Crítica: 2×01 de Timeless mostra para valer o potencial incrível que a série possui

Imagem: Divulgação/NBC
Imagem: Divulgação/NBC

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

Timeless retorna de maneira esplêndida! Um ritmo que nos leva a crer que teremos o melhor da primeira temporada com mais ação e surpresas.

Embarque na nave do Mix e descubra o que aconteceu na season premiere! O que posso adiantar? Foi top!

Continua após a publicidade

Pois é, companheiros. Que saudade que eu estava dessa série! Ver os momentos históricos do mundo contados de uma maneira tão cuidadosa é algo que só Timeless sabe fazer. Um início bem sombrio, com a tentativa de destruição das empresas Maison, e com o recrutamento da Lucy por Rittenhouse. Foram dois choques que superam o episódio piloto. A construção de todos estes acontecimentos foi muito bem-feita.

Continua após publicidade

Por falar em envolvimento, Lucy e Wyatt têm um clima no ar inegável.

Shippo os dois demais e a química dos atores na tela funciona muito bem. Ver a saga do ex-guerreiro para encontrá-la, e dela mesma se prontificando ao sacrífico para barrar os planos da mãe foram dois momentos de muito ganho para um possível relacionamento entre os dois. Cada um enfrentando medos para, quem sabe, encontrar a felicidade um com o outro.

Continua após publicidade

Apesar de muita história boa, como a da inventora do Raio-X, da Primeira Guerra Mundial e da sobrevivência dos principais personagens das empresas Maison, ficaram dúvidas. O desenvolvimento principal acerca de Rittenhouse, com certeza, deve ser melhor abordado no segundo episódio. Já sabemos que diversos agentes foram espalhados em pontos estratégicos da história, só não falta saber como essa ligação será útil para os heróis impedirem a organização de dominar o mundo.

Penso que, até mesmo por ter poucos episódios, a série vai ter um ritmo bem eletrizante. Este era um elemento faltante na primeira temporada. Pelo visto veremos Flyyn agindo novamente em breve, numa espécie de acordo com Christopher e Lucy. É realmente um desserviço um personagem com tanto potencial ser afastado e preso. Aliás, até mesmo a agente Christopher, que sempre esteve meio que afastada de tudo, parece mais envolvida do que nunca.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Jiya, grande incógnita do final da primeira temporada, não teve grande destaque.

Na verdade, tudo está subentendido. Não vimos nenhuma de suas visões, apenas que ela sofre de algum mal. Ninguém suspeita do que pode ser, o que prova que o momento que isso for revelado será de grande importância para a trama e mal podemos esperar para que isso aconteça.

THE BLACKLIST MANDOU LEMBRANÇAS: Que final, meus amigos! Garcia Flyyn vai falar, mas apenas com a Lucy. Alguém duvida que o vilão vai fazer parte do trio parada dura?