Crítica: Episódio 19×13 de SVU traz despedida de Barba

Imagem: NBC/Divulgação
Imagem: NBC/Divulgação

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

Emocionante, bem produzido e totalmente sem noção!

Assim foi o episódio da 19×13 de Law & Order: SVU. Não concorda? Vou explicar o porquê.

Continua após a publicidade

Vimos a despedida do promotor mais adorada da televisão Americana. Um cara humano, justo e que não tinha medo de mudar de ideia. Sempre com a cabeça aberta, Barba tentava fazer o melhor por suas vítimas, levando a justiça aqueles que mereciam, e voltando atrás quando a dúvida razoável não era sanada.

Continua após publicidade

Entendo que a saída do ator foi mais uma questão financeira do que qualquer outra coisa. A série já está praticamente renovada para a 20ª temporada e, com tantos atores veteranos, os cachês começam a ficar muito altos e algumas cabeças realmente precisam ser cortadas. Mas daí tirar um personagem como o Barba com uma história que não tem nada a ver com a índole dele? Achei um pouco demais.

A história foi sim comovente. Chorei junto com aquela mãe com aquele pai. Entendi a dor dos dois e os dois lados da história. Realmente é muito difícil ver um filho naquela situação e se sentir impotente, travado, tendo que esperar a decisão de alguém que nunca conviveu com seu bebê para saber o que poderá ser feito por ele. Mas o Barba desligar os aparelhos? Jamais!

Continua após publicidade

Não consegui engolir essa história, não consegui entender como aquele promotor tão justo, tão humano, entrou no meio de uma história que ele não tinha nada a ver para fazer uma coisa daquelas. Não quero dizer que sou contra ter desligado os aparelhos, não sei também se seria favor, é uma daquelas situações que você só sabe quando sente na pele. Mas colocar o Rafael nessa situação? Uma criança que não era nada dele? Que ele conhecia há menos de 48 horas?

Não entendi se realmente queriam queimar o personagem, isso conseguiram. Mas achei que pelo tempo de série,pelas lindas histórias contadas por ele e por tudo que o vimos fazer neste muitos anos, ele merecia mais. Não vou delongar muito nisso por que está feito e não tem volta. Mas deixo aqui minha insatisfação com o desfecho.

Peter Stone assume a promotoria.

Imagem: NBC/Divulgação

Agora temos agora o novo promotor, Peter, de Chicago Justice, que se une à equipe de SVU. Só nos resta esperar para ver no que essa nova parceria vai dar. Até gostei dele na extinta séria. Vamos ver como ele vai bater com a nossa Tenente favorita.

Espero que ele seja um pouco menos arrogante, no entanto. Ele ainda mostra aquele ar de superioridade, e nossas vitimas não precisam de mais um para julgá-las, não é mesmo?

PS: Eu ainda tinha uma certa esperança que a Olivia e o Rafa desenvolveriam um relacionamento. A amizade deles é maravilhosa e ficava transparente pela tela o quanto os dois se amavam. Fiquei muito triste por saber que essa possibilidade não existe mais.

PS 2: Adorei o advogado Randolph J. Dworkin (Peter Jacoson) escolhido para defender Barba. Logo ele que travou tantas batalhas contra o promotor, foi reconhecido dentre vários que passaram pela série. Achei a dupla muito bacana e até mesmo engraçada.

Law & Order retornou estes dias com episódios inéditos, ansiosa para saber o que esse resto de temporada vai mostrar. Espero do fundo do coração que o nível dos episódios não caia, já que, até agora, foram 13 excelente episódios.

E vocês? O que acharam do episódio? Deixe seu comentário e até a próxima, povo!

Mãe de 3 princesas, de 2 anjos de 4 patas e esposa dum homão da porra! Mantenho a mente sã legendando e assistindo série. Sempre tento ver as coisas pelo lado bom e espero sempre o melhor dos outros. Brasileira, mineira e feliz, Uai!