Gaslit: tudo sobre a série com Julia Roberts e Sean Penn

Gaslit é a nova aposta dramática do Starz. Com Julia Roberts, Sean Penn e grande elenco, minissérie traz história verdadeira ao público.

Gaslit
Continua após publicidade

Se você está procurando um programa para tirar sua mente da política, Gaslit pode não ser o show para você. Apesar de cobrir eventos que aconteceram há cinquenta anos, seu olhar sobre poder, gênero, manipulação tem mais do que alguns paralelos com os dias modernos.

Continua após publicidade

Gaslit concentra-se nas histórias menos conhecidas do escândalo Watergate. Como aponta o Collider, a série tem uma abordagem nova, distorcida, às vezes limítrofe, para desvendar o escândalo. Concentrando sua narrativa nos lacaios incompetentes, egoístas e maníacos de Nixon, que cumpriram sua vontade com incrível inépcia.

E se isso soa como algo em que você estaria interessado, aqui estão todos os detalhes que temos até agora sobre Gaslit.

Continua após publicidade
Continua após publicidade

Trailer de Gaslit

Julia Roberts interpreta a cada vez mais aterrorizada Martha Mitchell, que tenta compartilhar o que sabe sobre os arrombamentos de Watergate. Nós ouvimos dizer para ela: “muitas mulheres da sua idade sofrem de episódios paranóicos” e fica dolorosamente claro por que essa série se chama Gaslit

O trailer usa o icônico “You Don’t Own Me” de Lesley Gore, pois mostra as tentativas de Martha Mitchell de divulgar a corrupção no governo Nixon. Ver o abuso emocional, médico e físico que ela sofre por isso é genuinamente perturbador.

Continua após publicidade

Além disso, os trailers também dão ao público a chance de ver o figurino e a maquiagem usados ​​para transformar atores e atrizes de primeira linha nos heróis e vilões de Watergate. 

Continua após publicidade

Quando estreia Gaslit?

Gaslit estreia no Brasil pelo Starzplay no domingo, 24 de abril. Gaslit tem oito episódios, com cada episódio com aproximadamente uma hora de duração. 

Continua após publicidade

Sobre o que é a série?

Gaslit conta a história real de Martha Mitchell, uma socialite sulista e esposa do procurador-geral de Richard Nixon, John Mitchell. Se você está familiarizado com o escândalo de Watergate que derrubou a presidência de Nixon, provavelmente conhece nomes como Carl Bernstein e Bob Woodward, mas provavelmente nunca ouviu falar de Martha Mitchell.

Continua após publicidade

Uma rápida atualização se você não estiver familiarizado com o escândalo de Watergate: refere-se aos roubos de 1972 da sede do Comitê Nacional Democrata no Complexo de Watergate. O presidente Richard Nixon e aqueles em seu círculo íntimo ordenaram os roubos. Nixon, então, acabou sendo forçado a renunciar quando toda a extensão de seu envolvimento ficou clara.

Continua após publicidade

Leia também: The Dropout: o que a série do Star+ mudou e o que é verdade

Martha Mitchell foi uma das primeiras pessoas ligadas a Nixon a tentar falar depois do roubo de Watergate. Embora Martha Mitchell tenha sido uma firme defensora de Nixon, até mesmo convencendo seu marido a trabalhar para Nixon inicialmente, ela rapidamente ficou desiludida com a corrupção que viu. Quando ela tentou contar a sua amiga, a lendária repórter Helen Thomas, sobre as conexões entre os ladrões de Watergate e os mais altos níveis da administração Nixon, contudo, Mitchell se viu atacada, drogada e mantida prisioneira. 

As alegações de Mitchell, tanto de que ela havia sido sedada e mantida contra sua vontade quanto de que Nixon havia participado do arrombamento de Watergate, foram inicialmente descartadas como bizarras demais para ser verdade, com o marido de Martha, John Mitchell, assumindo o papel principal na tentativa de proteger Nixon, desacreditando Martha e difamando-a na imprensa.

O que é gaslit?

O título, Gaslit, é uma referência ao “gaslighting”, que é um padrão de convencer alguém de que suas próprias percepções precisas da realidade estão erradas. O termo se originou com a peça Gas Light, de 1938, que conta a história de um marido que tenta convencer sua esposa de que as luzes a gás de sua casa não estão realmente escurecendo e que ela está imaginando os sons que ouve vindo do sótão. (Na verdade, o próprio marido é quem está por trás dos ruídos e das luzes apagadas.) O termo tornou-se, enfim, mais comum em uma variedade de contextos psicológicos, pseudo-psicológicos e políticos nos últimos anos.

Martha Mitchell e seu apelido “a boca do sul” foram amplamente esquecidos nos anais da história. Até que o podcast Slow Burn da Slate fez um episódio sobre ela. O papel de Mitchell, então, ressoou com os ouvintes e esse podcast acabou se tornando a base para a nova minissérie da Starz. 

O abuso de Martha Mitchell nas mãos de um marido que ela já amou e um sistema e presidente em quem ela confiou e apoiou oferece lições dolorosas mesmo agora, 50 anos após os eventos. Os psiquiatras cunharam o termo “Síndrome de Martha Mitchell” para descrever quando uma pessoa é erroneamente diagnosticada como delirante porque as coisas que viram ou experimentaram foram tão chocantes que os psiquiatras não conseguem acreditar que realmente aconteceram. Às vezes acontece que “Marta estava certa”.

Quem são o elenco e a equipe de Gaslit?

Julia Roberts, de volta depois de uma pausa na atuação por alguns anos, está interpretando Martha Mitchell. Depois de chegar à fama em comédias românticas clássicas como Uma Linda Mulher e O Casamento do meu Melhor Amigo, Roberts foi vista mais recentemente no filme Extraordinário e na série de TV Homecoming.

Sean Penn interpreta John Mitchell, o procurador-geral que valorizava a lealdade ao seu presidente acima da lealdade à lei, à verdade ou à sua esposa. Ao longo de sua longa carreira de ator, por exemplo, Penn ganhou dois prêmios da Academia. Além disso, ele interpretou figuras históricas de Harvey Milk no filme Milk a Samuel Bicke/Byck em The Assassination of Richard Nixon.

Leia também: Crítica: Ruptura é uma série que conquista com roteiro inteligente

O ator e comediante Patton Oswalt interpreta Chuck Colson, advogado especial de Nixon. Colson, por exemplo, tinha a reputação de “homem da machadinha” de Nixon e acabou passando sete meses na prisão por difamação e obstrução da justiça.

G. Gordon Liddy, o ex-agente do FBI e agente da campanha de Nixon e líder do grupo que invadiu o Complexo Watergate, é interpretado por Shea Whigham. Whigham interpretou o detetive Burke em Coringa e interpretou Mitch Decker na minissérie Waco. Além disso, ele também esteve em Boardwalk Empire.

Dan Stevens interpreta John Dean, o Conselho da Casa Branca de Nixon, que eventualmente testemunhou contra outros membros do círculo íntimo de Nixon. Stevens é conhecido por seus papéis em Downton Abbey. A atriz de GLOW e Roar, Betty Gilpin, interpreta a esposa de John Dean, Mo.

Gaúcho, estudante de jornalismo e viciado em séries. Tem séries pra assistir de mais e tempo de menos. Séries favoritas? Six Feet Under e Breaking Bad.