Crítica: Suits traz tensão do começo ao fim no episódio 8×12

Imagem: USA Network / Divulgação

Tenso, episódio de Suits poderia ser melhor

O que eu faço com meu ranço por Samantha em Suits? Sério, se não fosse por essa personagem chata e por o Alex ser tão zzzZZZZ, o episódio de Suits teria sido tão maravilhoso! A nova advogada consegue ser tão chata que minha paciência por ela está no limite.

Continua após publicidade

Toda o plot em relação a cisma dela no relacionamento do seu ex (ou seria atual?) rival foi tão boring que abri minha boca umas dez vezes. Eu juro que estou tentando engolir essa personagem, mas fica difícil se a cada episódio ela me irrita.

Continua após a publicidade

Samantha joga sujo e não é nenhum pouco carismática. Até Louis na sua era Meu Malvado Favorito era mais simpático que ela. Não adianta os roteiristas tentarem fazer dela uma personagem mais humana, pois suas atitudes e sua voz me irritam de tal maneira que, se ela morrer, não fará falta alguma.

Continua após publicidade

Voltando as raízes?

Ainda bem que temos Louis e Donna para alegrar nossas vidas. Não sei o que seria de mim se esses dois tivessem saído de Suits. Louis é aquele personagem que todos amam mesmo sismando em afirmar que não gostam dele. As cenas de Louis com Harvey sempre são ótimas e, nesse episódio, foram hilárias.

O contraste dos personagens é tão grande que fica impossível não torcer para um bromance entre eles. Louis é o nerd da turma e Harvey, o popular. Talvez seja por isso que a química dos dois seja tão alta. Eu gargalhei com as tentativas de Louis em blefar, pois, por mais que ele teime em dizer que é o cara, de cara só tem seu amor pela firma.

Continua após publicidade

Ok que Harvey anda agindo como um babaca e está merecendo uma boa surra para ver se acorda para a vida. Porém, nós sempre o perdoamos ainda mais quando temos uma cena como aquela do final do episódio, em que Harvey se mostra quem é de verdade por de trás daquela máscara de advogado do diabo.

E agora, José?

Se com Louis, Harvey pelo menos está percebendo o tipo de amizade que está perdendo, parece que o mesmo não acontece com a Donna. Enquanto Harvey fica brincando de carro novo com seus novos amigos, Donna vai seguindo em frente. Eu bem que gostaria de odiar Thomas, mas fica cada vez mais impossível diante da forma que ela a trata.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Se Harvey não perceber logo que vai perder Donna, não será terapeuta alguma que fará com que ela volte para ele. Meu coração é Darvey e, infelizmente, anda sem esperanças alguma. Nem Katrina com Brian está me fazendo ficar melhor com tudo o que estou vendo.

Sim, estou shippando muito Brian com Katrina; apesar de ele ser casado e ter um filho, a química entre os dois é forte. E como estou com carência de relacionamentos em Suits, só a possibilidade de ver duas pessoas juntas já abre aquele fio de esperança para que Darvey acorde para vida! Meu Deus! Acho que estou enlouquecendo…

De qualquer forma, é notório o quanto os roteiristas gostam de brincar com a gente, e não duvido nada se Suits tiver uma series finale sem Darvey e sem o retorno do grande Mike Ross. Uma pena, pois essa oitava temporada poderia ter sido melhor trabalhada. Mas vem sendo um fiasco pós fiasco… Não sei vocês, mas eu estou começando a ficar sem paciência para tanta enrolação.

PS: Gretchen rainha, dê logo um conselho para Harvey se declarar logo para Donna, antes que ela apareça com uma aliança no dedo e grávida de Thomas!