Spoiler Alert: Chicago Med, How To Get Away with Murder, This Is Us e mais novidades…

Spoiler Alert, Chicago Med, Star Trek_ Picard, How To Get Away with Murder, This Is Us

Spoilers de Chicago Med, How To Get Away with Murder, This Is Us e mais…

O seu encontro semanal com SPOILERS de séries, aqui no Mix de Séries, está no ar. Temos novidades sobre Chicago Med, evidentemente, assim como How To Get Away with Murder e This Is Us, cujos protagonistas não estão nos seus melhores momentos.

Além disso, temos novidades sobre o futuro de Sex Education Shrill, uma série da Hulu que você provavelmente não está assistindo, mas deveria. Por fim, também temos as tradicionais idas e vindas de alguns elencos, o trailer da semana e algumas rapidinhas que você provavelmente perdeu nesse turbilhão de informações.

Então conto com sua leitura do Spoiler Alert desta semana, assim como seus comentários, críticas e sugestão de novidades.

Continua após a publicidade

Sentimento de Culpa

Como de costume, a última vez que assistimos How To Get Away with Murder um crime daqueles tinha virado a história do avesso: Asher Millstone está morto. Mas quem matou? Não saberemos, pelo menos oficialmente, até quando a série retornar em 21 de abril nos Estados Unidos. É bem verdade que Connor Walsh e Michaela Pratt assumiram, pelo menos no primeiro momento, a culpa do homicídio.

Contudo, isso não significa que os dois protagonistas estão num bom momento. Muito pelo contrário. Em conversa com o TV Line na última semana, Jack Falahee confirma que seu personagem não está lidando muito bem com a situação. “Ele não está lidando bem com toda essa situação,” afirmou o ator. “Quando retornarmos em abril, a história vai começar logo após Connor ser preso. Seus pais aparecem. Eles se envolvem e quando sabem sobre a investigação, têm muito a falar,” diz.

Jack ainda adianta que Connor terá uma espécie de ‘surto’ quando estiver sendo interrogado pelo FBI por estar longe de Michaela. “Eu posso dizer que eles recebem a oferta de acordos. Se são os mesmos acordos, eu não posso dizer,” sugere. “Mas para Connor, ele foi o único do grupo que tentou escapar, mas nunca conseguiu. Agora ele está em queda livre e lidando com isso de uma forma péssima,” concluiu.

O Tempo Não Para

Na interminável turnê de divulgação de Star Trek: Picard, Alex Kurtzman e Patrick Stewart conversaram com o TV Line sobre o que mudou desde a última vez que vimos o Capitão Jean-Luc Picard. Além das diferenças físicas, Stewart afirma que também que muita coisa mudou no que se refere ao seu estado mental. “Ele [o personagem] está um pouco atormentado, para dizer a verdade,” afirma.

Uma das razões pela inquietação é em virtude da separação de Starfleet, que aconteceu no período do lançamento de Star Trek: Nemesis (em 2002) até aqui.  “Num dos momentos que olha para tudo aquilo que passou, Picard ressalta que ‘Eu deixei que o perfeito fosse inimigo do bom,'” ressaltou o produtor executivo Kurtzman. “Ele espera que tudo e todos, assim como ele mesmo, sejam exemplares no campo moral até mesmo em situações complexas. Sendo assim, quando entendeu que Starfleet não estava agindo da maneira que esperava, ele voltou para casa,” completou.

Há algo grande vindo aí

Logo após a exibição do episódio da última terça-feira (21), o co-showrunner de This Is Us, Isaac Aptaker, conversou com o TV Line e prometeu que o próximo episódio da série trará mais ‘claridade’ nas histórias. “O próximo episódio nesta trilogia será a história de Kevin, e muito será revelado ali,” confirmou. “Nós vamos acompanha-lo até Pittsburgh e ver o porquê ele decidiu ir ao funeral da mãe de Sophie, se ele terá qualquer interação com a moça e como será esse retorno do personagem para casa,” completou Aptaker. O produtor ainda adianta que a proximidade entre Kevin e Randall, evidenciada ao final do último episódio, não vai durar muito tempo. “Algo grande vem aí antes do final da nossa temporada que vai separa-los de vez,” afirmou.

Muitas histórias

Neste mês, a segunda temporada de Shrill estreou nos Estados Unidos pelo Hulu. De acordo com as críticas lidas por este que vos escreve, os novos episódios mostram ‘um claro amadurecimento do roteiro, da protagonista e da direção’. Mas é inevitável que a pergunta do momento seja em relação ao futuro, principalmente num momento que Aidy Bryant está no elenco regular do Saturday Night Live e flertando com uma longa, e próspera carreira no cinema.

Em entrevista ao The Hollywood Reporter na última semana, a atriz afirmou que ‘adoraria fazer uma terceira temporada’. “Nós temos muitas ideias que eu acredito que seriam excelentes. Penso que aquilo que me deixa empolgada de fazer essa série é a forma na qual falamos sobre inseguranças. Acredito que você se abrir e buscar a sorte em busca de um alguém especial é cheio de gatilhos. Exploramos um pouco disso nesta temporada,” concluiu.

Problemas no hospital de Chicago

O próximo episódio de Chicago Med trará problemas – mais uma vez, para um personagem em questão: o Dr. Will Halstead. Na verdade, ele começará a ter seu trabalho dentro do hospital afetado pela sua dedicação incansável a atividade de “injeções seguras” de drogas que ele iniciou. Será que isso trará proporções irreparáveis para sua posição no Chicago Med? Além disso, é esperado que no próximo episódio – que só vai ao ar no dia 05 de fevereiro, uma evolução na trama envolvendo o Dr. Choi, April e o Dr. Marcel. A verdade deverá vir a tona, e caberá ao Dr. Choi decidir se segue junto de April ou não. Será que este casamento vai pro brejo?

