Crítica: Problemas no paraíso no episódio 13×13 de Criminal Minds

Imagem: CBS/Divulgação

A BAU é chamada para investigar uma série de homicídios em Washington, nos quais mensagens são encontradas dentro da boca de cada vítima. As vítimas eram homens poderosos, mas o que parecia se tornar um bom episódio, acabou virando uma trama fraca sobre vingança.

O insub era apenas um adolescente chateado com o comportamento de seu pai que decidiu trocar a família pela vida de solteiro. E quanto aos outros assassinatos, bem, eles eram apenas uma cortina de fumaça.

Continua após a publicidade

Tudo fazia parte de um grande teatro sem muita explicação.

O BAU fez o que pôde para tornar este caso da semana mais do que era. Eles entenderam que o insub é um narcisista (como a maioria dos adolescentes) que está provocando a aplicação da lei.

O que começou como um potencial assassino em série foi reduzido a um adolescente que estava infeliz porque havia sido enviado para um internato e seu pai escolheu ter um caso enquanto sua mãe estava lutando contra um câncer.

Com o caso da semana deixado de lado, vamos analisar o misterioso e-mail que JJ recebeu no início do episódio. Sua mente saltou naturalmente para a pior conclusão: ela está sendo transferida novamente. Pensando na pior opção e em todos os cenários possíveis, remoeu-se de dúvidas durante o caso.

Então com o caso resolvido, quando não conseguiu evitar a reunião, JJ foi até o escritório de Barnes. E em vez de ser tranferida, ela é agora a líder do BAU enquanto a Prentiss está em licença administrativa imediata.

Logo, por qual motivo Rossi não foi colocado no comando? Seria porque ele evitou ativamente o trabalho? Em o mais importante, o que Prentiss fez, que a deixou suspensa? Seria pelo fato de estar quebrando as regras para tirar Reid da prisão?

Simmons descreveu Barnes como um animal político. Se Prentiss está manchada com algum tipo de repreensão, isso serve para qual finalidade?  Como essa mudança vai afetar a equipe? Seja qual for o caso, parece que só teremos a resposta no próximo episódio.

No comments

Add yours