Chicago Fire: trama de Brett na 8ª temporada está preocupando fãs

Brett Chicago Fire está preocupando fãs

Será que vem problemas por aí em Chicago Fire?

A paramédica Sylvie Brett, de Chicago Fire, se reuniu com sua mãe biológica no mais recente crossover entre Chicago Fire e Chicago PD – exibido na semana passada nos Estados Unidos.

E o encontro a sua mãe Julie foi bem o suficiente para que o medo valesse a pena. No episódio 16, exibido ontem (04) nos Estados Unidos, Brett e Julie (que está grávida da meia-irmã de Brett) passaram algum tempo juntos, e foi quando a mãe biológica soltou a bomba de que ela e seu marido Scott provavelmente se mudarão para Chicago. Julie não queria parecer que eles estavam invadindo a vida de Brett, mas Brett garantiu à mãe biológica que estava feliz com a mudança. Isso pode acabar bem para Brett ou ela está fadada a enfrentar problemas com essa mudança?

Seja pela via positiva ou negativa, o público que assistia ao episódio reagiram com empolgação para a trama, que deverá agitar a série e colocar Brett no centro das histórias. Mas o fato das consequências negativas serem grandes, passou a preocupar os fãs. 

Existem três maneiras óbvias do relacionamento de Brett com sua mãe biológica, mas o Mix de Séries analisa que apenas uma dessas será boa. Nós vamos trazer algumas opções do que poderá acontecer abaixo, e você decidirá por qual torcer.

Continua após a publicidade

O futuro de Brett em Chicago Fire

Existe uma possibilidade bem positiva neste cenário: Julie e Scott se mudarem para Chicago poderia fazer muito bem para Brett. Embora ela ame seus pais adotivos, ela não tem família próxima de Chicago, e ter Julie e sua futura irmãzinha por perto poderia ajudar. De acordo com Julie, Scott se sentiu mal por seu tratamento rude com Brett quando eles se conheceram brevemente, então talvez até Scott possa ser bom para Brett. Talvez Julie e Scott se mudarem para Chicago seja a melhor coisa que acontecerá com Brett em muito tempo.

Mas a trama também poderia partir seu coração. Uma das formas é Julie não ser o que parece, afinal, elas não se conhecem há muito tempo, e Brett está confiando bastante em Julie. É certo que nada sobre Julie foi realmente superficial para justificar o alarme, embora o público tenha tido algumas suspeitas sobre Scott após sua aparição.

Tanto o público quanto Brett simplesmente não sabem muito sobre eles, além do fato de que ela desistiu de cuidar de Brett depois de dar à luz na adolescência. E que agora, queria entrar em contato com sua filha para passar um tempo com ela. Não gostaríamos de pensar o pior, mas é bem estranho essa reaproximação agora. Será que a bebê está já diagnosticada com alguma doença e precisará da ajuda de Brett, em algum sentido biológico? Não sabemos.

Outro fato de risco envolve a gravidez da Julie. Ela já está na casa dos quarenta, e vimos neste episódio que não está sendo um fácil momento. Será que a gravidez poderia resultar em algo trágico, a ponto de mantar a recém chegada mãe de Brett? Chicago Fire já matou outros parentes antes, então tudo é possível.

Se caso Brett venha enfrentar uma tragédia, certamente será de partir o coração. Mas poderia ser um momento de vulnerabilidade que ela se entregaria a Casey? Tudo está desenhando para isso. Mas teremos de aguardar para ver os rumos de Chicago Fire.

A série continua em exibição nos Estados Unidos todas as quartas, pela NBC. No Brasil, os episódios são exibidos na segunda, pelo Universal.

Siga agora a TAG de Chicago Fire no Mix de Séries e fique por dentro de todas as novidades.

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

No comments

Add yours