Crítica: 7×04 de The 100 mostrou-se superior aos anteriores

Critica The 100 7x04

Hesperides mostrou o que tanto se esperava: a imersão dos outros protagonistas a anomalia

Superior aos três primeiros episódios de The 100, “Hesperides” nos mostrou o que esperávamos dessa temporada – os outros planetas. Além disso, vimos a imersão dos nossos protagonistas à anomalia e eles descobrindo que Bellamy, Octávia, e Echo estão com problemas.

Antes de iniciar a narrativa central do episódio, nos primeiros minutos do capítulo, nos é mostrado um pouco de como foi a vida da Hope após sua mãe e Octávia serem capturadas (dando continuidade ao final do segundo episódio).

Depois de um início conturbado, The 100, parece nesse quarto episódio começar a tomar as rédeas da temporada. A história parece querer andar sem enrolação e tramas desnecessárias. Igualmente, no final, o episódio ainda consegue fazer a lição de casa que é nos deixar querendo mais.

Cinco anos se passaram no planeta Beta

Ao final do segundo episódio, vimos que Echo, Gabriel e Hope acabaram ficando presos no planeta Beta. Havia bastante expectativa para saber se eles conseguiriam sair antes dos cinco anos (que era o tempo da pena cumprida por um dos prisioneiros) ou não – que foi o caso.

Continua após a publicidade

Nas cenas transcorridas no planeta Beta, foi possível ver como eles se prepararam para conseguir enfrentar os discípulos e como eles aprenderam a conviver durante esses cinco anos que acabaram presos no planeta.

Acredito que o ponto alto mesmo desse arco foi no momento em que eles estavam prestes a entrar na anomalia e Echo tomou a decisão de matar as pessoas (os discípulos) mesmo após terem feito um plano onde isso não aconteceria. A personagem estava certa de que isso era o melhor a ser feito, para que não fossem seguidos ou até mesmo delatados.

Clarke Griffin parece estar voltando ao seu normal…

Muitos de nós estávamos nos perguntando, “o que está acontecendo com a Clarke?”. Ela não parecia ser a mesma, estava bastante distante do que conhecemos. Contudo, nesse episódio, a protagonista correspondeu a nossas expectativas.

Logo no começo do episódio, Clarke, Raven e companhia descobrem que seus amigos estão em apuros. A primeira reação dela então (Clarke) é ir atrás deles. Se colocando até mesmo como uma moeda de troca, já que os recém-chegados parecem ter ido até o Santuário especificamente por ela.

Disposta a negociar pela vida dos seus amigos ela vai ao encontro dos discípulos. Contudo, acaba caindo em uma armadilha. Tudo parecia perdido, até Raven Reyes aparecer para salvar a todos. Lembrando que ela havia ficado para trás, no intuito de descobrir mais a respeito da tecnologia do traje e acabou descobrindo que Clarke era um possível alvo.

Um final um tanto surpreendente

Ainda estamos apreensivos com o final do episódio. Raven, Clarke, e companhia acabaram indo parar em um planeta completamente novo. Um planeta gelado, ao que parece. Tudo é muito branco, como gelo. Pelo menos eles conseguiram respirar, não é?

Mas então o problema maior acontece com Gaia. A ex-guardiã da chama, resolveu ficar para cuidar da Madi e avisar aos outros. Porém, ela não conseguiu sair do local onde estava. Foi atacada por um mascarado que a levou para dentro da anomalia, após destruir a pedra com os códigos.

A pergunta que nos rodeia agora é: como qualquer pessoa irá conseguir voltar ao Santuário?

Essa é uma pergunta que provavelmente só será respondia lá pelo meio, ou até mesmo final da temporada de The 100.

E você, o que achou do episódio? Deixe nos comentários. Aproveite e continue acompanhando todas as novidades do mundo das séries aqui no Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (Instagram, Twitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.
Nota do episódio8.5
Crítica do quarto episódio da sétima temporada de The 100, da CW, intitulado, "Hesperides".
8.5
Tags The 100

Post a new comment