Crítica: 6×18 de The Flash continuou fazendo mal uso de antagonista

Critica The Flash 6x18

Mais um decepcionante retorno de Godspeed em The Flash

O agora designado penúltimo episódio da sexta temporada de The Flash trouxe de volta o misterioso vilão Godspeed. Junto a ele tivemos o retorno de outro clássico antagonista do Velocista Escarlate, o Flautista. Mas ambos tiveram suas versões pós-Crise apresentadas, ou seja, vieram diferente do visto anteriormente. O episódio “Pay the Piper” pode até ser considerado filler em relação à trama central da temporada, no entanto tem um papel ainda maior do que o esperado pelos fãs.

Desde sua primeira aparição na temporada passada, Godspeed não tem sido bem aproveitado. Um grande velocista nos quadrinhos, em The Flash tem feito apenas pequenas participações até aqui. O temos visto enfrentando Flash, mas rapidamente sendo derrotado. Os roteiristas talvez tenham receio de caírem na mesmice ao colocar mais um velocista como principal antagonista. Com isso, rebaixaram o personagem a um outro papel. Sua participação neste episódio deixou bem claro qual é esse papel. O de dar indícios do próximo grande inimigo do Flash. E este episódio pode ainda ter dados pequenas dicas da identidade desse novo vilão.

O grande vilão da sétima temporada?

Depois de Nash fazer piada com a palavra “gêmeo”, vermos Godspeed roubando a velocidade de Barry a mando de alguém, e de vermos o sangue azul do vilão, é bem possível que em breve poderemos ver a adaptação do Azul Cobalto na série. Para quem não o conhece, nos quadrinhos se trata do irmão gêmeo de Barry, Malcolm Thawne, que converte seu ódio em uma chama mística azul. Mas o aspecto mais curioso do personagem é sua capacidade de roubar a velocidade de qualquer velocista e a usar a seu favor. Mais um dica, dessa vez dada por Grant Gustin em entrevista, é o fato de que o cliffhanger original da temporada que não chegou a ser gravado teria relação com Thawne. No entanto agora teremos que aguardar a sétima temporada para termos esta reposta.

Aquaman em The Flash?

As mudanças causadas no Flautista após a Crise enfim foram esplanadas neste episódio. Enfim tomamos conhecimento do porquê o personagem ter grande ódio por Flash. Esta nova versão de Hartley Rathaway trouxe uma grande melhora para os poderes do “anti-herói”. A união do Flautista e o Flash inclusive mostrou uma luta final muito boa para o episódio, trazendo ainda luz para os problemas enfrentados pelo team Flash.

Continua após a publicidade

Entre essas soluções está o ponto mais empolgante de todo episódio. Não só mais uma menção de Atlântida por Cisco, mas a ideia de que um objeto de grande valor para os planos do team Flash esteja presente no reino subaquático. Talvez não cheguemos a ver a cidade submarina em The Flash devido a limitações contratuais e financeiras, mas seria muito interessante a série começar a criar uma relação com o universo do Aquaman.

Muito diálogo, pouca ação

Talvez o grande ponto fraco do episódio tenha sido a grande quantidade de diálogos e discursos motivacionais por parte dos núcleos de personagens. Tivemos momentos marcantes sim, mas muito poderia ter-se encurtado para dar um aproveitamento melhor na solução dos problemas enfrentados pelos personagens. Seja fora ou dentro do universo dos espelhos, que por sinal teve quase nenhum desenvolvimento neste episódio, deixando esta missão para o episódio final da temporada.

Por mais que o episódio 19 não tenha sido escrito para ser o final da temporada, a torcida é para que Barry enfim consiga resgatar Íris e Kamilla dos espelhos e um primeiro embate entre o Flash e a Mestre dos Espelhos aconteça. O “final” dessa história ainda não saberemos como acontecerá no futuro, mas talvez essas mudanças drásticas possam ser bem aproveitadas dentro de The Flash.

Imagem: The CW/Divulgação

CURIOSIDADES:

– A forma com que Godspeed faz a volta na lateral do prédio para atacar Flash é exatamente igual a cena da season première. Entretanto, no primeiro episódio os papéis estão invertidos, sendo o Flash fazendo a manobra para atacar Godspeed.

– Nevasca aparece lendo “Uncage Desire”, livro escrito por Mick Rory de Legends of Tomorrow.

– Enquanto enfrentam Godspeed, Cisco diz que o Flash e o Flautista cruzaram seus raios. Uma referência ao filme Os Caça-Fantasmas (1984), onde é dito para os heróis nunca cruzarem os raios de suas armas ou o resultado seria imprevisível.

Estamos ansiosos com o próximo episódio e vocês? Deixem nos comentários. Continuem acompanhando todas as novidades do mundo das séries aqui no Mix de Séries e em nossas redes sociais (Instagram, Facebook e Twitter). Abaixo, o vídeo promocional do próximo episódio. Até lá!

 

Nota do Episódio8
Review do décimo oitavo episódio da sexta temporada de The Flash, da The CW, intitulado "Pay the Piper".
8
Tags The Flash
Avatar

Álefe Cintra

Jornalista e apaixonado por séries. Tem a mesma profissão de Clark Kent, usa óculos parecido, mas infelizmente não é super-herói. Grande fã de séries de super-heróis e fantasia. No Mix de Séries escreve as reviews de Arrow e The Flash.

No comments

Add yours