Crítica: Episódio 7×13 de Scandal não é recomendado para pessoas cardíacas

scandal 7x13
scandal 7x13

Imagem: ABC/Divulgação

Continua após as recomendações

 Apertem os cintos!

Depois de um maravilhoso crossover com How To Get Away With Murder, Scandal veio com um episódio de tirar o fôlego. O foco da vez foi Cyrus, aquele que amo odiar e vice versa. O seu plot começou de forma chata, com o lance dele todo bravinho com Mellie. Eu tinha visto a promo dias atrás, mas mesmo que eu não tivesse feito isso, já suspeitaria de algo.

Com Olivia, começando sua jornada de redenção, a trama precisava de algo que agitasse. A temporada não está as mil maravilhas, convenhamos, então titia Shonda precisou mexer seus pauzinhos. Para dar um gás nessa reta final, nada melhor que uma tragédia envolvendo avião, não é mesmo? O mulherzinha que tem fetiche por acidentes aéreos, meu Deus do céu!

Continua após a publicidade

Quando começou toda aquela pane no Air Force Two, logo suspeitei de Jake. Ele e Cyrus vêm se estranhando há muito tempo. O rapaz assumiu o posto de Liv na Casa Branca, e para fazer o mesmo com o rival não precisaria de se esforçar tanto. Clichê? Sim. Previsível? Também, mas como estamos falando de Scandal, tudo é possível. Só que depois comecei a estranhar, no meio de uma situação turbulenta, a naja idosa estava numa plenitude sem fim. Sem contar que, ao mesmo tempo, o foco em Jake estava de forma excessiva.

Quem poderá ajudar?

Jake repentinamente virou o alvo, rolando até um quebra pau entre ele e Mellie. Aí eis que algo me vem na cabeça: onde raios se meteu Olivia? Enquanto o pandemônio tomava conta, nossa gladiadora suprema simplesmente foi fazer uma visita a mãe. A essa altura do campeonato fazer um Gilmore Girls com a família Pope é algo totalmente fora do contexto. No momento em que ela desligou o celular, logo cheguei a suspeitar dela, afinal de contas a personagem já fez isso episódios atrás.

Comecei a me decepcionar com Liv, pensando na hipótese de sua redenção ter sido apenas uma farsa. A essa altura do campeonato eu já não sabia em quem desconfiar. Logo comecei a formular a seguinte teoria: Maria, a repórter que filmou tudo, sendo transmitido ao vivo na TV, estaria de parceria com alguém. A essa altura do campeonato já estava desistindo de Jake, e apostando minhas fichas em papa Pope, afinal de contas ele anda quieto.

Imagem: ABC/Divulgação

No meio disso tudo, é claro que os gladiadores do QPA tinham que entrar em ação. Acho incrível uma potência mundial como os Estados Unidos, mostrar-se tão amadora nesse episódio. Os gladiadores de Quinn tiveram que hackear o sistema do avião, que já encontrava-se hackeado. Ok que rolou muito sentimentalismo, pelo fato de David estar no local, mas não esperava menos deles. Aliás, impressão minha ou clima no escritório está bem mais leve depois que a nova gladiadora mãe retornou do “mundo dos mortos”?

Não podemos deixar de falar de Mellie. Mesmo com falhas em toda a operação para tentar resgatar o avião, a Presidente se manteve imbatível em seus ideais. Por um momento pensei que ela ouviria o conselho de Fitz para lidar com a situação, mas ainda bem que isso não aconteceu. Aliás, que bom ver essa dinâmica entre os dois, e ela deixou de ser uma chata de galocha com o ex. Seu amadurecimento em diversos aspectos nunca foi tão evidente em um só episódio.

Mais um obstáculo no caminho de Olivia.

Apesar de todo o momento mãe e filha ter sido tão desnecessário pra mim, no final das contas senti que uma mensagem foi transmitida. Depois de tudo que aconteceu, Liv libertou sua mãe para viver em Paris com tudo do bom e do melhor. Mesmo sabendo que mama Pope é o diabo em forma de gente, seu lado humano, de filha, falou mais alto. Isso pra mim foi outra prova clara que ela está se redimindo não só com ela, mas com todos ao seu redor. E digo mais, ela fará isso ainda com outras pessoas, um a cada episódio. Minhas apostas: papa Pope, Jake, Quinn, Mellie e Fitz.

Depois de ter bancado a Rory Pope, Liv mostrou que sua antiga versão, de gladiadora mãe, está de volta. E digo ainda mais, em sua melhor versão. Ela, na maior naturalidade do mundo, conseguiu descobrir quem esteve por trás da invasão no sistema do avião. Como fui tão burro de mais uma vez ter acreditado no Cyrus? Gente, sete anos de Scandal e a pessoa não aprende mesmo. Tudo ali foi premeditado, principalmente aquele discurso “comovente”. Não sei como ainda acredito numa redenção dessa naja velha. O pior de tudo é o que ele fará nessa reta final, para tentar derrubar a Presidente.

Só sei que com certeza o series finale promete um grande embate entre Olivia e Cyrus, e um deles ou os dois pagarão um alto preço por isso. Façam suas apostas!

Tags Scandal
Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira

Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!

No comments

Add yours