Crítica: 15×17 de Supernatural foi sensacional

Critica Supernatural 15x17

Supernatural engata na reta final

Depois de reclamar horrores do episódio anterior (e da décima quinta temporada de Supernatural como um todo), FINALMENTE posso vir aqui elogiar o mais recente episódio.

Continua após as recomendações

Sem sombras de dúvidas, esse foi, de longe, o melhor episódio da temporada. Teve ação o suficiente para te deixar curioso para ver o que seria mostrado a seguir! É disso que fã gosta!

Para começar, a Amara resolveu voltar do churrasco em que ela havia sido esquecida quando viu e sentiu o retorno de Chuck ao universo original da série. A Escuridão resolve, então, tentar convencer seu irmão a não destruir tudo aquilo que ele havia criado. Os dois passearam… Ela o levou até o Céu, na inútil tentativa de demovê-lo de suas ideias destrutivas, mas nada funcionou. Inclusive, foi bom ver, mesmo que muito rapidamente, o Céu, que até onde sabíamos, enfrentava sérias dificuldades para se manter. Nada foi dito ou feito sobre isso. Contudo, é bom saber que os roteiristas ainda se lembram de mais esse que estava esquecido no churrasco!

Continua após a publicidade

Amara prende Chuck

Como seu plano não funcionou, a Escuridão resolveu entregar seu irmão para os Whinchesters. O que ela não previa era que ele viraria o jogo e lhe contaria que Dean mentiu ao dizer que apenas prenderia Chuck. Ele confirmou a teoria de que grande parte dos acontecimentos que vimos até ali foram escritos por ele mesmo!

Eu adorei a parte em que Chuck fala que as pessoas não entendem sobre onisciência e que, mesmo não podendo ler o seu livro da Morte, ele controla tempo, espaço e pode manipular as pessoas e o que se passa. Sendo assim, ele controla a sua morte! Inclusive, tenho que elogiar a atuação do Rob Bennedict, que eu achei excelente por sinal!

No final das contas, Chuck também manipula Amara para que ela consentisse, no momento que convém ao Todo Poderoso, em se unir a ele. Adorei a cena em que um olho de Chuck brilha com a luz e, no outro, vemos a escuridão.

Entretanto, me irrita isso da Amara ser tão manipulável! Eu não acho legal esse lado dela, não! Espero que seja parte de algum plano dela para destruir o Chuck de dentro para fora! Se não for…. acho bem ruim.

Imagem: Divulgação.

Dean agradece Jack

Depois de dizer para Sam que Jack não era parte da família e o nefelim ouvir isso, Dean meio que se arrepende do que disse, após ter levado o Jack para cumprir com a última etapa do plano de Billie (que de acordo com Chuck era o plano dele, na real). Eles acabam conhecendo Adão, o primeiro homem, e descobrem que a costela dele seria um dos ingredientes necessários para acabar com Chuck.

É na volta para casa que Dean agradece Jack por seu sacrifício. Em seguida, Jack se fere com a costela e dá início ao “plano de Billie”.

Billie quer ser Deus

Sam e Castiel ainda estavam inconformados com a decisão de Jack se sacrificar. Por isso, eles ficam no bunker, na tentativa de encontrar uma saída. E encontram. Eles resolveram procurar a chave para a Bilbioteca da Billie e o Sam decide ir até lá.

Ao chegar, ele encontra o outro esquecido no churrasco chamado Vazio! Os roteiristas optaram por tampar alguns buracos de uma vez só! O próprio Vazio explica para Sam a questão de que “qualquer um” entrava e saía de lá quando quisesse. Ele explicou que a Billie prometeu consertar isso, quando assumisse o controle de tudo.

Bom, se o plano realmente tivesse tudo para dar certo e Chuck e Amara se fossem, mesmo, alguém precisaria colocar ordem na casa, não? E a Billie se achou no direito e qualificada o suficiente para isso. Poderia ser legal, até.

Sam manipula, então, o Vazio e consegue retornar para o bunker, junto com o Livro da Morte de Chuck!

No fim das contas, Sam e Dean se enfrentam e Dean aponta uma arma para a cabeça de Sam, pois o mais novo não queria deixar que Jack se sacrificasse.

Após certa tensão, Dean abaixa a arma e Chuck aparece e ordena que Jack morra (DE NOVO!). No início, só achei chato isso se repetir. Depois, achei que fazia sentido, porque o Jack poderia enfrentar o Chuck.

Contudo, pensando melhor, não sei se o Jack teria, realmente, condições de fazer frente a Chuck (ainda mais depois que ele consumiu a Amara), ou se ele optou por matar Jack de novo, apenas por diversão.

O que vocês acharam disso tudo? Deixem nos comentários e, igualmente, continuem acompanhando as novidades de Supernatural aqui no Mix de Séries.

  • Além disso, sigam nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixem também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fiquem por dentro de todas as matérias do nosso site.
Nota do episódio9
Crítica do décimo sétimo episódio da décima quinta temporada de Supernatural, da CW, ititulado "Unity".
9

1 comment

Add yours
  1. Supernatural: 15ª temporada mata mais um amado personagem - Mix de Séries 6 novembro, 2020 at 11:21 Responder

    […] Leia também: Crítica, 15×17 de Supernatural foi sensacional […]

Post a new comment