Crítica: 8×19 de Chicago Fire emocionou com casamento e notícia chocante

Critica Chicago Fire 8x19

Reta final de Chicago Fire agitou fãs

O penúltimo episódio da oitava temporada de Chicago Fire foi bastante emocionante para os fãs de longa data. Finalmente, Cruz disse sim para Chloe em uma cerimônia linda. No entanto, a jornada até ali foi complicada nesta trama.

Enquanto a hora do casamento não chegava, os bombeiros passaram por momentos de tensão, quando um grupo de moradores locais fecharam o batalhão para realizar um protesto. A história foi bem envolvente, rendendo um dos melhores episódios da série.

Além disso, se não bastasse a reviravolta com a morte de sua mãe, Brett novamente recebeu uma notícia chocante. Então, os nossos corações realmente tiveram motivos de sobra para acelerar ainda mais.

Batalhão fechado

O grande caso deste episódio, sem dúvidas, foi o protesto realizado no batalhão 51. Moradores locais fecharam o lugar ao protestar contra o fechamento de um batalhão de seu bairro, e que agora seria atendido pelo 51. O fato é que o bairro era mais afastado e, com isso, a demora na chegada do chamado estava colocando a vida destes moradores mais carentes em risco.

Continua após a publicidade

A causa foi extremamente nobre, embora eles tenham exagerado em algumas coisas. O fato do batalhão ter sido invadido, por exemplo, a meu ver, causou uma perda de sentido pela luta. A ocupação poderia ser pacífica, mas eles acabaram atrapalhando outros chamados bem como partiram para a agressão física. Coube a Casey intervir, com o vereador culpado pelo fechamento, embora a situação não tenha sido exatamente resolvida.

Com polícia, políticos, moradores e bombeiros, o local virou uma verdadeira confusão! A trama também serviu para vermos Gallo e Ritter em ação. Além deles interagirem com a história da rede social do batalhão 51, eles foram fundamentais para a campanha de reabertura do batalhão fechado. Preciso dizer, quero mais desses dois em tela. Eles possuem uma dinâmica ótima, uma amizade no nível Otis e Cruz, que tem tudo para crescer e ser explorada. Eu aposto que boas histórias poderão sair daqui.

Mudança chegando em Chicago Fire?

Essa trama do protesto também contou com um atendimento, dentro o batalhão 51, que deu destaque para Foster. A paramédica precisou fazer um procedimento cirúrgico, que salvou o paciente. Caso ele tivesse que esperar chegar no hospital, ele poderia não conseguir.

Acontece que, mesmo proibida, ela fez por saber realizar a manobra, da época em que ela era uma interna da cirurgia. O feito foi reconhecido pelo Dr. Halstead no Chicago Med, que ressaltou que Foster estaria na profissão errada.

Bem, não é a primeira vez que a moça demonstra aptidão para a profissão e embora ela tenha sido expulsa de um programa, nada impede dela tentar recomeçar novamente. Já pensou, ela ir para Chicago Med? Acho que ela daria uma incrível personagem por lá. Mesmo que tenhamos que perder a dinâmica entre Brett e Foster, como apontamos aqui no Mix de Séries em uma matéria, a personagem teria chances de crescer ainda mais em Chicago Med. Confesso que estou na torcida.

Mais notícias chocantes para Brett

Gente, a Brett não tem um minuto de sossego. Coitada! Agora, além de lidar com o luto da morte de sua mãe biológica, ela precisa lidar com o fato de que Scott, agora viúvo, não quer cuidar de sua meia irmã. Recém nascida, a bebê de Julie mostrou-se um peso para o rapaz, que procurou Brett e disse que se ela não quisesse cuidar da bebê, daria ela pra adoção.

Sylvia, obviamente, reagiu mal a história. Principalmente porque, no momento, ela não tem condições de criar um bebê. E mesmo que ela tenha ido conversar com Scott, mostrando que ele possa ser um bom pai, não sei se ela conseguiu convencê-lo por completo. Eu acho que, de alguma forma, essa trama ainda voltará e ela vai ter de cuidar da criança. E vocês, o que acham?

O casamento de Cruz

O casamento deste episódio foi muito emocionante. Realizando em uma catedral dos bombeiros de Chicago, o local abrigou uma cena linda com Chloe e Cruz dizendo sim um para o outro. Eu torço muito para a felicidade de Cruz, que cresceu muito desde o começo da série. Confesso que não gostava dele no começo, achando ele bem chato em algumas tramas. Mas seu coração é gigante, e esse casamento nada mais é que uma conquista de tudo o que ele correu atrás.

Infelizmente, Otis não estava presente e isso arrasou com seu coração. O melhor amigo, que morreu no começo da temporada, seria seu padrinho e certamente orquestraria tudo para ele. Embora Severide tenha cumprido a função muito bem, sabemos que Otis era fundamental para essa trama. Ao menos, ele foi citado – o que levou os fãs a chorarem.

Antes de encerrar essa resenha, preciso ressaltar que tivemos uma troca de olhares entre Casey e Brett. Meu sonho seria rolar um beijo, antes da temporada acabar. Mas devido às circunstâncias, creio que isso ficará para a temporada que vem.

Crítica Chicago Fire 8x19

Brett e Casey: hora deles ficarem juntos? Imagem: NBC/Divulgação

E vocês, o que acharam do episódio? Deixem nos comentários.

O vigésimo episódio da oitava temporada será o último desta leva, uma vez que a produção da série precisou ser interrompida pelo Coronavírus. E mesmo que não tenha sido gravado como final de temporada, esperamos fortes emoções. Confira o vídeo promocional abaixo do final de temporada de Chicago Fire. Até lá!

 

Nota do Episódio9.5
Crítica do décimo nono episódio da oitava temporada de Chicago Fire, intituçado “Light Things Up”, exibido nos EUA pela NBC.
9.5
Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

2 comments

Add yours
  1. Avatar
    Andrea 13 abril, 2020 at 22:43 Responder

    Por que estão trocando os dubladores? Cada episódio com uma voz e emoção diferente. Quando vai voltar os dubladores originais?

    • Anderson Narciso
      Anderson Narciso 14 abril, 2020 at 07:58 Responder

      Andrea, por causa da Covid 19. Inclusive, a Universal anunciou que não dublará mais os episódios enquanto não passar a pandemia, para segurança dos dubladores. Abraços

Post a new comment