Crítica: Episódio 14×10 de Supernatural apresenta momento intrigante

Imagem: CW/Divulgação

Supernatural voltou!

Os hunters estão de volta e confesso que pensei que esse come back de Supernatural seria mais impactante. Isso, principalmente, devido à forma como o episódio anterior terminou. Pensei que o Miguel fosse aterrorizar todo mundo e promover um verdadeiro massacre, uma vez que ele estava em posse de seu receptáculo perfeito.

Porém, o que tivemos foi a velha história que me desaponta no Lúcifer. Que é o fato de que Miguel também se sentia revoltado. Porque Deus (ou Chuck) foi embora sem nenhuma satisfação. Não sei vocês, mas acho que isso já está meio batido na série. O Crowley era meio revoltado com a Rowena, uma vez que não tinha a atenção que merecia.  O Lúcifer, idem. E agora, o Miguel também! Sério isso?

Em busca de novos monstros

Nesse capítulo, após o arcanjo ter se apossado do corpo de Dean, novamente, vemos que ele decidiu que seus monstros deveriam transformar as outras pessoas em monstros também. Após um embate, Sam Castiel conseguiram prender o Miguel com algemas próprias para anjos, o que o impossibilitou de utilizar seus poderes.

Além disso, a situação ficou bem ruim quando o arcanjo resolveu chamar seus monstros para resgatá-lo. Assim, a única escapatória encontrada por Sam foi apelar para a ceifeira Jessica, que Billy (a Morte) designou para cuidar dos Whinchesters. Uma substituta dessa ceifeira apareceu e disse que não poderia ajudá-los a escapar. Mas misteriosamente, eles foram transportados para o bunker.

Chegando lá…

Sam utilizou um aparelho dos Homens de Letra e os poderes de Castiel para entrar na mente de Dean e tentar fazer com que o mesmo lutasse contra Miguel. Eis que descobrimos que a maneira que ele havia encontrado para dominar Dean era lhe concedendo algo bom e que era seu sonho: um bar.

Após certa resistência, o Whinchester conseguiu perceber que estava sendo enganado pelo arcanjo, que logo apareceu e surrou CasSam e o próprio Dean.  Confesso que adorei a expressão facial do Miguel enquanto estava em transe e batia nos três: debochado como ele só!

No final das contas, eles conseguiram prender o arcanjo dentro da despensa do bar e Dean pôde retomar o controle de seu corpo.

Nesse meio tempo, os monstros de Miguel invadiram o bunker e, para salvar a todos, Jack utilizou seus poderes, que, Sam e eu, não sabíamos que haviam retornado. Mas, de acordo com Castiel, o fato de o nefilim usar seus poderes queimava lhe a alma.

Billy salvou os hunters da morte

Vocês se lembram que comentei que no início do episódio, quando Sam pediu ajuda para a ceifeira, ela disse que não poderia auxiliá-los? Pois é… Misteriosamente, eles foram transportados para o bunker? Descobrimos que o socorro veio de Billy. Além disso, no final do capítulo ela se encontrou com Dean. Assim, revelou-se que todos os finais da história do Whinchester haviam sido reescritos. E que neles Miguel fugia de sua mente e queimava o mundo em posse do corpo de Dean. Em todos os finais isso acontecia, à exceção de um. O que será que tem nesse final? A expressão de Dean quando o viu foi de desolação e desespero, eu acredito.

O que vocês acham que vai acontecer?

No comments

Add yours