Crítica: Incendiário agita tramas dos episódios 7×20 e 7×21 de Chicago Fire

O tempo esquentou em Chicago Fire

A reta final de Chicago Fire ficou agitada. Isso porque um incendiário misterioso começou a atacar em Chicago, e coube nossos heróis resolverem o caso.

Continua após as recomendações

Na verdade, claro que estamos falando de Severide, que sempre acaba no centro das histórias. Dessa vez, entretanto, seu protagonismo esteve ligado ao seu pai. Tudo começou quando o Batalhão foi atender a um chamado, no episódio 7×20 “Try Like Hell“. Até então, um salão de beleza foi queimado, aparentemente por um curto circuito. Mas Severide acabou envolvido com a vítima, que desabou em seus braços ao ver seu único bem queimado.

Posteriormente, a perícia viu que o incêndio era armado, e a vítima poderia ter feito isso para fraudar o seguro, uma vez que o salão não estava indo bem. Mas Severide não acreditou e correu “por fora” para analisar o caso e tentar provar a inocência da vítima. No final das contas, ele estava certo.

Continua após a publicidade

Ligação com o passado

Ainda no episódio 7×20, ele começou a analisar algumas anotações de Benny, uma vez que ele achara o padrão do fogo parecido com algum caso já atendido. Foi quando as peças começaram a se encaixar. Tratava-se de um incendiário que Benny perseguiu há 15 anos atrás, e que ainda estava solto.

O incendiário tinha um padrão, de atacar vários locais por um tempo e depois ficar na encolha. Foi quando no 7×21, “The White Whale“, ele ficou mais próximo do bandido. Após criar uma resistência do departamento de investigações, e até mesmo de Bolden, Severide precisou da ajuda de Casey para provar que ele estava certo. No final das contas, ele acabou resolvendo o caso para Benny, 15 anos depois.

Na verdade, o incendiário tratava-se de uma vítima de incêndio, que Benny pensava ser uma das vítimas da pessoa que ele perseguia. As respostas estavam na frente dele, mas ele não enxergou. Quando Severide conseguiu alcançá-la, confrontando-a, ela fugiu. Mas nosso bombeiro conseguiu descobrir um ataque em uma igreja a tempo de detê-lo. Foram momentos de tensão.

A história, sem dúvidas, foi interessante. Mas fica um tanto chato ser Severide sempre o fio condutor da história. A necessidade de outrora focar em Casey e Severide deixa Chicago Fire um tanto piegas e clichê. A trama, no final das contas, foi para dar mais densidade ao fato de que Severide não superou a morte do pai, e que ele terá de enfrentar isso em algum momento. Com a incendiária livre, as coisas deixaram para ser resolvidas na season finale.

Um novo casal surge em Chicago Fire

Agora os olhos se voltam para o surgimento de um novo casal na série: Brett e Casey. Sim, no começo achei estranho, uma vez que Brett é melhor amiga da Gaby, e ex do irmão dela. Mas Casey e Gaby terminaram há quase um ano. Além disso, ela não está mais ali.

Após um envolvimento conturbado com o capelão, Brett estava pronta para recomeçar. E acabou vendo em Casey uma opção. Mesmo que ela tenha demorado a se dar conta disso. Bem como, ela é uma personagem que merece ser feliz, de verdade. Ela merece um grande amor na série. Brett vem ciscando migalhas desde quando entrou, na terceira temporada, e até hoje não teve uma grande história. Quem sabe este é o seu momento?

E uma vez que Casey está solitário, ter um envolvimento com a paramédica pode ser o que ele precisava para que ele volte a brilhar na série. O mais legal é que a química existiu, e com dois episódios os fãs já estão começando a torcer para que isso role. Será?

Na season finale, teremos a resolução do caso da incendiária, bem como respostas sobre o futuro dos personagens. O que será que vai acontecer?

 

Nota dos Episódios9
Críticas dos episódios de Chicago Fire, 7x20 "Try Like Hell" e 7x21 ""The White Whale".
9
Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

1 comment

Add yours
  1. Avatar
    Paula Fonseca 17 maio, 2020 at 14:07 Responder

    Continuo com a opinião de que não tem nada haver a Sylvie com o Casey, o que foi aquilo na brincadeira de mímica?? Plantão médico?? Sério??
    Forçando muito a barra para parecer que os dois tem algo em comum, mas, esse casal, definitivamente, não desce minha goela abaixo. AFF..

Post a new comment