Critica: 7×07 de Brooklyn Nine-Nine foi divertido e cheio de surpresas

Critica Brooklyn Nine-Nine 7x07

Divertido e pra cima o episódio novo de Brooklyn Nine-Nine deixa o baixo astral do ultimo episódio de lado e guarda grandes surpresas.

Este episódio de Brooklyn Nine-Nine teve algumas surpresas… mas não tão surpreendentes assim.

Continua após as recomendações

Após Terry anunciar o falecimento da Comissária Madeline Wuntch em uma reunião da 99, Holt comemora sua vitória contra sua arqui-inimiga. Entretanto, Madeline ainda tinha uma jogada planejada antes de deixar o ex-capitão da 99 em paz de uma vez por todas. Em um ato de maldade e sadismo ela deixa um pedido para que Holt organize o seu evento memorial e que faça um discurso em sua homenagem. Sabendo que o ex-capitão estaria tão feliz com sua morte e por isso não conseguiria falar nada de bom a seu respeito, perdendo o decoro e sendo demitido da policia de NYPD.

Raymond se junta com Rosa e Amy que se dispõe a ajuda-lo com a cerimônia e a não perder o emprego. Durante toda a preparação Holt profere várias ofensas, muito bem pensadas e engraçadas, contra a morta. Rosa sempre ri enquanto Amy demonstra desconforto.

Continua após a publicidade

O episódio fica ainda mais divertido com um novo arqui-inimigo de Wuntch nunca mencionado na história. Isso fez com que Holt ficasse ofendido mas tudo acaba se desenrolando conforme aquele ditado “o inimigo do meu inimigo é meu amigo“, o quê com o plotwist inesperado, mostra não sendo verdade. Raymond Hold morava na mente da ex-comissaria e já imaginava a tramoia contra ele.

Por fim Holt, com ajuda de Amy, percebe que é o fim de um ciclo com a morte de Madeline. Acabaram os joguinhos, as tramas e os insultos, deixando-o realmente triste. O fato leva-o a um discurso sincero e poético sobre a partida de Madeline e assim derrotando-a uma vez por todas.

Enquanto isso: Jake Peral, Boyle e Terry

Arco muito mais previsível do que o de Holt, Jake ganha 4 ingressos para a estreia do novo filme infantil “Kwazy Kupcakes”. Ele tem a brilhante ideia de dar de presente para Terry ou Boyle os ingressos para irem com os filhos, mas só um pode ganhar. Isso desencadeia uma boa competição ao estilo BB99, com direito a tentativa de suborno, chatagem emocional com as crianças, e claro, uma divertida luta de box entre Boyle e Terry.

Jake no final toma a decisão mais óbvia possível: ele mesmo levar as 3 crianças para assistir o filme. É então que os dois pais se dão conta que eles na verdade só tem a ganhar com isso. Sinceramente, essa era opção mais óbvia e eu fiquei me remoendo até o final do episódio para ter esse desfecho, mas me rendeu boas risadas.

Amy e a Gravidez

O Episódio 7×06 Trying me deixou de coração na mão após tantas tentativas frustradas de Amy ficar grávida. Então, neste episódio Amy procura ajuda médica fica com as emoções a flor da pele e com suor incontrolável – do jeitinho meigo e preocupado que a Amy tem – devido ao tratamento de fertilidade. a surpresa é deixada para o final do episódio quando Amy revela que na verdade esses sintomas não são do tratamento e sim da própria gravidez após ligar para médica e fazer um teste de farmácia. Acordado Boyle com uma premonição fazendo com que eu terminasse o episódio rindo.

E vocês, o que acharam do episódio? Deixem nos comentários.

Além disso, continuem acompanhando todas as novidades de Brooklyn Nine-Nine aqui no Mix de Séries. Até a próxima.

Confira um vídeo promocional do próximo episódio.

 

Nota do Episódio8
Crítica do sétimo episódio da sétima temporada de Brooklyn Nine-Nine.
8

No comments

Add yours