Chicago Med desagradou no episódio 7×11 e foi sem graça

Em Chicago Med, tramas se enfraquecem e não levam a lugar algum.

Chicago Med 7x11
Continua após publicidade

Chicago Med trouxe um episódio bem mais ou menos nesta leva da sétima temporada. Talvez, para compensar os episódios bons que ela apresentou no início.

Continua após publicidade

Como disse anteriormente, a temporada vinha criando uma consistência, em parte graças aos novatos. Mas, após a trama da VasCOM ser solucionada, em partes, confesso que dei uma desanimada.

Episódio em nada acrescentou

Este décimo primeiro episódio da sétima temporada realmente em nada acrescentou à trama de Chicago Med. Foi mais aquele “enche linguiça”, que não contribui tanto para o desenvolvimento dos personagens.

Continua após publicidade
Continua após publicidade

Leia também: Antiga estrela de Chicago Med quer voltar para a série

Acredito que a trama mais interessante neste episódio em si foi o caso que Dylan atendeu, de um garotinho que tinha fraturado o braço e, de repente, acabou descobrindo um tumor no local.

Mas, na verdade, o caso em si foi o de menos, uma vez que a mãe do garoto e o pai eram antigos amigos do médico. Só que a amizade acabou, devido Dylan ter se envolvido com a mulher. No entanto, acredito que o médico aqui foi bem profissional. Só que, em certo ponto, ele sentiu a perda de ambos, e o episódio quis mais trabalhar sobre arrependimentos e recomeços. Embora eles não tenham se acertado, ficou uma mensagem bonita de que às vezes é preciso tentar.

Continua após publicidade
Chicago Med 7x11
Imagem: Divulgação.

Maggie e Vanessa não sabem onde vão parar em Chicago Med

Eu não estava muito animado para essa trama de Maggie e Vanessa em Chicago Med, mas confesso que agora estou ficando curioso para ver onde ela vai parar.

Continua após publicidade

Leia também: 7×10 de Chicago Med colocou hospital sob a mira do FBI

Primeiro, porque é mais uma oportunidade de vermos Maggie tendo uma trama com bastante foco em si. Acredito que essa é a primeira vez que a série se aprofunda em sua subtrama, visto que, quando ela teve câncer, eu achei bem mal aproveitado tudo o que aconteceu com ela.

Continua após publicidade

Só que, embora eu achasse que Maggie e Vanessa mantivesse uma relação apenas profissional, Vanessa parece estar virando uma chave e criando um vínculo emocional com a mãe biológica.

Continua após publicidade

Acho que para onde essa trama está se encaminhando poderia ser algo extremamente doloroso para Maggie. Mas ainda temos que pensar nas implicações que tudo isso pode trazer para a personagem dentro do hospital. Só que, em se tratando de ética, os médicos de Chicago Med não são lá muito ligados.

Continua após publicidade

Neste episódio, Vanessa convidou Maggie para jantar com seus pais adotivos e a situação foi bem constrangedora. Eu meio que senti que Vanessa pode ter forçado a situação, então, não sei quais serão os desdobramentos dessa trama. Mas que fiquei curioso, fiquei.

Chicago Med 7x11
Imagem: Divulgação.

Casais estão fracos nesta temporada

Se outrora os casais de Chicago Med dominavam as histórias, agora, nesta temporada, tais relações ficaram em segundo plano. Crockett e Blake ensaiaram algo, mas, por enquanto, deverá ficar naquilo mesmo.

No entanto, Will já está correndo atrás de Hammer, que confessou ao colega que ela estava casada – e esperando os papéis do divórcio saírem. Então, quando ela finalmente aceitou jogar boliche com o colega, os papéis chegaram e ela não ficou bem. Coitado do Will, não consegue nem investir em uma possível relação.

Pois bem, como dito, este episódio não acrescentou muito. Aguardando o que vem por aí, mas espero que Chicago Med não comece a decair novamente. Estou aproveitando enquanto ainda estou com vontade de continuar a assistir os episódios.

Nota: 3/5

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.