Crítica: Valores são colocados à prova no episódio 6×20 de Chicago Fire

Imagem: SpoilerTV/ NBC/ Divulgação

Em The Strongest Among Us, nossos bombeiros mostraram seus valores e suas motivações.

Bastante coisa aconteceu nessa semana, começando por Otis que pôde finalmente voltar ao batalhão. Todos sabíamos que isso ia acabar acontecendo, mas os amigos não iam tratá-lo normalmente depois de todos esses problemas.

A atitude de Stella,e começar uma competição, mostrou seu objetivo no fim: a bombeira têm um coração muito bom. E no fim das contas, foi bom vê-la fora da sombra do Severide um pouco. Mais estrategista do que eu imaginava, na verdade.

E por falar nele, Kelly e Boden se juntaram no episódio. Depois do Grissom dar uma de idiota, Boden percebeu o quanto queria crescer na corporação. E no meio disso, o chamado do cimento, mostrou quem ele é e sempre vai ser. Wallace é o bombeiro que nunca pediu nada em troca, que sempre fez o seu trabalho por amor. Claro que ao receber o dinheiro, ele ia tomar a atitude de avisar ao CBM. Mas só queria saber o que o Grissom está planejando, afinal, as visitas devem ter algum objetivo, não acham? Será que ele planeja pegar o lugar do Boden?

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Imagem: SpoilerTV/ NBC/ Divulgação

Com certo suspense, quem voltou a dar às caras foi a Bria. A menina parecia que estava em perigo de vida, mas na verdade era só um baile de formatura. As cenas dela com a Gabby foram muito bonitas. A paramédica já está mais do que pronta para ter seu filho, e ter cuidado da garota só confirmou isso à ela. A cena dela dizendo ao Casey que quer voltar a tentar ter um bebê foi emocionante e tive até que limpar as lágrimas. Se tem um casal que mereça a felicidade, são eles. Os dois amadureceram muito e agora parecem estar prontos.

Agora, casal que não desce é a Brett e o Cruz. Deus me livre, já insistiram nisso uma vez e não foi suficiente? Com a história da ex casada que quer uma aventura, Sylvie acabou dando esperanças para Joe. O objetivo dessa temporada é fazer o público engolir casais que não fazem sentido, só pode.

Nota: A chamada da orelha cortada foi tão chata, podiam ter desenvolvido um pouco mais.

Nota 2: Bria chegando no baile com o carro de bombeiros deve ter sido ótimo.

Nota 3: Comandante Boden agora no mar!

Nota 4: Preferia a Stella dirigindo o caminhão. Herrmann foi um pé no saco no episódio.

Continua após a publicidade

O episódio foi bom, mas pecou na falta de ação. Os chamados andam cada vez mais chatos e alguns núcleos têm sido esquecidos no fundo do baú. Por exemplo, o que aconteceu com a Lily? Saiu do hospital e nunca mais voltou. Infelizmente, esses detalhes tendem a não empolgar quando analisados.

Mas como nós somos brasileiros e não desistimos nunca, se até o Otis se recuperou, Chicago Fire também deve se reerguer.

Já aproveitem pra conferir a promo do próximo episódio e deixarem a opinião sobre o dessa semana. Nos encontramos na próxima review, até lá!

Avatar

Gabriela Scampini

Paulista, estudante de Direito e geminiana. Apaixonada por livros e séries, mesmo sem ter tempo pra nenhum dos dois. No Mix, escreve a coluna #MixAudiência, além das reviews de American Crime Story, Black Mirror, Chicago Fire e The 100.

No comments

Add yours