Crítica: Episódio 2×05 faz relacionamentos serem colocados à prova em Timeless

Imagem: Divulgação/NBC

Continua após as recomendações

Estamos em Wallingford, Connecticut. A data é 17 de setembro de 1934. Pela primeira vez na série, os heróis é que trazem alguém do passado para o presente. E nada mais, nada menos, que o presidente queridinho da América, John Kennedy.

Acompanhamos as aventuras de um jovem presidente. Quer dizer, ele ainda não sabe quem ele se tornaria. Por um acaso do destino, ele precisou ser levado para 2018, pois estava na mira da Rittenhouse. Era a forma mais segura de mantê-lo a salvo, já que haviam diversos agentes inimigos envolvidos. Mais uma vez, uma aula de história daquelas! Nosso líder júnior sofreu todo impacto de ver o futuro e teve seus flertes por aqui. Foi uma das melhores participações do programa!

Continua após a publicidade

Difícil apenas acreditar que ele tenha voltado depois para 1934 e feito de conta que nada aconteceu. Porém as regras do jogo ficaram mais claras do que nunca. Não se muda o destino de uma pessoa. Rufus avisou Kennedy para não ir para Dallas (onde ele seria assassinado). Mas mesmo assim, ele acabou morrendo em Austin. Isso vai de encontro com a sugestão da Jiya, de que algumas forças são realmente mais fortes que as viagens no tempo.

Jéssica e Wyatt vão tentar novamente um lance, e graças a Lucy!

Isso é típico de triângulos amorosos. Ainda mais quando as mulheres não são inimigas declaradas. Elas têm uma boa interação. Me dói ver a Lucy nessa posição, só que ela não tem saída, afinal, é uma boa pessoa. Mas a culpa disso tudo é do Wyatt que não faz sua escolha. Ele precisa definir quem quer do seu lado. Uma ou outra. Um conflito vai ocorrer em breve se ele não agir!

Chegamos a metade da temporada, e me dói pensar que a despedida possa ser para sempre.

Um final, como o da Lucy e do Flyyn, nossa, faz eu querer que essa série seja uma nova Greys Anatomy. Ok, estou exagerando. Mas fato é que existe muito potencial para ser explorado e é um desperdício que isso não seja feito. As visões da Jiya, a reconstrução das Indústrias Mason, o romance dos personagens centrais, a trama de Rittenhouse… Isso só para começar!

Quais as chances destas questões serem bem resolvidas até o episódio 10? Quem sabe a NBC se compadece de nós, não é? Esperamos que o final seja digno.

TIMELESS HISTORY: John Fitzgerald Kennedy foi o 35º presidente dos Estados Unidos
TIMELESS HISTORY 2: Como sempre sofreu de vários problemas de saúde, Kennedy recebeu a extrema-unção quatro vezes antes de morrer: em 1947, quando ficou gravemente doente quando estava na Inglaterra; em 1951, quando teve uma febre muito forte no Japão; em 1954, após ser submetido a uma cirurgia de alto risco nas costas e em 1963, após o atentado fatal que sofreu em Dallas.
TIMELESS HISTORY 3: Uma pesquisa feita logo após o assassinato de Kennedy pela Universidade de Chicago revelou que 53% dos americanos, cerca de 90 milhões de pessoas, revelaram ter chorado pela morte dele.

Tags Timeless
Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours