Crítica: The Flash volta fraco de hiatos com 4×17 – Null and Annoyed

Imagem: The CW/Divulgação

Continua após as recomendações

The Flash finalmente voltou de mais um hiatos (o último!). O problema é que dessa vez essa pausa quebrou bastante o ritmo da história. Mas parece que as coisas começarão a esquentar novamente aos poucos, e já comentaremos o porquê.

Que esta quarta temporada de The Flash deu uma guinada na série já não restam dúvidas. Mas ao longo deste ano, a história tem batido em uma mesma tecla que já está começando a irritar (desculpa o trocadilho com o título do episódio). Já deixei claro aqui que Ralph Dibney não me agrada e é pra mim um personagem totalmente descartável. Sua história não acrescenta em nada ao roteiro, muito menos à trama da temporada. Até porque seus poderes não seriam de grande adição aos planos de DeVoe.

Continua após a publicidade

Vê-lo episódio atrás de episódio atrapalhando o grupo em campo e se redimindo ao final, para no episódio seguinte mostrar que não mudou em nada, tem se tornado frustrante e irritante. Já está na hora da série cortar personagens assim. Ano passado tivemos HR, este ano Dibny. O que será que teremos na quinta temporada? Torço para que nada. Deixem o Flash cuidar de Central City como um dia já cuidou: sozinho.

Breacher teve uma participação que serviu apenas para encher roteiro. Mais alguém notou que ele conseguia viajar pelas realidades alternativas mesmo sem seus poderes? O que se aproveitou dessa subtrama foi o convite ao final para Cisco se tornar o novo Breacher. Pode ser interessante vê-lo no posto no futuro da série, mas acho que Cisco poderia se desenvolver melhor antes como Vibro.

Imagem: The CW/Divulgação

O casal de vilões Pensador e Mecânica foi o que salvou este episódio. Venho comentando que Kim Engelbrecht foi uma das maiores surpresas nesta temporada e este episódio provou mais uma vez seu enorme talento. Suas expressões, a forma como conduz a cena, tudo feito com dedicação e maestria.

Miranda MacDougall interpretando DeVoe também tem feito um bom trabalho. O personagem perdeu um grande peso desde que perdeu a face de Neil Sandilands. Contudo não tem como negar que sua vilania tem surpreendido. Ainda mais depois de mostrar estar controlando até mesmo sua amada Marlize, a grande reviravolta deste episódio.

Como comentei, com isso as coisas voltam a se esquentar na temporada. Ainda mais agora que vimos Wells reativando a Gideon. O que será que ele pretende ao fazer isso? Alguma teoria? Acredito que algo de muito interessante poderá acontecer daqui em diante. Aguardo ansioso os próximos episódios.

CURIOSIDADES:

– O título do episódio faz referência à expressão “null and void” (em português: nulo, descartado, rejeitado)

– Nos quadrinhos, Nulo é um vilão do Homem-Gavião que manipula gravidade. Diferente da série, o vilão é um homem e não tem sua identidade revelada.

– Nos quadrinhos, Crúcifer é um vampiro membro de um culto de imortalidade conhecido como Décimo Circulo. É um vilão da Liga da Justiça e apareceu pela primeira vez em maio de 2004.

– Além de dirigir o episódio, Kevin Smith fez uma participação no episódio juntamente com Jason Mewes (os seguranças do museu). Seus personagens em The Flash fizeram homenagem ao seus papéis como Jay e Silent Bob (“O Império do Besteirol Contra-Ataca“, 2001).

– Gideon diz que faz 1078 dias desde que falou pela última vez com Dr. Wells. A data é 28 de abril de 2015, do episódio 1×20 “The Trap” (ela apareceu também em 2×10 “Potential Energy” com a versão do passado de Eobard Thawne).

– Referências Nerds:

  1. Quando Breacher diz que quer uma fazenda de dragões na Terra 47, Cisco o chama de Khaleesi, de Game of Thrones.
  2. Ralph menciona formar um grupo de super-heróis de comédia em Washington chamado DC Comics (tum-tum-pá).
  3. Quando Ralph encolhe sua cabeça, ele fala a frase das Tartarugas Ninjas: “Turtle Power“.
  4. Ao invés de prestar atenção em um momento sério, Ralph está pensando no final da série Lost.
  5. Quando se infla como um balão, Ralph faz uma referência a Fantástica Fábrica de Chocolate (1971).
  6. Cisco faz uma referência a trilogia Um Drink no Inferno, quando se refere aos vampiros.
  7. Ralph também cita uma das falas famosas de Darth Vader ao conversar com Barry.

Tags The Flash
Avatar

Álefe Cintra

Jornalista e apaixonado por séries. Tem a mesma profissão de Clark Kent, usa óculos parecido, mas infelizmente não é super-herói. Grande fã de séries de super-heróis e fantasia. No Mix de Séries escreve as reviews de Arrow e The Flash.

No comments

Add yours