Crítica: Episódio 4×13 de Murder nos presenteia com um crossover de tirar o fôlego

Imagem: Spoiler TV/ABC/Divulgação

Continua após as recomendações

Após muita espera, chegamos finalmente ao episódio tão aguardado da temporada. Unir duas feras como Olivia Pope e Annalise Keating, tinha que ser numa ocasião mais do que especial.

Sem mais delongas… Annalise chegou a Suprema Corte dos EUA munida de muito apoio e influencia. Perder não estava entre as opções, mesmo que tudo apontasse para isso. Depois de vermos a aproximação das duas naquele auditório, parecia que a relação não ia dar certo. Lavar roupa suja era mais importante do que se concentrar em derrotar o que vinha pela frente.

Continua após a publicidade

O apoio para ambas veio da mesma pessoa.

Ter Cicely Tyson em cena sempre me trás inúmeras alegrias. Era a fera que faltava num episódio que deixou pouco tempo pra gente respirar. Mesmo que aqui, mamãe Keating só tenha vindo meio que para atrapalhar, o que não apaga o brilho de sua dinâmica com Olivia e Annalise. Já tinha pressão demais no ar, e certezas maiores que tudo seria em vão. Um pouco de amor não faz mal, não é mesmo?

Michaela e Marcus foram colocados lado a lado para ajudar. O que, no caso, eles só fizeram aos quarenta e cinco do segundo tempo. Michaela sempre aparentou ser a mais forte dos Keating 5, coisa que no momento ela está bem longe de ser. Depois de fazer tudo que fez – e tomar a ação de Connor – ela poderia seguir focada, mas, foi mais importante trair Asher com alguém que supostamente é perfeito.

Não entendo como Michaela se perde por besteira e deixa tudo de importante escorrer pelas mãos. Gostaria que esse plot fosse algo maior do que apenas uma transa passageira. Mesmo que não exista mais tempo para histórias paralelas, trazer Marcus para o enredo seria bem mais interessante do que apenas descarta-lo. Todo mundo já descobriu a traição, até little Asher pegou algo no ar… e nós sabemos que nosso bobão nunca reage bem a coisas como essas.

Imagem: Spoiler TV/ABC/Divulgação

Ainda no quesito atrapalhar Annalise, tivemos Jaqueline Roa. Minha nossa senhora, a raiva que eu fiquei por tudo que aquela mulher disse não foi pouca. Gente, eu digo e repito, está ficando cansativo esse ciclo de jogar tudo nas costas do amiguinho. Não torço para que Isaac morra, afinal, ele tem seus demônios para lutar, e a culpa é o maior deles. Só não acho justo Jaqueline saber o que Annalise estava prestes a enfrentar e não ter o minimo de empatia. Tá cada vez mais difícil, viu? Que não me venham com mais surpresas sobre a família Roa no próximo episodio.

Voltando ao que realmente interessa: Annalise superou sua crise de pânico graças a Pope. Conseguiu entrar a tempo para argumentar, e quando perguntada se o sistema Judicial tinha um problema com raça ou financiamento? Annalise disse: raça, que o problema maior que está prejudicando todos os negros.

O racismo está enraizado no DNA dos EUA…

Foi assim que Annalise começou sua defesa, com um dos discursos mais lindos que já vi na história das séries. Impossível não se arrepiar e se emocionar com a cena que deixou todos de queixo caídos. Se ela ganhou, ainda não sabemos. Mas, fica aqui meu apelo para que todos assistam a cena e entendam que, racismo é um tema diário, é um tema que tem que ser discutido. É um tema atual. O racismo velado faz parte do nosso cotidiano, é algo que a gente pode não ter passado na pele,mas já viu alguém passar. Por mais difícil que seja, e que as pessoas que deveriam nos proteger são as que mais nos deixam a mercê da sorte. Sempre vai ter alguém que lute nossas lutas. Sempre vai ter alguém para nos representar.

A luta nunca deve acabar!

Murder nos entregou mais que um episódio, nos entregou um tema que nunca deve ser calado. Palmas mais uma vez para Viola Davis, que não deixa de ser magnifica em tudo que faz.

Fechando o episódio tivemos aquele plot twist para preparar nosso coração para a reta final. Simon acordou, e agora meus amigos? Sei que sempre termino minha reviews com perguntas, perguntas essas que fico me fazendo. Mas hoje, aposto que Oliver vai ser o fator decisivo para Simon ficar de boca fechada. A season finale está batendo a porta e quero muito saber o que nos aguarda até lá

P.S.: Frank e Bonnie apareceram só para trazer mais certezas de que mami Castillo é realmente a vilã da temporada.

P.S. 2: Tudo que você puder imaginar está escondido naquele apartamento do Wes. Não sei como ele mesmo não está enterrado lá.

Renata Ribeiro

Renata Ribeiro

Publicitária, Alagoana e arretada!

1 comment

Add yours
  1. Avatar
    Bruno D Rangel 8 março, 2018 at 13:29 Responder

    Eu achei tudo sensacional! Foi um excelente episódio. E agradeço ao Mix de Séries por fazer um apanhado sobre as duas séries antes, pois eu não assisto Scandal e ficaria muito (mais) perdido. Saber pelo menos quem era Olivia e sua influência nisso tudo deu uma luz, mesmo não entendendo muito bem os personagens secundários de Scandal.

    Adorei a volta de Ophelia. A hora que Annalise pede vodka meu coração quase parou. Ainda bem que Pope estava lá pra ajudar ela.

    Agora Simon, amigo, tu poderia continuar dormindo. Será que ele lembra do que aconteceu? Espero que não. Mas como só temos dois episódios, acho que não ficarão enrolando muito com essa história.

Post a new comment