Grey’s Anatomy: especial orgulho gay e a representatividade LGBTQIA+

Grey's Anatomy especial orgulho gay

Para aproveitar as recentes celebrações do orgulho LGBTQIA+, o Mix de Series relembra todos os personagens que passaram no hospital de Grey’s Anatomy

Como todos sabem, Junho é considerado o mês do orgulho LGBTQIA+, então esperei passar todas as comemorações e preparei esse texto especial para relembrar como Grey’s Anatomy, a série médica mais longa da história da TV, vem representando muito bem a comunidade gay. Tudo isso, com muitas histórias e personagens importantes que conquistaram o público ao longo de sua jornada.

🚨 Alerta spoilers! 

Quem não amava Calzona em Grey’s Anatomy?

Sorrimos e choramos muito com Callie e Arizona que, durante quase 8 temporadas na série, formaram um dos casais com uma das histórias mais lindas de Grey’s Anatomy. Casal esse, inclusive, que passou por muitos altos e baixos. E que, além disso, teve sua história encerrada com um final subentendido, dando a entender que esse casal ainda esta vivo mas, infelizmente, bem longe do hospital Grey + Sloan.

Elas começaram sua relação em meados da quinta temporada, quando Arizona entra na história. Elas chegaram a se casar na sétima temporada. Desde então, passaram por tragédias, traições, términos, – e nesse meio tempo, uma gravidez inesperada de Callie. Mas o amor delas era tão forte que a relação chegou a sobreviver a essa montanha russa de emoções por um longo tempo. Porém, o desgaste foi tanto na relação, que o divórcio acaba sendo inevitável e acontece na décima primeira temporada. Mas o término definitivo mesmo somente aconteceu na temporada 12, com a briga judicial pela guarda da filha delas, Sophia, e a mudança de Callie para NY. 

Continua após a publicidade

No entanto, com a saída da Arizona, isso apenas no final da décima quarta temporada, os roteiristas deixaram no ar que o amor entre elas ainda existe. Assim, Arizona foi reencontrar Callie em Nova York. Não tivemos essa confirmação na tela, mas os roteiristas deixaram para a nossa imaginação concluir se Calzona estaria vivo ou não! (Na minha imaginação esse casal está sim vivo em NY, e que nada impede uma linda aparição em uma possível series finale).

Imagem: Divulgação/ABC

Arizona ainda teve dois novos relacionamentos antes de reencontrar com Callie! 

Antes de Arizona deixar a série (💔 contra vontade da atriz e de milhares de fãs), ela ainda teve uma breve relação com Eliza, na temporada 13, mas como essa personagem não agradou, – assim como toda a temporada que foi confusa, a relação acabou junto com a demissão da nova médica. Com isso, na temporada seguinte, fomos presenteados com a maravilhosa, – e bem resolvida, Carina DeLucca. Que também teve uma breve relação com Arizona, antes da mesma pedir demissão do hospital, partir para sua nova vida em NY, – e ressuscitar o casal Calzona nas nossas imaginações. 

Carina continua na série, no entanto, está mais presente no spin-off Station 19 pois está se relacionando com a Maya Bishop, a capitã do corpo de bombeiros. Mesmo a Maya sendo uma pessoa difícil, devido aos seus traumas do passado, acho que as duas possuem uma forte química e são maravilhosas juntas.

Representatividade gay masculina. 

Imagem: Divulgação/ABC

Com a saída de Callie e Arizona da história, e Carina mais para o lado dos bombeiros, ainda assim, os roteiristas continuam com a representatividade LGBTQIA+ em Grey’s Anatomy. Com isso, logo no início da temporada 14, a série nos apresentou uma nova leva de residentes bem diversos. Assim, tivemos um personagem transgênero, uma bissexual e um gay masculino. Portanto, nessa mesma ordem, conhecemos o Dr. Parker, a Dra. Helm, e o Dr. Schmitt.

Levi Schmitt é o “recém-nascido” no mundo gay, pois entende sua sexualidade somente na temporada 15, e ele começa a se relacionar com Nico, o novo cirurgião ortopedista. Os dois apresentaram algumas cenas quentes durante as temporadas 15 e 16, porém, essa relação parece que não será tão duradoura como nossa eterna Calzona. Isso porque Nico recebeu uma proposta em um outro hospital, e acabou partindo o coração do querido Levi.

Ainda não foi confirmado se o Nico retornará para a nova temporada, e não podemos negar que faltava um pouco de química entre eles. Mas a relação foi importante pela representatividade, não apenas pela comunidade gay masculina, mas também pela etnia de Nico, que é meio coreano e meio italiano, assim como o ator que o interpreta.

Levi, por outro lado, chega a ser um pouco inocente, e lembra o nosso eterno George (que Deus o tenha), lá nos anos de glória de Grey’s. Espero que eles tragam uma nova relação para Levi nessa próxima temporada, seria interessante vê-lo em uma relação, quem sabe não role algo com o Dr. Parker? Eles formariam um lindo casal, claro se o Dr. Casey Parker for gay.

Dr. Parker é o primeiro personagem transgênero na série.

Interpretado pelo ator Alex Blue Davis, que também é um homem trans na vida real, o personagem faz a revelação por um acaso, no episódio que o hospital é hackeado. Casey Parker assume para Dra. Bailey que em sua carteira de habilitação estava como gênero feminino, e eles se recusaram a alterar. Com isso, ele precisou hackear o sistema do DMV (o DETRAN nos Estados Unidos), porque ele possui um enorme orgulho de ser um homem transsexual. No entanto, ele não confirmou se ele é um homem trans hétero ou gay. 

A revelação causou surpresa para todos, pois até o momento, a identidade de gênero do personagem nunca havia sido questionada. Na época, Krista Vernoff (a atual showrumner da série), disse que queria que o público conhecesse o personagem antes de sua vida particular – que deixou o ator com um enorme orgulho. Agora ele precisa ter um pouco mais de destaque e, quem sabe, uma relação amorosa. (Por favor, Krista, o Levi está solteiro).

Especial orgulho gay: Grey's Anatomy e sua representatividade LGBTQI+

Dr. Parker em Grey’s Anatomy. Imagem: Divulação.

A primeira relação gay de Callie!

Grey's Anatomy especial gay

Imagem: Divulgação/ABC

Na história ainda temos a residente Dr. Helm, que apesar de não ter tido nenhuma relação amorosa na série, deixou claro ser bissexual. Além disso, ela tem um big crush em Meredith Grey. E por último, mas não menos importante, não podemos esquecer da Dra. Erica Hann, que entrou no final da quarta temporada. Mesmo que tenha ficado por um pouco tempo ela foi importante, pois foi com ela que Callie entendeu sua bissexualidade. Portanto, Erica acaba sendo sua primeira relação gay.

Como mencionei antes, não faltou representatividade LGBTQIA+ nessa longa jornada de Grey’s Anatomy, isso sem mencionar os diversos pacientes que passaram pelo hospital, e que emocionaram e nos divertiram com casos e dramas dos mais variados possíveis.

E, por favor, não deixa de comentar aqui embaixo qual foi (ou ainda é) o seu casal ou personagem gay favorito de Grey’s Anatomy. E fiquem ligados aqui no Mix de Séries sobre todas as novidades e momentos importantes, de suas séries favoritas.

Deixe nos comentários o que acharam do texto e, igualmente, continue acompanhando as novidades do mundo das séries aqui no Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.

 

 

No comments

Add yours