Os melhores Dramas do Emmy 2019: quem deve vencer?

O último ano foi curioso, o que rendeu um Emmy atípico

O que aconteceu foi o seguinte: a aguardadíssima última temporada de Game of Thrones foi agendada para o período 2018/19, o que resultou em uma mudança completa na programação de diversas séries. Note que quase nenhuma das grandes séries foram exibidas no último ano. Coincidência? Provável que não.

Continua após a publicidade

O fato é que os canais e produtores chegaram à conclusão que seria impossível brigar contra GoT, tanto pelo Emmy quanto pela atenção do público. Por isso, programas como Stranger Things, The Crown e, principalmente, The Handmaid’s Tale, foram movidos para o período seguinte, fugindo da disputa contra a megaprodução da HBO. Não se engane, pois o adiamento em poucas semanas na estreia de Handmaid’s Tale tem o único objetivo de evitar concorrência agora e tentar o prêmio no ano seguinte.

O problema é que, agora, o Emmy 2020 está concorridíssimo. Todas as grandes séries já retornaram ou ainda chegarão, sem falar das novas como Pose, Succession e Killing Eve, além de estreias como Watchmen, Euphoria e uma porção de outros programas que ainda nem vimos.

O que ninguém esperava era que GoT decepcionaria parte do público. O que tornou tudo ainda mais esquisito

Imagem: Mix de Séries

Game of Thrones: eu faço parte do grupo que gostou da última temporada da série. É claro que torço o nariz para uma porção de decisões e detalhes, mas não acredito que seja uma catástrofe. Logo, uma vitória não me chateia tanto. E é preciso que os detratores se acostumem, pois tudo indicar que GoT será a grande vencedora da noite. Durante o lançamento da última temporada, muitos disseram que a série seria esquecida no Emmy e que não teria condições de levar estatuetas importantes. Mas o show seguiu firme entre grande parte da crítica, acabou tendo número impressionante de indicações e venceu muitos Emmys técnicos.

Tudo isso mostra que os votantes da Academia adoraram Game of Thrones e estão dispostos a homenageá-la em todas as categorias possíveis. Soma-se a isso um ano extremamente fraco para os Dramas. Pense: se GoT não vencer, qual série poderia levar a melhor? Muitas são ótimas, mas não fazem o tipo do Emmy, tampouco têm chances. Caso uma daquelas séries não tivesse desistido da corrida, é possível que vencesse este ano.

 

Categoria de Melhor Atriz é uma das mais concorridas da noite

Imagem: Mix de Séries

Sandra Oh era a favorita na última edição do Emmy, quando acabou perdendo para Claire Foy, de The Crown. Agora, parece que chegou a hora. Sua maior ameaça? A própria colega de elenco, Jodie Comer. Mas nada é certo, pois muito pode acontecer. Primeiro, os votos entre as duas podem se dividir, abrindo o caminho para outra atriz. Neste caso, Emilia Clarke pode se beneficiar, já que concorre pela última temporada de sua série. O mesmo serve para Robin Wright, que assumiu House of Cards com a saída do parceiro de elenco. Além disso, não podemos esquecer da força de Laura Linney no Emmy, onde sempre é notada. Para completar, sempre há Viola Davis na categoria, deixando todo mundo apreensivo.

Imagem: Mix de Séries

Billy Porter não é o protagonista de Pose, e é justamente por isso que deve vencer o Emmy de Melhor Ator. Porter é o típico caso de ator que aparece menos, mas rouba a cena e acaba se tornando o eixo da história. A seu favor ainda conta o fato de sua performance estar arrancando elogios pela segunda temporada, exibida justamente durante o período de votação. Na disputa, Bob Odenkirk é um voto seguro, enquanto Jason Bateman pode ser reconhecido por aparecer em várias categorias. Kit Harrington concorre pela última vez como Jon Snow, então não se surpreenda caso ele suba no palco. De todo modo, a estatueta deve ir para Billy Porter.

 

Elenco de Game of Thrones está em peso na premiação, mas a concorrência é pesada

Imagem: Mix de Séries

O único empecilho no caminho de Julia Garner seria o fato de Ozark não ser tão famosa. Mas já deu pra perceber que a série faz sucesso entre os votantes. Assim, a jovem atriz deve conquistar o prêmio de coadjuvante. A vitória de Garner seria um banho de água fria nas quatro atrizes de Game of Thrones que, injustamente, povoam a categoria. E mesmo que algumas delas possuam chances, como Maisie Williams, todas devem dividir votos, abrindo ainda mais o caminho para Garner.

Imagem: Mix de Séries

Infelizmente, Jonathan Banks deve assistir seu merecido Emmy ir parar nas mãos de outra pessoa. Peter Dinklage deve levar a melhor, representando o elenco de Game of Thrones. Não será injusto, já que o ator é um dos pilares da série, além de ter uma excelente atuação no último ano. Como sempre comentamos, não podemos esquecer que os votantes do Emmy tendem a repetir votos durante os anos, seja por pura preguiça ou por segurança. É por isso que tantos atores e séries vencem consecutivamente mesmo que não sejam os verdadeiros merecedores.

Melhor Direção – Drama

Ainda que já tenha vencido anteriormente, Miguel Sapochnik deve levar a melhor pelo episódio The Long Night, de Game of Thrones. Não é o melhor trabalho dentre os indicados, tampouco do diretor, que já comandara grandes episódios do show. Long Night é um capítulo escuro demais (não, a culpa não é do aparelho de TV) que falha ao elevar a tensão em um momento-chave da temporada. Até mesmo os criadores de GoT merecem mais o prêmio de Direção, já que, pelo menos, a finale é visualmente impecável. Na corrida, quem mais merece é Adam McKay, pelo piloto de Succession.

Melhor Roteiro – Drama

Esta sempre é uma categoria difícil. Killing Eve parece correr na frente, mas Better Call Saul sempre se faz presente aqui, e esta pode ser uma forma de reconhecer uma série subestimada. Succession é uma grande novidade que pode sair de mãos abanando, e premiar o roteiro, inteligente e bem-humorado, pode ser a saída. Mas os criadores de Game of Thrones são queridos pela Academia e já venceram o prêmio de Roteiro anteriormente. Aqui, concorrem pela series finale, o que pode chamar atenção dos votantes. Espere qualquer coisa.

Matheus Pereira

Matheus Pereira

Gaúcho, estudante de jornalismo e viciado em séries. Tem séries pra assistir de mais e tempo de menos. Séries favoritas? Six Feet Under e Breaking Bad.

1 comment

Add yours

Post a new comment