Brian J Smith, de Sense8, se assume gay e revela “dor na infância”

Brian J Smith sai do armário

“Tive que ter muito cuidado para contar as pessoas sobre mim”

Brian J Smith, conhecido por seu papel na série Sense8, da Netflix, e por estrelar o spin-off de Jason Bourne, do canal USA, Treadstone, está se abrindo sobre sua sexualidade.

Continua após a publicidade

Na reportagem de capa da edição de dezembro da revista Attitude, o ator se assumiu gay enquanto revelou as dificuldades de crescer “no armário” no subúrbio do Texas. (via People).

“Eu estava apavorado. Na escola, eu realmente não conseguia me encaixar em lugar nenhum. Eu não era atleta ou nerd”, disse ele à revista. “Esqueça qualquer união ou grupo [LGBTQ +]. Não havia absolutamente nada. Eu estava completamente sozinho. Ouvi todos os nomes: p—-, f—–.

“Eu nunca podia ser quem eu era“, acrescentei. “Além disso, eu estava constantemente tendo que me controlar e me certificar de que não estava olhando para alguém por muito tempo ou fazendo com que alguém se sentisse desconfortável.”.

Todavia, completo

Carreira de ator ajudou Smith

Todavia, para Smith, atuar tornou-se um lugar onde ele podia escapar daqueles sentimentos difíceis. Eu me envolvi em produções teatrais do ensino médio. Na frente de uma platéia, eu desapareci e me tornei outra pessoa“, disse Smith à Attitude. “Eu tinha 600 alunos na escola, e todos provavelmente pensaram que eu era um idiota absoluto, um nerd. [Mas] no palco, eles prestaram atenção em mim e viram que eu tinha alguma coisa. E foi aí que não me senti sozinho.“.

Com o tempo, dessa forma, Smith perseguiu essa paixão seguindo a carreira de ator. Em Sense8, projeto da Netflix a qual participou, Smith interpretou um personagem pansexual. “Lembro-me de estar tão relaxado”, Smith lembrou-se da série, cancelada em 2017 após duas temporadas (mas acabou retornando com um filme final especial). “Pensei: finalmente, posso ser eu mesmo, não preciso expor para nenhuma dessas pessoas”.

 

Embora ele esteja em um lugar melhor agora, tendo assumido para sua família em 2011, Smith admitiu à Attitude que sua dor na infância ainda é algo que ele canaliza em seu trabalho.

“Eu tive que ter muito, muito cuidado ao dizer às pessoas a verdade sobre mim“, disse Smith. “Ainda reflete [a dor que ele teve na infância]. Muito do meu trabalho é sobre isso. As coisas que me emocionam como ator são os ecos que surgem.”

A edição de dezembro da Attitude já está nas bancas dos EUA. Além disso, completo.

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.

No comments

Add yours