Spoiler Bônus

A Netflix lançou a segunda temporada de Sex Education há poucos dias. Mesmo assim, a questão do momento é a possibilidade de produzir novos episódios e o que o futuro reserva para aqueles personagens. Em conversa com o The Hollywood Reporter, a criadora da série, Laurie Nunn foi questionada sobre o número ideal de temporadas que a comédia terá. Para nossa sorte, ela mostrou-se otimista.

“Nós ainda precisamos descobrir como que a segunda temporada chegou na plataforma, mas eu penso que esses personagens…têm pernas. Acredito que poderíamos fazer mais, caso tenhamos a chance. A Netflix nos apoia muito e quer histórias na qual acreditemos. Parece que estamos na mesma página, querendo fazer a mesma série,” concluiu.

Rapidinhas

  • Paul Wesley vai dirigir um episódio da primeira temporada de Batwoman. Essa não é a primeira vez do ator por trás das câmeras, uma vez que já assinou episódios de séries como The Vampire DiariesShadowhunters; Roswell, New Mexico, assim como Legacies e Tell Me a Story. (Entertainment Weekly)
  • 39% dos americanos com acesso a internet pagavam por três ou mais serviços de streaming até meados de 2019, de acordo com pesquisa da Ampere Analysis. Tal número é um crescimento de 6% em relação ao mesmo período de 2018. (The Wrap)
  • Após os lançamentos bem sucedidos de Kelly Clarkson, Tamron Hall e Jerry Springer na programação diurna dos Estados Unidos, a próxima temporada terá mais um grande nome: Drew Barrymore. O talk show da atriz será distribuído pela CBS Television Distribution. (Broadcasting & Cable)
  • A BBC One anunciou a encomenda de um novo thriller para sua programação: Vigil. O drama é da World Productions, empresa responsável pelas produções britânicas de maior sucesso dos últimos tempos, Line of Duty e Segurança em Jogo. (World Screen)
  • Um dos talk shows digitais de maior sucesso atualmente, Red Table Talkapresentado por Jada Pinkett Smith, Willow Smith e Adrienne Banfield-Norris, foi renovado pelo Facebook Watch. O programa é o mais bem sucedido da rede social no momento. (Deadline)

Entre Idas e Vindas

Severance: Britt Lower (High Maintenance) foi confirmada no elenco da nova série de drama da Apple TV+. Ela interpretará Helly, uma mulher que se depara com o dilema de não entender a razão pela qual faz um procedimento na empresa que trabalha. Patricia Arquette será a chefe da Lumen Industries, enquanto Adam Scott será um dos empregados que, assim como Helly, tenda compreender o porquê das suas decisões.

The Underground Railroad: Lily Rabe, mais conhecida pelo seu trabalho na franquia American Horror Story, será Ethel Wells, a esposa e mãe da filha de Martin (Damon Herriman). A produção é de Barry Jenkins, diretor de Moonlight: Sob a Luz do Luar, que será uma adaptação do best seller homônimo de Colson Whitehead.

DMZ: Rosario Dawson será a protagonista do novo piloto dramático da HBO Max. Produzida pela Warner Bros. Television, o projeto é baseado na série de HQs de Brian Wood e será dirigido por ninguém menos que Ava DuVernay. Ela também será a produtora executiva e showrunner, ao lado do roteirista Roberto Patino.

American Crime Story: Impeachment: Billy Eichner foi confirmado para viver ninguém menos que o jornalista Matt Drudge, criador e editor do Drudge ReportEmbora o site não seja uma referência em Washington D.C., foi Drudge quem noticiou pela primeira vez o caso extra conjugal do então presidente Bill Clinton. Fato que levou ao impeachment do mandatário, tema da temporada da série.

L.A.’s Finest: após uma demissão cercada de mistérios da produção de American Gods, Orlando Jones está pronto para o futuro. Ele foi confirmado na segunda temporada da série original da Spectrum. O ator vai interpretar Marshawn Davis, um policial veterano da ouvidoria da polícia de Los Angeles que é chamado para investigar Syd Burnett (Union) após uma de suas investigações resultarem numa morte.

Trailer da Semana: Prescrição Fatal

Na última semana, a Netflix divulgou seu calendário de lançamentos de fevereiro de 2020. Dentre os títulos que me chamaram atenção, Prescrição Fatal foi quem mais me surpreendeu. Ao tratar da crise do uso de analgésicos e opioides nos Estados Unidos, a série documental se debruça numa história em particular para mostrar o tamanho do problema. Analisando a partir do trailer e sinopse, é possível esperar algo ao estilo Erin Brockovich e Heroin(e). É fascinante, perturbador e emocionante. Exatamente o que uma produção documental precisa despertar.

Confira abaixo.

Outras dicas: Spenser Confidential | Tudo ou Nada: Seleção Brasileira | The Trade (2ª Temporada)

E então, o que achou da nossa coluna desta semana? Deixem nos comentários e continuem acompanhando as novidades da sua série favorita aqui no Mix de Séries. Contudo. Sendo assim. Outrossim. Chicago Med. Chicago Med. Contudo Chicago Med. Contudo. Por outro lado. Assim.

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours