“Nova” The Vampire Diaries da Netflix terá protagonista LGBT

Nova série já está sendo chamada de The Vampire Diaries da Netflix

The Vampire Diaries

Em outubro a Netflix encomendou First Kill, uma série de jovens lésbicas sobre vampiros baseada no conto homônimo de Victoria “V.E.” Schwab, que apareceu na coleção “Vampires Never Get Old: Tales With a Fresh Bite“. Sim, mais uma série de vampiros.

Continua após publicidade

O conceito de uma “Twilight lésbica” foi emocionante por si só. Mas com Emma Roberts contratada como produtora executiva e a própria Schwab servindo como criadora, esta rapidamente se destacou como uma série para assistir. Cinco meses depois, o projeto está a todo vapor, com o show estabelecendo suas duas protagonistas: as jovens atrizes Sarah Catherine Hook e Imani Lewis.

Continua após a publicidade

Aliás, mesmo com a menção a “Twilight“, vale ressaltar que a série já está sendo chamada de “The Vampire Diaries da Netflix”.

Continua após publicidade
The Vampire Diaries cancelada
Imagem: Divulgação.

First Kill conta a história de uma vampira adolescente, Juliet Fairmont. Ela tem a missão de fazer sua “primeira morte” para que possa ocupar seu lugar de direito entre uma poderosa família de vampiros. Dessa forma, Juliet escolhe Calliope Burns, uma nova garota na cidade, como seu alvo. Ela não tem ideia, porém, de que Calliope é na verdade uma caçadora de vampiros, que pertence a uma família de célebres assassinos.

Enquanto Juliet e Calliope se voltam uma para a outra, ambas percebem que não será tão fácil se matar como elas pensaram. E mais importante: que pode realmente ser muito mais fácil se apaixonar uma pela outra. Clichê ou envolvente?

Continua após publicidade

Elenco jovem e talentoso marca presença em First Kill

Sarah Catherine Hook, que apareceu na série de terror da Hulu, Monsterland, interpretará Juliet Fairmont. Juliet é “uma adolescente tímida e gentil que nasceu vampira. E, além disso, está determinada a não ser um monstro. Ainda que apoio da família, amor e legado possam entrar em conflito”.

Imani Lewis, que foi vista pela última vez em The Forty-Year-Old Version, interpretará Calliope Burns. Esta “uma caçadora de monstros obstinada. Ainda assim, por trás desse verniz forte está uma jovem adolescente vulnerável, dividida entre seu dever para com sua família e os anseios secretos de amor.”.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Série promete ser boa adição ao gênero dos vampiros

Logo, com tudo isso acontecendo, está claro que First Kill será uma atualização emocionante no gênero vampírico. Embora não seja o primeiro programa de vampiros a explorar temas queer – nunca se esqueça de True Blood -, é certamente um dos primeiros a ser voltado para adolescentes e jovens adultos. Claro, aprofundando em algumas temáticas que The Vampire Diaries não aprofundou muito, por exemplo.

Assim, é apenas uma questão de tempo até que todos estejamos dando nossas próprias mordidas nesta nova série emocionante de oito episódios, programada para iniciar a produção na Geórgia no final deste ano.

Nova The Vampire Diaries Netflix
Imagem: Divulgação.

Enquanto isso, criadora de The Vampire Diaries trabalha em outra série de vampiros

A saga Vampire Academy está tendo uma segunda chance graças à criadora de The Vampire Diaries, Julie Plec. A Peacock encomendou oficialmente uma série de 10 episódios de Vampire Academy com Plec e Marguerite MacIntyre, de The Vampire Diaries, The Originals, bem como Legacies, adaptando a icônica série de livros.

Escrita por Richelle Mead, a saga de livros conquistou milhões de fãs. Assim, com seis livros, a narrativa seguia a princesa Moroi Lissa e sua melhor amiga e guardiã Rose Hathaway. A ameaça são os Strigoi, vampiros mortos-vivos, e os ex-Moroi, que foram transformados depois de drenar completamente o sangue de suas vítimas.

Adaptação é sonho antigo

Julie Plec, aliás, fala há muito tempo sobre a possibilidade de adaptar os livros em uma série. Ela twittou anteriormente sobre ter a oportunidade de fazê-la em 2015. “Acho que um dia vou fazer […] uma série de TV de Vampire Academy. E tudo vai dar certo no mundo.”.

Nesta perspectiva, uma equipe de escritores foi formada e inclui Y. Shireen Razack (Shadowhunters), Morenike Balogun (O Legado de Júpiter), Adam Starks (On My Block e Good Trouble). E, além disso, Jason Coffey (East Los High), JJ Braider, Noah Diaz. Bem como Linda Ge (Kung-Fu) e Ben O’Hara (Jane, a Virgem).

Leia também: Ian Somerhalder e Paul Wesley revelam briga em The Vampire Diaries

A saga, aliás, já ganhou uma adaptação no cinema em 2014. Com o filme homônimo, o projeto tentava surfar na onda de sucesso dos vampiros. O resultado, porém, ficou aquém do esperado. Logo, o estúdio cancelou todas as sequências planejadas.

Sem elenco ou data de estreia divulgados, resta esperar por este que promete ser mais um sucesso de Plec. Afinal, ela parece entender e amar vampiros.

E então, você está animado com as novidades? Deixe nos comentários aqui do Mix de Séries.