Crítica: 17×18 de NCIS revelou mais sobre passado de Jack Sloane

Critica 17x18 NCIS

História de NCIS teve aprofundamento

Voltamos para mais um NCIS. Em um lago onde uma corrida de patos de borracha acontecia, o corpo do suboficial de primeira classe Jeremy Whistler foi encontrado embaixo d’água com marcas de ligadura em seu pescoço. Em seu celular, algumas SMS de sua esposa e uma mensagem de voz o ameaçando de morte.

A equipe iniciou a investigação sobre a vítima e descobriram que o suboficial era um santo! Trabalhava em um sopão local, resgatava gatinhos em seu tempo livre e era líder dos escoteiros. A esposa de Jeremy, Ramona, alega que seu marido não era infiel e era genuinamente um bom homem o qual todos amavam.

O que leva um homem tão bom como ele ser morto e despejado em um lago?

McGee rastreia a mensagem ameaçadora até Beverly Berkshire, estudante do Colégio Técnico Aspire, onde Jeremy estudava. Ele e Torres se dirigem até lá e conhecem o reitor do colégio, Dean Patterson.

Após uma breve apresentação sobre a Aspire, Dean os leva até Beverly, antiga parceira de laboratório de Jeremy, que acabou sendo abandonada por ele na semana anterior e ficou presa a um estranho e cabeludo homem como seu parceiro. Ela admite ter sido a pessoa responsável pela ameaça no correio de voz do suboficial e confessa a eles que Jeremy, utilizando o login deles, havia hackeado o sistema da escola, provavelmente para ter acesso as informações financeiras dos alunos.

Continua após a publicidade

Beverly oferece a eles um sólido álibi que logo a elimina como suspeita.

Acontece que o nosso suboficial escoteiro, era nada menos que um hacker procurado pelo FBI Cyber, chamado TerrorCastor, conhecido por fraudar senhoras.

Durante a autópsia, Jimmy Palmer descobre que o suboficial havia sofrido um ferimento a faca alguns meses antes de ser morto. E devido a gravidade do ferimento, era impossível que a esposa não soubesse sobre.

Questionada por Gibbs, Ramona admite que sabia sobre as fraudas de Jeremy, mas que ele apenas o fazia para cobrir as despesas médicas de sua filha que sofre de neuroblastoma. Além disso, Ramona jurou que seu marido buscava por um recomeço. Além disso, ela dá a Gibbs a identidade do homem que havia esfaqueado seu marido: Taye Tanner.

TerrorCastor e TerrorPollux

Eles haviam sido presos juntos quando adolescentes e serviram a Marinha juntos, mas Tanner foi flagrado roubando o Seguro Social de seus companheiros e desonerado.

Através de uma pista encontrada por Kasie, eles descobrem que Tanner possuí uma conta no Instagram, TerrorPollux, onde costuma postar fotos de sorvetes de menta com chocolate diariamente. Kasie consegue rastrear a sorveteria onde Tanner costumar ir após seus torneios de Laser Tag para tomar seus diários sorvetes.

Durante o interrogatório, Tanner admite ter esfaqueado Jeremy durante uma calorosa discussão, após o parceiro ter transferido o dinheiro do esquema deles para uma poupança criada para pagar as vítimas de seus esquemas fraudulentos. Mas Tanner garante não ter sido o responsável pela morte do suboficial e oferece um álibi sólido para os investigadores, que o elimina como suspeito.

Sem mais pistas a seguir, Gibbs ordena que Bishop e McGee voltem ao colégio técnico. Porém ao chegarem lá, eles descobrem que o prédio foi esvaziado. Não havia mais nada lá.

Colégio Técnico Aspire

De volta ao QG da NCIS, eles investigam um pouco mais a fundo o Colégio Técnico Aspire, e Kasie descobre que a escola funciona como esquema “pop-up” fraudulento. Basicamente, vigaristas alugam um espaço, iniciam as inscrições para novos alunos e os convencem os estudantes a adquirirem créditos estudantis antes de desaparecerem e recomeçarem em outro lugar.

