acreditar que se recusaria a sucumbir, assim como Janine fez.

Continua após a publicidade

Como último recado, Madaline Brewer foi convidada a dar motivos aos telespectadores que ainda não assistem a série a começarem assistir. Ela disse que acha The Handmaid’s Tale um ótimo programa, com grandes atuações e uma produção muito bem feita. Segundo ela, a série é “arte em todos os níveis”. Além disso, acredita que seja bom para os telespectadores que eles sejam exigidos a pensar, como em The Handmaid’s Tale, sentindo-se desafiados a cada episódio.

[spacer height=”10px”]

Não esqueça: neste sábado, a partir das 16 horas, e domingo, a partir das 11 horas, o Paramount Channel exibe uma megamaratona com todos os episódios da primeira temporada de The Handmaid’s Tale.

No domingo, às 21 horas, o canal transmite o primeiro episódio da atual temporada, com exclusividade na TV paga em toda a América Latina. Imperdível!

Reportagem por Fabiano Brum

Leia mais: 2ª temporada de The Handmaid’s Tale é maior, melhor e absolutamente imperdível