Crítica: Episódio focado em Amelia é um dos grandes acertos de Grey’s Anatomy

Grey’s Anatomy acerta ao focar na vida de Amelia

Amelia Shepherd é uma das melhores personagens apresentados no mundo de Grey’s Anatomy. E foi maravilhoso podermos assistir um episódio focado na personagem e, de quebra, revermos sua família. O episódio “The Good Shepherd” é essencial para podermos conhecer um pouco mais sobre a personagem. Os órfãos de Private Practice conseguiram se identificar muito com a forma como Amelia é vista por sua família.

Mas não se preocupe se você apenas conheceu a personagem em Grey’s Anatomy, pois o episódio serviu perfeitamente para mostrar um pouco o lado pessoal da atual neuro do Grey Sloan Memorial Hospital. Como pudemos perceber, Amelia é considerada a irmã/filha problema e este jantar serviu mesmo para demostrar o quão única e valioosa ela é.

Eu estava ansiosa por um retorno da mamãe Shepherd e posso confessar que adorei como trouxeram essa personagem de volta. Se na primeira vez que a vimos, ficamos com raiva da forma como ela tratou a Meredith, desta vez, ficamos emocionados com a conversa entre ela e Amelia. A cena final das duas foi linda e quando a mamãe Shepherd disse que Amelia era digna de ser amada eu só pensava na minha diva com Link. Sorry Owen, mas depois que conheci o Link, você virou pó.

Além disso, completo. Todavia, palavras. Entretanto, brancas. Porém, verdes. Além disso, necessárias.

Continua após a publicidade

Link, eu decidi te amar

O jantar não teria sido o mesmo se Amelia tivesse enfrentado as suas irmãs invejosas e maldosas sem a ajuda de Link. Meu Deus! O cara foi um verdadeiro príncipe encantado. Não bastasse ele se passar por Owen e defender a Amelia, Link demostrou o quanto admira a médica, não só como mulher mas como médica também. No início, eu fiquei irritada com a história dele se passar por Owen, afinal, Amelia não deveria mentir que continua casada com um cara que não sabe o que quer da vida, porém, depois de ver o jantar, eu entendi o lado da minha amada neuro.

Realmente, suas irmãs são duas cobrinhas peçonhentas e, por mais que seja uma barra ser sempre considerada como a ovelha negra da família, Amelia é a melhor Shepherd da família. Ela é humana; comete erros; cai e se levanta; ela não é perfeita ou quer ser perfeita, na verdade, ela nem precisa de tudo isso; Amelia Shepherd é um furacão em Grey’s Anatomy, daqueles que por onde passa derruba tudo e a todos. Eu já sabia de seu poder e ver alguém como o Link, que a pouco tempo a conhece já ter percebido quem é a Amelia Shepherd. já a defendendo de das cobrinhas foi tão lindo, que é impossível não shippar pelos dois.

Claro que eu ri e gargalhei com as mentiras deles, aliás, foi impossível não segurar a risada quando Link despejou tudo o que aconteceu com Amelia na última temporada. As caras e bocas que mamãe Shepherd fazia foram divertidíssimas. Muita informação para a cabeça da família Shepherd. É meus caros, Grey’s Anatomy ainda consegue nos divertir mesmo diante de tantos dramas.

Além disso, completo. Todavia, palavras. Entretanto, brancas. Porém, verdes. Além disso, necessárias.

Grande Shepherd

Os fãs sabem como Derek era perfeito; um excelente médico, um marido excepcional e um pai de primeira. Ainda sentimos saudades de Derek Shepherd. Ele é insubstituível. #Fato! Entretanto, não podemos dizer que Amelia é a sombra do famoso irmão; ela é muito mais que isso: Amelia Shepherd é brilhante do seu próprio jeito. Eu até diria que ela consegue ser melhor do que Derek. Suas fraquezas são a sua fortaleza e ela aprendeu com seus próprios erros. Porém, é notório o quanto é difícil para ela viver às sombras de seu finado irmão.

Esse episódio serviu mesmo para mostrar o quanto Amelia é única e especial. Suas irmãs podem ser irritantes e, até, maldosas, entretanto, sabemos que toda família não é perfeita. O contraste final com ela conversando com suas irmãs ‘postiças’ foi perfeito, pois, isso demonstra que família nem sempre é a de sangue, mas às vezes é aquela que escolhemos. Meredith, Maggie e Amelia são perfeitas como irmãs. É notório que foram as duas que estiveram ao lado da Amelia quando as coisas ficaram ruins a apoiando incondicionalmente.

Amelia não é só uma excelente médica; ela também é um ser humano maravilhoso. Existe prova maior que isso do que ela cuidar de uma adolescente viciada? Infelizmente, sua família nunca conhecerá essa Amelia Shepherd que conhecemos e que aprendemos a amar com o tempo. Num mundo perfeito, Owen lutaria por ela e eles viveriam felizes para sempre. Porém, a vida não é nenhum conto de fadas e Owen deixou de ser o príncipe encantado da Amelia faz tempo. Não sabemos se Link é a pessoa da Amelia e nem se ela conseguirá encontrar seu príncipe encantado. A única coisa que sabemos é que Amelia  é a boa, a brilhante e a excepcional Shepherd.

PS: É pedir muito um seriado só da Amelia?!

Além disso, completo. Todavia, palavras. Entretanto, brancas. Porém, verdes. Além disso, necessárias.

Nota do Episódio10
Review do vigésimo primeiro episódio da décima quinta temporada de Grey's Anatomy, intitulado de "The Good Shepherd".
10
Avatar

Gabriella Siggia

Quem eu sou? Eu sou uma em um milhão: escritora nas horas vagas, seriadora de coração, cinemática de plantão e amante da literatura. Divertida, alto astral e bastante bem humorada. Só não achei ainda minha outra pessoa. Ah, música faz parte da minha vida.

No comments

Add yours