Grimm – 6×13 – The End [SERIES FINALE]

Imagem: Arquivo pessoal

Continua após as recomendações

É com um enorme aperto no coração que chegamos ao final de Grimm. Já contei na minha primeira review sobre a série, a relação de amor que eu tenho com ela. Grimm foi a primeira série que eu passei a acompanhar, foi com ela que me tornei um seriador. Acompanhei toda a sua história, seus casos da semana, seus altos e baixos e nunca pensei em abandoná-la.

Continua após a publicidade

Grimm nunca foi uma produção de grandes ambições, nunca teve efeitos visuais grandiosos, lutas super coreografadas e nem nada do tipo. A série sempre foi pé no chão nesses quesitos técnicos, mas isso não foi empecilho para que ela criasse com dignidade seu próprio universo. Muito pelo contrário, fomos apresentados ao mundo dos Wesens e como ele funcionava, na maioria das vezes, sem muito didatismo, mas com muita criatividade. Aliás, se tem algo que nunca faltou nos produtores desse série foi criatividade, basta ver quantos tipos de Wesens passou durante a série, era cada nome que me deixava embasbacado… Mas vamos falar dessa finale.

Há quem vá considerar que foi um final decepcionante, covarde. Há quem vai achar que foi boa. Mas, para mim, ela foi justa, apesar de ter sido mal realizada. Lembremos, citei na review anterior do meu descontentamento sobre como os produtores realizaram as mortes de Hank e Wu. Ambos personagens com um considerável apelo junto ao público da série, mas que foram mortos de forma muito rápida e sem nenhum tipo de emoção. Tipo, eles não morreram e sim foram descartados, foi essa a impressão que ficou. E essa finale seguiu essa cartilha, matando os personagens a torto e a direito, sem usar o amor que sentíamos por ele ao seu favor. O vilão aparecia, matava um personagem, Nick se arrastava até o corpo do mesmo, chorava e gritava: NÃO! Depois tudo se repetia novamente, e foi isso que acabou entregando as reais intenções da série.

Percebam, é verdade que não existe batalhas sem sacrifícios e até aceitaria a morte de Hank e Wu, apesar de revoltado sobre a forma que elas aconteceram, eu aceitaria aquelas mortes. Mas Eve, Adalind, Monroe e companhia também morrerem seria brincar conosco, não acham? Por isso que da segunda morte em diante, já tinha percebido que a trama ia dá um jeito de trazer esses personagens de volta e isso quebrou a minha experiencia de ver essa finale de uma forma absurda. Vejam a cada personagem que ia sendo abatido, não conseguia me importar com eles ou com suas mortes, porque já tinha em mente que em breve eles voltariam. O fato da varinha não ter curado eles serviu para nos causar um pouco de desespero, mas ainda assim tantas mortes não seria possível.

A forma como o roteiro trouxe essa galera de volta até que foi aceitável. Em alguns momentos, cheguei a pensar que tudo aquilo seria um sonho de Nick e isso me deixaria ainda mais revoltado. Mas pelo que ficou entendido, o poder do cajado permitiu a abertura de um portal para o passado, trazendo toda a nossa liga do bem vivinha da Silva e o vilão derrotado. E para não dizerem que eu não falei das flores, gostei muito da forma como o vilão foi derrotado, bem como do aparecimento da mãe do Nick, Kelly, e da Tia Maria, interpretada pela querida Kate Burton (que tirou uma licença de Scandal para aparecer aqui, mas já pode voltar porque amamos a Sally, viu?), personagem que apareceu lá na primeira temporada, o que aumentou o sentimento de nostalgia.

Todavia, por mais duvidosa que essa trama final de Grimm tenha sido, ela foi encerrada sem pontas soltas. Apesar de achar que merecíamos saber um pouco mais sobre o final de cada personagem, bem como vermos os trigêmeos do Monroe e da Rosalee, nada da trama principal ficou pendente.

Apesar de ter tido alguns altos e baixos, Grimm sempre foi uma série cativante e que vai deixar muitas saudades. Foi um prazer ter acompanhado com vocês, leitores do Mix, esse final. Muito obrigado! ;)

Sweet Grimm: Achei fofíssimo aquele agradecimento em diversos idiomas no final do episódio.

Sweet Grimm 2: O bebê Kelly cresceu e assim como seu pai ficou um gato! Já quero um spin off com o personagem.

Tags Grimm

No comments

Add yours