Na sala de interrogatório, Dean Patterson, confessa que é na verdade um vendedor de carros usados e aspirante a ator que apenas foi recrutado para conseguir atrair o maior número de alunos possíveis para a escola. O recrutador? Ninguém menos que o parceiro de laboratório estranho e cabeludo de Beverly, Portland Douglas.

O suboficial Whistler havia descoberto sobre o esquema da Aspire e enviou diversos e-mails a Portland o chantageando. Então, Douglas decide se passar por aluno da Aspire para poder descobrir quem é a pessoa por trás dos e-mails. Quando descobre que é o suboficial Jeremy Whistler, Douglas o estrangula com seu cinto até a morte.

Sloane e Faith

Mas além desse caso sobre fraudes e vigaristas, nesse episódio pudemos acompanhar a evolução do relacionamento entre Jack Sloane e sua filha, além de descobrirmos mais sobre o passado de Sloane.

Em uma rápida visita ao escritório, Faith diz a Jack que o real motivo de ter pedido a ela sobre seu histórico médico foi para um exame de fertilidade. E então, Faith joga a bomba: “quem é meu pai?”. Essa pergunta deixa Sloane claramente abalada. Vance, que já sabia sobre esse segredo de Jack, lhe oferece apoio e diz a ela para fazer o que é certo.

Imagem: Reprodução

Em uma conversa com Gibbs, Jack detalha que quando era caloura na universidade, ela foi até uma festa com alguns amigos e acabou bebendo muito e passando mal. Ela, então, pede a um amigo uma carona. Mas, ele ao invés de levá-la embora, acaba por se aproveitar de seu estado vulnerável e a estupra. Assustada, sentindo-se culpada, Jack abandona tudo. Seis semanas após o ocorrido, ela descobre que está grávida.

Em dúvida sobre como agir, Jack decide confrontar seu estuprador. Sloane age de forma bem direta, contando a ele sobre Faith e diz que em alguns dias ela aparecerá por lá e que ele deverá dar tudo o que ela quiser e em seguida terá que dizer que não há espaço para ela em sua vida e irá afastá-la.

Dúvidas no ar

Sloane e Faith se encontram em um café para conversarem sobre a visita dela ao pai, alguns dias depois. Faith, sem rodeios, diz que sente que há algo mais na história contada por Jack, que já havia atendido vítimas de estupro o suficiente para saber que aquilo não havia sido um caso. Então, Sloane finalmente se abre com sua filha sobre aquela noite, o motivo de tê-la colocado para adoção. Faith, emocionada, diz a Jack que ela lhe deu uma vida maravilhosa e a agradece por isso.

A confirmação, vinda de sua própria filha, de que a colocar para adoção foi a melhor coisa que ela poderia ter feito, foi um grande respiro de alívio para Jack.

Jack Sloane

Ao longo dessa temporada, pudemos ver um grande avanço entre a relação de Jack Sloane e Faith. E enquanto essa relação é desenvolvida na série, mais sobre o passado de Jack nos é revelado. Sem dúvidas, ver Sloane enfrentando seu estuprador foi a melhor coisa que esse episódio proporcionou a nós. Ao longo das temporadas, foi extremamente gratificante poder ver Jack Sloane enfrentando seus demônios e nos mostrando o quão forte ela é.

E vocês, o que acharam do episódio de NCIS? Deixem nos comentários.

Confiram o vídeo promocional do próximo episódio de NCIS abaixo. Além disso, sigam agora a TAG de NCIS aqui no Mix de Séries e fiquem sabendo de todas as novidades da série.

Nota do episódio8
Crítica do décimo oitavo episódio da décima sétima temporada de NCIS, intitulado "Schooled", exibido nos Estados Unidos pela CBS.
8
Tags NCIS
Avatar

Ana Carolina

Jornalista e comunicóloga. 23 anos. Jundiaí - SP.

Post a new comment