Crítica: 17×12 de Grey’s Anatomy abordou temas polêmicos

Crítica Greys Anatomy 17x12

Grey’s Anatomy continua a surpreender

Grey’s Anatomy finalmente conseguiu assumir as rédeas e vem fazendo uma décima sétima temporada bastante agradável. A cada episódio, o seriado vem nos surpreendendo e mostrando que os coadjuvantes também possam ser protagonistas.

Continua após as recomendações

Abordando temas polêmicos, esse episódio conseguiu deixar os fãs surpresos com o andar da carruagem. Enquanto o mundo lida com a pandemia, muitos lidam com o preconceito que vem crescendo cada vez mais.

Num momento tão delicado, qualquer gesto ou atitude mal interpretada pode gerar graves consequências. Ver isso sendo tratado num seriado como Grey’s Anatomy é muito importante, pois consegue fazer com que refletimos sobre nossas atitudes.

Continua após a publicidade

Ficção ou realidade?

O episódio já começa abordando sobre os protestos a favor das vidas negras. O movimento BLM (Black Lives Matter) vem crescendo muito nos últimos meses. Quando vemos isso sendo abordado num seriado como Grey’s Anatomy, temos a chance de avaliar nossas atitudes.

Pode até parecer bobagem, mas não é. Quando assistimos o desabafo de Winston sobre a “perseguição” dos policiais, sentimos uma raiva tremenda pelo o que fizeram com ele. É revoltante sim, porém, não chega nem aos pés do que vem acontecendo nos Estados Unidos atualmente.

Além disso, Bailey teve que ter muita paciência e jogo de cintura para lidar com um paciente que acredita que a c 0 v i d é uma conspiração do governo e uma mera gripezinha. Quantas vezes não escutamos isso?

Pode até alguém estar com o vírus e não apresentar sintomas, mas isso não quer dizer que não devemos nos preocupar. Pelo contrário, devemos nos proteger e também as pessoas que amamos. O desespero de Bailey e a forma como ela lidou com tudo isso foi digna de aplausos. Eu mesma não saberia como reagir no lugar dela.

Reflexões

Quando um episódio tem esse poder de nos deixar questionando depois que assistido, é porque ele conseguiu alcançar seu objetivo e, na maioria das vezes, é um excelente episódio.

Crítica Greys Anatomy 17x12

Imagem: Divulgação.

Raramente vemos um seriado durar tanto e continuar apresentando conteúdo. Os roteiristas fizeram um ótimo trabalho ao deixar Meredith um pouco de lado e deixar Richard narrando o episódio. Se existe alguém que brilhe tanto quanto Mer, esse alguém é o Richard.

Sem mencionar que mesmo não atuando como médica, nossa heroína é capaz de incentivar futuros médicos a fazerem o impossível. Schmitt brilhou salvando a vida daquele homem e vem crescendo no seriado. Da mesma forma é muito bom saber que Grey’s Anatomy não se resume apenas em Meredith Grey.

Uma coisa é certa: Grey’s Anatomy tem esse dom de tocar nas feridas e nos deixar sem palavras.

PS 1: Amei os casos desta semana. Confesso que fiquei com o coração na mão quando o policial obrigou Winston a desligar o telefone.

PS 2: Jackson parece que nunca aprende a lição. Será que se arrependeu de se divorciar da April? Ou percebeu que ele é uma exceção no meio do caos?

PS 3: Só eu reparei o quanto Meredith envelheceu nessa temporada?

Segue o vídeo promocional do próximo episódio de Grey’s Anatomy.

E você, o que achou do episódio? Deixe nos comentários. Além disso, não deixe de acompanhar todas as novidades do mundo das séries aqui no Mix de Séries.

Nota do Episódio9
Review do décimo segundo episódio da décima sétima temporada de Grey's Anatomy, intitulado de "Sign O' the Times".
9