Crítica: 7×05 de Chicago PD dá “banho de água fria” com briga entre policiais

Chicago PD investiu em briga de policiais após o crossover

O que fazer quando o crime acontece em uma vizinhança onde ninguém confia e conversa com a polícia? Já vimos isso em Chicago PD e achei que o enredo deste episódio, “Brother’s Keep”, ficou extremamente fraco.

Depois de todos aqueles acontecimentos do crossover Infection, eu fiquei decepcionada com o desenrolar desse episódio. Apesar de sempre entendermos que episódios mornos são necessários, poderíamos ter mais, afinal tivemos a entrada de Rojas, e um ensaio de “Burzek” voltando. Mas não… resolveram deixar tudo para escanteio. Na trama deste episódio, houve um assassinato em um bairro onde majoritariamente moravam refugiados dos Bálcãs. O crime foi presenciado pelo sobrinho do dono do local, que pareceu bastante confuso na hora de conversas com os policiais. Foi até legal ver outro tipo de estrangeiros sendo inseridos na história, mas a investigação acabou se perdendo no desenrolar dos acontecimentos.

Acabei desconfiando que era uma pessoa a ser responsável pelo assassinato, porém não fiquei surpresa com o desfecho.

Briga entre policiais

Acontece que o episódio foi tomado por uma desavença entre Ruzek e um policial, durante a investigação do assassinato acima. Foi uma confusão tão “sem pé nem cabeça” que Ruzek começou a discussão tomando partido do patrulha que vinha sendo intimado pelo supervisor, mas terminou o episódio tentando subornar o tal policial para que ele não fosse entregue por maus tratos ao bandido. Isso queimou totalmente o seu filme.

Continua após a publicidade

Convenhamos: o pessoal da patrulha foi muito sem noção, mas sinto saudades quando a Burgess e o Kevin eram de lá. Havia uma dinâmica, que faz falta agora, pois tudo está girando em torno da Inteligência. E por qual motivo Adam foi arrumar briga com ele? Dei razão para ele. Contudo, ele deve voar baixo por um tempo. Odeio briga de egos. Ruzek anda bem descontroladinho.

E o final? Gente, o Voight fez um acordo da China com o policial supervisor: acabou permitindo que Ruzek apanhasse do cara, em um beco escuro!!! Não sei nem reagir. Dar poder ao homem é um erro! E Ruzek precisa, sim, enfrentar a consequência de suas ações.

Está faltando um brilho em Chicago PD

Assim, a única pessoa que deu um up no episódio foi Trudy que é sempre maravilhosa. Essa mulher é um ícone que acaba negociando o destino de todo mundo. Mas queria ver mais dos antigos brilhando…

Além disso, Jay e Kim foram meio esquecidos. Acho que poderiam fazer um episódio undercover, com Kim, e ainda mostrando também como anda o romance com o ex. E de que adiantou adicionar Rojas, se os antigos não estão tendo vez?

Ademais, sobre a briga entre patrulha e Inteligência, eu achei errado o tratamento com o recruta. Isso apenas forma novos policiais casca grossa que farão o mesmo com os seus futuros pupilos. Além disso, incentivar mentiras… Muito errado! O que aconteceu, aconteceu. Ruzek já se envolveu demais com mentiras e precisa realmente de controle. Enfim, ainda estou pensando o motivo pelo qual ele toma tanto café.

Vejam a promo do próximo episódio:

 

Nota do episódio6.5
Review do quinto episódio da sétima temporada de Chicago PD, da NBC, intitulado "Brother's Keeper".
6.5
Caroline Marques

Caroline Marques

Engenheira de Alimentos, mestre em química de alimentos, um tanto quanto viciada em séries, filmes e livros. Fã de Hannibal, Dexter, Grey's Anatomy, Demolidor, Sherlock e Stranger Things. Reviewer de Chicago PD.

No comments

Add yours