Crítica: O luto prevalece em This is Us no episódio 2×15

Imagem: YouTube/Reprodução

Um carro e várias lembranças…

Após o bombástico episódio passado, era de se esperar que nesse o luto estivesse prevalecendo na família Pearson e até mesmo para nós telespectadores.

Mesmo sabendo sobre a morte de Jack lá na primeira temporada, ele teve um carisma tão forte que conquistou a todos, e essa perda foi como se fosse um parente querido nosso que partiu.

Continua após a publicidade

Esse episódio teve uma carga emocional bem forte e mostrou uma das marcas registrada da família: o carro. Jack mostrou-se novamente perfeito até mesmo no ato da compra de um carro, com todo aquele discurso de querer a família bem.

Interessante quando ele fala: “esse carro tem que ser forte, pois terá vários arranhões, amassados e manchas, mas cada uma dessas coisas fará parte de uma história”.

Foi justamente isso que aconteceu! Vocês perceberam quantos momentos bons e ruins eles passaram juntos naquele carro? Pararam para pensar que isso não acontece apenas nessa ficção? Que no nosso dia a dia temos vários momentos assim como os Pearsons, seja em um carro ou até mesmo em um cômodo de nossa casa… Por isso This is Us é uma séria mágica. É uma ficção que representa muito bem a vida real em todos os aspectos.

O luto da família Pearson.

Esse momento foi o carro chefe para esse episódio. Novamente Rebecca apareceu forte e, mais que isso, fez um discurso lindo para seus três filhos alegando que os meninos não precisam se sentir os homens da casa e Kate nunca deve se sentir culpada pelo ocorrido.

Percebemos como cada um tem uma maneira peculiar de reação em um momento tão difícil. Kate decidiu canalizar o remorso no cachorro, querendo dá-lo, embora associando a morte do pai ao tirá-lo da casa. Kevin um tanto egoísta e pouco racional, querendo brigar até mesmo por conta de um relógio. Randall talvez o mais equilibrado, mas com o pensamento de carregar todos da família nas costas. Rebecca mesmo demonstrando-se forte, teve seu momento de fraqueza e medo de não conseguir fazer seu papel como mãe de três filhos… Mas o ponto forte foi quando o Dr. K. apareceu em cena, fazendo ela mudar todo esse pensamento!

Esse médico sempre me transmitiu sabedoria e paz desde o primeiro episódio e já estava fazendo falta. Mais uma vez ele mostrou-se bem mais que um profissional, mas sim uma pessoa de coração bom que tem empatia por aqueles que precisam. Legal resgatarem ele em mais um momento importante da família Pearson! Esteve presente no nascimento das crianças e no falecimento de Jack.

O passado de Jack!

Como já foi mencionado em outro episódio, sabemos que Jack teve um irmão que acabou falecendo e nunca mais foi tocado nesse assunto. Nesse episódio esse assunto voltou novamente, mas de maneira sucinta.

Com isso, podemos levar em conta que provavelmente no futuro a série possa trazer cenas desse passado dele com o irmão e até mesmo momentos da infância de Jack.

Em se tratando de This is Us, não podemos descartar nenhum arco temporal! Sabemos que a série ama ficar indo no passado de todos, independente do tempo.

Agora, a série retorna com um novo episódio no dia 26/02. Até lá! 😉   

Tags This Is Us
Rodrigo Chechi

Rodrigo Chechi

Pedagogo formado pela UNESP. Especializado em Educação a Distância para a Docência pela UNIARA. Mestrando em Educação pela UNESP. Apreciador de vinho, café, séries e músicas. Um coração igual de mãe, sempre cabe mais uma série! rs No Mix escreve as reviews de This is Us, Pretty Little Liars (RIP), Orphan Black (RIP).

No comments

Add yours