Personagem importante de série de streaming deve morrer ao final da temporada

Imagem: CBS All Access/Divulgação; Netflix/Divulgação (02); Amazon/Divulgação

Quem será?

Na mesma coluna que Michael Ausiello revelou a possibilidade de um importante personagem de uma série popular morrer nesta temporada, ele também trouxe novidades do streaming.

Segundo o jornalista, “um ator regular de uma série de uma hora de duração do streaming, cuja segunda temporada está pronta para ser lançada, se colocou a disposição para Pilot Season, o que sugere que seu personagem não vai durar.

Com isso, nós resolvemos dar uma olhada no calendário. Há apenas quatro séries indo para o segundo ano que retornarão até o final de março: The Good FightMarvel’s Jessica JonesSneaky Pete Marseille.

Continua após a publicidade

Jones não tem atores em papéis regulares. Sobram três. Mais precisamente Delroy Lindo (de The Good Fight), Giovanni Ribisi (Sneaky Pete) e Gérard Depardieu (Marseille). Olhando para os rumos criativos de cada uma delas conseguimos ter uma ideia de onde essa morte pode vir.

Em Marseille, Robert Taro (Gérard) continua internado às vésperas das eleições de prefeito da cidade. Uma excelente oportunidade para o personagem morrer, não é mesmo? O problema é que Depardieu nunca fez uma série americana e a disposição não parece ter mudado.

Mas calma, fica melhor

A vida de Marius (Ribisi) está em constante ameaça em Sneaky Pete, principalmente agora que ele resolveu revelar sua verdadeira identidade ao mundo. É importante lembrar que Giovanni é o protagonista do drama, fazendo com que a série tenha que ser completamente reformulada. Com as novas direções na Amazon, diria que é mais provável o cancelamento do que tal mudança.

Isso nos leva a Delroy. Sabemos que o tema da 2ª temporada de The Good Fight é “Mate todos os advogados“. O que é um tanto sugestivo, mas vale lembrar que uma eventual morte do personagem seria ótimo para Diane. O porquê? Nas últimas temporadas de The Good Wife, a personagem sempre se mostrou muito interessada em comandar uma firma só de mulheres.

É verdade também que tal mudança tiraria todo o objetivo da firma, uma vez que fora criada para ser administrada apenas por advogados negros. Mas Diane está lá, não é?

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours