Crítica: Uma luta contra o assédio empresarial em SVU 19×11

Imagem: NBC/Divulgação
Imagem: NBC/Divulgação

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

Um episódio focado no promotor barba e que não decepcionou.

Continua após a publicidade

Na minha opinião, já estava realmente passando da hora de desgarrar um pouco da situação com o Noah. Lógico que nenhuma mãe supera o sequestro do filho do dia para noite, mas fica arrastando naquela situação também não iria ajudar em nada.

Continua após publicidade

Com enredo de uma co-piloto estuprada por um piloto veterano de aviação, o desespero em reviver o fato e uma atitude, na minha opinião, que só quem já passou por isso conseguiria julgar, revelou um passado de abusos contra as mulheres.

SVU mostrou a realidade de muitas empresas no Brasil ou fora do país. As mulheres são sim sujeitas a todo tipo de assédio e dúvidas quanto à sua capacidade profissional. Fiquei inspirada com a luta do promotor em levar a justiça todos os culpados, como ele mesmo disse, era um tiro no escuro, mas serviu para mostrar que não serão tolerados esse tipo de preconceito.

Continua após publicidade

Não sei se eu teria a atitude de sequestrar o avião como a co-piloto fez, acredito que ela estava no limite da sua capacidade, mas o ato de ser coagida pelos próprios chefes a não denunciar o abuso, é algo que acontece na realidade de muitas empresas.

Infelizmente, as mulheres tem que provar dez vezes mais que os homens no mercado de trabalho. além de ter que dar conta da família, da casa, do marido e da profissão, ainda tem que se sujeitar a certo tipos de piadas e gracinhas feitas por seus colegas homens. Espero do fundo do coração que um dia essa realidade mude. Temos tanto direito de ser profissionais capacitadas quanto qualquer homem e, arrisco a dizer, em muitos casos somos injustiçadas pelo “Clube do Bolinha”.

Esse problema está longe de acabar, mas ficar calada não vai ajudar em nada. Temos sim que denunciar! Não se calem jamais! Não esperem os problemas acabarem sozinhos,vá luta, lute pelo seu direito. Não permita que sua dignidade seja roubada por esses que acham que ainda estamos no século 15.

Imagem: NBC/Divulgação

PS: o que será que tinha naquele memorando? O Fin deixou claro que está ali para apoiar a Olívia em qualquer situação, mesmo que seja em frente ao Comandante. Não esperava outra atitude dele sendo o amigo fiel que já demonstrou ser.

Acredito que ainda teremos alguns sustos com esse Comandante Dodds, tem coisa feia escondida por ai e podemos esperar que uma hora vai feder.

E vocês? O que acharam do episódio? Deixe seu comentário e até a próxima review, povo!