Law & Order: SVU conclui 23ª temporada com três episódios empolgantes

23ª temporada chega ao fim com Law & Order: SVU mais importante do que nunca.

A Final Call at Forlini's Bar, Law & Order - SVU
Imagem: NBC / Divulgação

Sempre compartilho com você o meu entusiasmo pela forma impressionante na qual Law & Order: SVU desafia o tempo e ainda mostra o peso da sua relevância. São vinte e três anos prestando serviço público e ainda levando drama / entretenimento de qualidade para milhões de americanos e telespectadores do mundo todo.

Continua após publicidade

Sendo assim, é com grande prazer que venho aqui para concluir a análise dos três últimos episódios de uma temporada e compartilhar com você, meu querido leitor, minhas expectativas para o próximo ano.

Nos três últimos episódios, “Did You Believe in Miracles?“, “Confess Your Sins to Be Free” e “A Final Call at Forlini’s Bar“, a série propõe narrativas e histórias diferentes. Mostrando não só uma maior maturidade na jornada até aqui, como também experiência em entender que o momento precisa de propostas com mais energia e situações que engajem o telespectador. Meu destaque, em questão de qualidade e excitação, é o penúltimo episódio que conclui um arco importante sem deixar de surpreender.

Continua após publicidade
Confess Your Sins to Be Free, Law & Order - SVU
Imagem: NBC / Divulgação

Não cair em tentação

O retorno de Burton Lowe (Aidan Quinn) reflete a atenção do roteiro em finalizar uma narrativa muito boa do passado, aquela do primeiro grande amor de Olivia. O escritor, vamos lembrar, se apresentava como um homem charmoso, galanteador e ao mesmo tempo respeitoso. Contudo, ele era mesmo um abusador em série. Tal revelação fez com que Olivia (Mariska Hargitay) refletisse (e muito) sobre sua vida e seus relacionamentos. Como disse anteriormente, a disposição em voltar à história e concluí-la é louvável.

Leia também: Apesar de não surpreender, 23×19 de Law & Order: SVU é importante

Confess Your Sins to Be Free” também traz uma história incrível sobre um padre que viola seu ofício e abusa de fiéis vulneráveis. Acredito ser uma proposta incrível de ser apresentada por alguns pontos. O primeiro deles é o fato da Igreja Católica ainda não ter respondido sobre os crimes do passado.

Além disso, reitero que a Igreja exerce um poder impressionante na política do estado. Diversas reformas seguem travadas na Assembleia estadual, como idade mínima para casar por exemplo, seguem emperradas por isso.

Continua após publicidade
Did You Believe in Miracles , Law & Order - SVU
Imagem: NBC / Divulgação

Quanto mais realidade melhor em Law & Order: SVU

Por fim, a Season Finale, “A Final Call at Forlini’s Bar” foi o fechamento que a série precisava para concluir essa importante 23ª temporada. Aliás, eu ousaria em dizer que depois de dois anos afetados pela pandemia, Law & Order: SVU finalmente cumpriu o que prometeu. É verdade que teve mais tempo para se preparar, mas o que vimos nesses vinte e dois episódios foi um caldo de cultura extraordinário.

Quanto ao próximo ano, espero que a série continue bebendo do mundo real. A criminalidade na cidade de Nova York continua nas alturas, apesar da boa vontade do novo prefeito, Eric Adams, em fazer reformas. Contudo, a crise econômica trazida pela pandemia e pela inflação continuam impactando a cidade e têm relação com esse aumento nos delitos, principalmente nos bairros mais vulneráveis.

Lembro do episódio “In the Year We All Fell Down” (o 22×12), que contou com a participação de sempre extraordinária Sarita Choudhury, que trouxe exatamente esses elementos que me refiro. Esse é o caminho do sucesso!

Continua após publicidade
Meu nome é Bernardo Vieira, sou catarinense e tenho 24 anos. Sou bacharel em direito, jornalista e empreendedor digital. Escrevo no Mix de Séries desde janeiro de 2016. Sou responsável pelas colunas de audiência e Spoiler Alert, além de cuidar da editoria de premiações e participar da pauta de notícias. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.