Crítica: Once Upon a Time surpreende com sincronia perfeita no episódio 7×15

Imagem: Divulgação/ABC

O capítulo dessa semana foi absurdamente bom! Como há tempos não víamos. A história das bruxas finalmente vai tomando forma e temas, antes deixados de lado, finalmente são fechados.

Essa semana o centro das atenções foi Drizella. Nada mais justo, afinal ela foi, indiretamente, responsável por tudo que está acontecendo com o pessoal dos Contos de Fada. Por fim ela agora está redimida, mesmo que tardiamente. A coitada da Anastácia nem teve dez minutos em tela, nem seu cargo de Guardiã em alto valor. Com um potencial tão grande, estranhei seu sumiço repentino. Mas a verdade deve ser dita: se não está acrescentando nada, melhor ir embora.

Dr. Facilier está cada vez mais galgando o posto de personagem mais misterioso. Ele foi de uma pequena aversão inicial à, inclusive, uma certa identificação. Suas cenas com a Drizella foram ótimas. Aliás, os vilões juntos sempre são o melhor em Once. Também foram bons os seus momentos com Regina. Aí sim entra aquele sentimento de proximidade. Ninguém imaginava que ele fosse ser tão “coração” assim. Talvez ele seja o responsável por salvar a vida do Henry. Sinto cheiro de amor verdadeiro no ar!

Vocês também ficaram em choque com aquele final?

Resultado de imagem para Sisterhood once upon a time

Por essa eu não esperava! Nick, aquele personagem deixado de lado, todo esquisito e na dele, é o assassino de bruxas e feiticeiros. Ainda não sabemos como isso foi feito e suas motivações, porém Mãe Gothel está envolvida até dizer chega nisso tudo, com certeza! Aposto meu feijão mágico nisso. E querem saber de uma coisa? São esses tipos de finais que fazem falta na série. Algo de fazer a gente soltar aquele EITA que vale mais que mil palavras. Emoções são primordiais e a surpresa é demais!

Once Upon a Time está em sua reta final…

Como já era de se esperar, a série caminha para o seu fechamento. São sete episódios para sabermos como os contos de fada serão encerrados. Depois de um capítulo como este, só posso dizer que estou animado para o que vem por aí. Pela primeira vez em muito tempo, os acontecimentos em Seatle foram os mais interessantes. Isso me faz imaginar que talvez todos terminem por ficar no nosso mundo mesmo. Um final assim seria mágico.

Exclusividade OUAT: Muitas emoções aqui, pessoal. Coisa de OUAT raiz!
Exclusividade OUAT 2: Rumpel naquele tom ameaçador foi demais. Todos na campanha “Volta Mr. Gold”
Exclusividade OUAT 3: Bom ver que as coisas estão entrando nos eixos
Exclusividade OUAT 4: Relação entre irmãs deve ser um trauma na vida dos autores, viu? O que vocês acham?

 

Rogers (Colin O’Donoghue), Henry (Andrew J. West) and Nick (Nathan Parsons) in Once Upon a Time 7.15 ‘Sisterhood’

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

2 comments

Add yours
  1. Avatar
    Lucas Andrade 8 abril, 2018 at 19:28 Responder

    Você não reparou que Nick é Hansel? Gretel citou que seu irmão estava usando outro nome, e ele falou no bar que ele não gostava de chocolate, na verdade achei bem óbvio desde alguns episódios atraís que ele era o assassino, afinal se olha todo o elenco da série ele era o único que poderia ser o assassino.

Post a new comment